Navegando pela Categoria

Política

PT OBSTRUI PAUTA DE SEGURANÇA PÚBLICA E DEFENDE FOCO NO JUDICIÁRIO

O líder do PT, deputado Carlos Zarattini (SP), disse que o partido vai obstruir a pauta de segurança pública escolhida pelos líderes para votação nesta semana. O Psol também se juntou ao PT na obstrução às propostas.

Os projetos escolhidos, segundo Zarattini, optam por aumentar a população carcerária sem resolver a questão da segurança pública. “Não é solução querer que mais e mais pessoas fiquem presas, muitas delas sem ter efetivamente culpa e outras com crimes leves que podem ser punidos com penas alternativas”, disse.

Entre os projetos a serem votados está o fim da saída temporária de presos (PL 388/15); penas mais rígidas para assassinos de policiais (PL 8504/17); o fim do auto de resistência para obrigar investigação de mortes em confrontos com policiais (PL 4471/12); tornar crime o uso de pessoas como escudo humano (PL 8048/17); bloqueio de telefonia celular nos presídios (PL 5062/16); e fim de atenuante de pena para menores de 21 anos e maiores de 70 anos (PL 1383/15).

Zarattini disse que o Plenário deveria votar os projetos que criminalizam o abuso de autoridades – voltados para coibir atitudes de juízes e promotores – e o teto do funcionalismo público, com o objetivo de impedir o acúmulo de remunerações por juízes e promotores. “É um absurdo o que faz principalmente o Judiciário, colocando verbas e verbas, com juízes e promotores ganhando mais de R$ 100 mil”, disse.

O líder do PT defendeu ainda a votação do novo Código de Processo Penal.

ITABUNA: “ESTOU ENVERGONHADO”, DISSE VEREADOR APÓS SESSÃO COM SECRETÁRIO

O Vereador Enderson Guinho (PDT) se disse envergonhado diante da postura de alguns de seus colegas na sessão em que o secretário de administração do município, Son Gomes, respondeu sobre os questionamentos dos altos valores pagos pelo serviço de coleta de lixo em Itabuna.

Ao Blog Ipolítica, Guinho lamentou o fato de alguns vereadores dizerem que não entendiam o motivo pelo qual o secretário ter sido convidado. “Nós vereadores fomos eleitos pra defender o interesse da população”, disse. O vereador questionou, também, o comportamento do líder do governo na câmara, Robinho (PP), que afirmou que a oposição leva mentiras para as sessões. “Só quem não anda nos bairros, desconhece o clamor da população. Hoje só o Calixto faz diálise, as pessoas estão dormindo nas filas para serem consultadas, e ele diz que tudo isso é mentira da oposição, é um desrespeito com o povo!”, argumentou Guinho.

Para Guinho, o relatório apresentado pelo secretário sobre os números da gestão passada não condizem com a realidade e criticou o “time” levado por Son Gomes para a sessão na Câmara. “Fui vaiado, mas se eu estivesse na folha, estariam me aplaudindo”, finalizou.

BACELAR COBRA RETRATAÇÃO DA TRIBUNA DA BAHIA

O presidente do Podemos na Bahia, deputado federal Bacelar, se mostrou surpreso e indignado com a nota divulgada na edição desta terça-feira, 7, da coluna Raio Laser, do jornal Tribuna da Bahia, intitulada ” Surpresa”. A nota especula a possibilidade de o Podemos deixar a base aliada do governador Rui Costa (PT) para apoiar uma possível candidatura do prefeito ACM Neto (DEM) ao governo do estado, sem ter ouvido a presidência ou a executiva do partido.

” O bom jornalismo pede a apuração dos fatos, ouvindo os atores envolvidos. Em nenhum momento fui procurado pela Tribuna para falar sobre o assunto. A nota usa aspas de uma fonte sem identificação, o que fere o princípio da transparência. Já conversei com as lideranças do partido e ninguém confirma ter sido a fonte. Então, tudo leva a crer que é mais uma notícia plantada pelos nossos adversários, na tentativa de atingir o favoritismo do governador para 2018. O mínimo que o jornal poderia fazer seria se retratar”, reagiu Bacelar.

O deputado lembrou do episódio que levou o ex-PTN, atual Podemos, a romper com Neto e migrar para a base de Rui. ” Parece que o jornal não se recorda do rompimento traumático, em que o nosso partido foi traído e viu seu projeto político ameaçado. Fomos bem recebidos pelo governador, que tem cumprido a palavra com a base aliada. Portanto, não há motivo nenhum para deixarmos a posição em que nos encontramos, até porque faço oposição a Temer, que tem prestado um desserviço à Bahia, atendendo a pedidos do DEM para barrar verbas destinadas à melhoria da qualidade de vida dos baianos”.

PF DEFLAGRA OPERAÇÃO CONTRA PREFEITOS POR FRAUDAR LICITAÇÕES

A Polícia Federal deflagrou na manhã desta terça, 7, a Operação Fraternos, para desarticular organização criminosa criada por prefeitos (pertencentes à mesma família) responsáveis por fraudar licitações nas prefeituras de Eunápolis, Santa Cruz Cabrália e Porto Seguro, todas no extremo sul da Bahia.

Cerca de 250 policiais federais, com apoio de 25 auditores da Controladoria-geral da União e de membros do Ministério Público Federal, cumprem, nos estados da Bahia, São Paulo e Minas Gerais, 21 mandados de prisão temporária, 18 de condução coercitiva e 42 de busca e apreensão, expedidos pelo Tribunal Regional Federal da 1ª Região.

As investigações apontam que, desde 2009, os prefeitos Claudia Oliveira (PSD), de Porto Seguro; José Robério Batista de Oliveira (PSD), de Eunápolis; e Agnelo Santos (PSD), de Santa Cruz Cabrália – que são parentes –, usavam empresas de familiares para simular licitações e desviar dinheiro de contratos públicos. Claudia Oliveira é casada com José Robério e irmã de Agnelo Santos.

Após a contratação, parte do dinheiro repassado pelas prefeituras era desviado, utilizando-se de “contas de passagem” em nomes de terceiros para dificultar a identificação do destinatário final dos valores arrecadados, que, em regra, retornavam para membros da organização criminosa, inclusive através repasses a empresa de um dos prefeitos investigados. Essas mesmas empresas também eram utilizadas para a lavagem do dinheiro ilicitamente desviado.

Em um dos casos investigados, foi observado que uma das empresas do esquema tinha como sócio um ex-funcionário de outra empresa do grupo criminoso, que teria investido 500 mil reais na integralização do capital. Os policiais federais descobriram, no entanto, que a renda mensal do ex-funcionário era de apenas R$ 800,00 na época.

Os contratos fraudados somam aproximadamente 200 milhões de reais. Os policiais identificaram uma verdadeira “ciranda da propina”, na qual as empresas dos parentes revezavam as vitórias das licitações para camuflar o esquema e, em muitos casos, chegavam ao extremo de repassar a totalidade do valor contratado na mesma data do recebimento a outras empresas da família.

Os investigados responderão pelos crimes de organização criminosa, fraude à licitação, corrupção ativa e passiva e lavagem de capitais.

MOLON APRESENTA PROJETO PARA SUSPENDER DECRETO DE TEMER PARA VENDA DE EMPRESAS

O Deputado Federal Alessandro Molon (REDE) deu entrada nesta segunda-feira, 6, em um projeto de decreto legislativo para suspender o decreto publicado pelo presidente Michel Temer (PMDB), aproveitando-se do feriado, para colocar a venda subsidiárias e unidades de empresas como Petrobrás, Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal e Eletrobrás.

De acordo com o parlamentar é inaceitável que Temer venda o patrimônio público para cobrir o rombo de bilhões que ele gastou para impedir que as denúncias fossem aceitas pela câmara. “Não vamos permitir que o que é do povo seja vendido dessa forma. Vamos pressionar a câmara pela aprovação deste PDC”, argumentou.

“PCDOB VAI APOIAR RUI COSTA”, AFIRMA PRESIDENTE DO PT

O presidente estadual do PT, Everaldo Anunciação, disse que considera legítima a candidatura proposta pelo PCdoB no âmbito nacional. No último final de semana, o partido anunciou a deputada gaúcha Manuela dʹÁvila como pré-candidata à Presidência da República. Em entrevista ao Portal Metro 1, no entanto, o dirigente petista ressaltou que o partido seguirá ao lado do PT no apoio a Rui Costa no Governo do Estado em 2018.

“O próprio presidente estadual do PCdoB, deputado Davidson Magalhães, disse que o partido vai marchar com Rui Costa. No plano nacional, há o debate e eu acho que é justo e legítimo que o PCdoB possa colocar um quadro qualificado como a deputada. Mas continuamos discutindo, já há uma sinalização clara da população brasileira sobre quem ela quer que seja o próximo presidente da República. Vamos enfrentar o dia-a-dia dos interesses que querem destruir o patrimônio nacional e trazer o ódio para a política”, disse Anunciação.

Ainda de acordo com ele, há um bom diálogo entre parlamentares que fazem apoio ao governador Rui Costa, mesmo com dissidências no resto do país. “Acho que é legítimo que o PCdoB, PDT e outros partidos possam manifestar seus nomes. Mas creio na credibilidade e na capacidade de construir unidade, como foi a reunião com a bancada de oposição na Câmara. Aqui ninguém gente constrói entendimentos sem ninguém querer ser o dono da verdade”, afirmou.

TVE TRANSMITE ENTREVISTA COM CIRO GOMES NESTA TERÇA, 7

Em passagem pela Bahia, o ex-ministro Ciro Gomes concedeu entrevista exclusiva ao jornalista Bob Fernandes, no TVE Entrevista Especial. O programa vai ao ar nesta terça-feira, 7, às 21h, e no domingo, 12, às 19h. Pré-candidato pelo PDT à Presidência da República, Ciro falou de temas como pré-sal, reforma trabalhista, auditoria da dívida pública e as eleições de 2018.

Durante a entrevista, que durou cerca de uma hora, Ciro Gomes afirmou que, se eleito, revogará os leilões de petróleo realizados pelo atual governo federal na área do pré-sal. “Todos os campos de petróleo que forem alienados serão desapropriados com a devida indenização”.

Quanto à eleição em 2018, Ciro comentou sobre as possíveis candidaturas de Lula, Jair Bolsonaro, João Doria, Luciano Huck e Marina Silva. A entrevista completa poderá ser acompanhada também pelo Facebook da emissora (facebook.com/tvebahia), pelo Youtube (youtube.com/tvebahia) ou pelo portal da TVE (www.tve.ba.gov.br).

APÓS CRÍTICAS, BOLSONARO COMEÇA A FALAR SOBRE ECONOMIA

Após ser duramente criticado, principalmente nas redes sociais por dizer que entende muito pouco de economia, parece que o deputado federal Jair Bolsonaro (PSC), possível presidenciável do futuro partido Patriotas, atual PEN, parece que foi orientado a falar um pouco mais sobre o assunto.

Nesta sexta-feira, em seu twitter, Bolsonaro disse que “Precisamos de Banco Central independente para definir metas, diminuir juros, reduzir inflação e obter previsibilidade econômica.”. Entre uma crítica e outra ao Partido dos Trabalhadores, Bolsonaro deve escrever um pouco sobre o tema, mesmo que seja com textos prontos.

LEILÃO DE IMÓVEIS DE YOUSSEF RENDE R$ 8,9 MILHÕES

Imóveis apreendidos pela Operação Lava Jato e que pertenciam ao ex-doleiro Alberto Youssef foram a leilão encerrado na última segunda-feira, 30. De acordo com o site Canal Judicial, foram vendidos 81 imóveis, o que somou R$ 8,9 milhões.

Localizado na cidade de Aparecida (SP), os 73 apartamentos do Hotel San Diego Express Aparecida foram leiloados por R$ 8,4 milhões. Nas oito cotas de apartamentos no Hotel Connect Smart, em Salvador, foram arrecadados R$ 450 mil.

Os recursos arrecadados serão depositados em uma conta judicial, conforme determinação do juiz federal Sergio Moro e devem em seguida ser destinados à Petrobras, principal lesada pelo esquema de corrupção operado por Youssef.

O doleiro, que foi condenado na Lava Jato a mais de 100 anos de prisão em vários processos e atualmente cumpre pena em regime aberto, abriu mão do direito a uma série de bens, incluindo os imóveis agora leiloados, quando assinou seu acordo de delação premiada com o Ministério Público Federal (MPF). Com informações da Agência Brasil.

A INSISTÊNCIA DE JOÃO DÓRIA CAUSA DOR DE CABEÇA NO NINHO TUCANO

Parece que depois de perder terreno, levar ovada em Salvador e bater de frente com as principais lideranças de seu partido, o prefeito de São Paulo João Dória (PSDB), desistiu da candidatura a presidência. No entanto, continua causando desconforto e dor de cabeça no ninho tucano.

Segundo a Coluna Painel, aliados do governador Geraldo Alckmin, virtual candidato, se esforçam para dissuadir Dória da ideia de sair candidato a vice-presidente em uma chapa pura tucana e paulista. Eles dizem que a dobradinha não é viável.

O tucanato avalia que o ideal seria Doria continuar prefeito. Mas enxergam forte resistência do prefeito. Mesmo no cenário em que ele disputaria o governo do Estado é difícil achar equação perfeita. Há outros interessados no posto, como o senador José Serra (PSDB-SP).