Navegando pela Categoria

Sem categoria

POLICIA APREENDE MAIS DE 130 KG DE DROGAS NO CENTRO DE ITABUNA

Policiais militares da Companhia de Emprego Tático Operacional – CETO – 15 BPM, após denúncia, apreenderam na rua Alto Mirante no Alto Maron uma grande quantidade de drogas.

De acordo com a PM, foram apreendidos quatro tabletes de pasta base de cocaína, totalizando 4 Kg, 168 tabletes de maconha, totalizando 127 kg, uma balança de precisão, cerca de 11 mil pinos vazios para acondicionar cocaína, tesouras e outras embalagens para drogas, além de caderneta com anotações relacionadas ao tráfico de drogas.

AGÊNCIA SENADO RELEMBRA FATOS IMPORTANTES DO IMPEACHMENT DE DILMA

Nesta sexta-feira (1º), a deposição da presidente Dilma Rousseff (PT) completa um ano. Em uma série de nove especiais multimídia a Agência Senado lembra os fatos mais importantes do período do impeachment e apresenta análises de senadores quanto às repercussões daquele julgamento na vida política e econômica do país.

Além disso, explora as possibilidades de mudança na lei do impeachment, com base na avaliação dos episódios e discussões que marcaram os ritos do processo.

Impeachment, um ano depois

BLITZ EDUCATIVA ATENDEU MAIS DE 200 CONDUTORES EM ITABUNA

A blitz educativa da Companhia Independente de Polícia Rodoviária de Itabuna (CIPRv/Itabuna) em parceria com o Serviço Social do Transporte e Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte (SEST/SENAT) ocorreu na manhã desta segunda-feira, 29, na Base do Tático Ostensivo Rodoviário (TOR) e mobilizou mais de 200 condutores e seus passageiros.

A ação faz parte da Semana de Mobilização Contra o Uso de Drogas e Álcool nas Estradas, uma Campanha nacional do SEST/SENAT, com objetivo de orientar os profissionais do transporte e usuários de rodovias, sobre a proibição do uso de drogas e álcool, bem como de substâncias ilícitas ao conduzir veículos.

Para tanto foram oferecidos serviços de aferição de pressão arterial, teste de glicemia, teste de acuidade, teste de glicemia e distribuição de panfletos educativos, além de distribuição de lanches e brindes.

ITABUNA: PM APREENDE ARMA E DROGAS NO NOVO SÃO CAETANO

Policiais do 15º Batalhão conseguiram prender de dois indivíduos após abordagem de rotina no bairro São Caetano, em Itabuna. Com eles foram encontrados um revólver cal 38′ da marca Taurus com seis cartuchos intactos e uma quantidade não informada de maconha. Ambos foram conduzidos à delegacia, juntamente com o material apreendido.

Após esta operação, já foram computadas 90 armas de fogo apreendidas no decorrer deste ano na cidade de Itabuna. Para o comandante da Unidade, o Ten Cel PM Riccio, é importante ressaltar o incessante trabalho em conjunto desempenhado pelos policiais que tem conseguido o êxito em suas operações. “O cidadão itabunense pode ficar tranquilo pois estaremos nas ruas no combate ao crime.”, disse.

Para ajudar o trabalho da PM basta ligar para o Disk Denúnica: 3215-7470 ou pelo Whatsapp 99158-9830. Sua identidade será mantida em sigilo.

EX-GOVERNADOR RELATA PROPINAS A CONSELHEIROS DO TCE

O ex-governador de Mato Grosso Silval Barbosa (PMDB) declarou, em anexo de sua delação premiada, que o atraso no pagamento de uma superpropina de R$ 53 milhões para conselheiros do Tribunal de Contas do Estado – TCE, motivou a paralisação de obras da Copa 2014, indica o Estadão.

Segundo ele, a relação entre o governo e o TCE era de ‘muitas pressões e extorsões’ em troca de apoio aos programas do Palácio Paiaguás – sede do Executivo estadual -, especialmente as obras da Copa do Mundo, como a do MT Integrado. “O colaborador se recorda que, no segundo semestre de 2012, foi procurado pelo então presidente do TCE MT, o conselheiro Noveli, com a notícia de que ele e os conselheiros Sérgio Ricardo, Valter Albano, Antonio Joaquim e Valdir Teis queriam receber valores para garantir o bom andamento das citadas obras”, diz o anexo que Silval entregou à Procuradoria-Geral da República no âmbito do acordo de colaboração.

“Após essa reunião no Palácio Paiaguás ‘se reuniram mais duas vezes, oportunidade em que após negociarem ficou acordado pelo pagamento de R$ 53 milhões para que o TCE não atrapalhasse os andamentos dos programas de governo’. Silval disse que ‘tem ciência de que esse valor foi distribuído entre os conselheiros’. Para esse pagamento, o conselheiro Novelli, sempre segundo o delator, exigiu que ele assinasse 36 notas promissórias no valor total de R$ 53 milhões, a serem pagas em 18 meses.

“Duas notas venciam em cada um dos 18 meses, sendo uma no valor aproximado de R$ 1.150.000,00 e outra no valor de R$ 2.800.000,00, sendo que o conselheiro Novelli dizia ao colaborador que precisava das notas promissórias para comprovar para os demais conselheiros que tinham a garantia do pagamento das propinas.”.

Em uma dessas reuniões, relata o ex-governador, o próprio conselheiro Novelli ‘sugeriu que os pagamentos de parte das propinas poderiam ocorrer através da empresa Gendoc, pois segundo Novelli ele conhecia o responsável pela empresa, e se o Executivo aderisse através de suas secretarias uma licitação vencida pela Gendoc, a Gendoc devolveria para Novelli 50 % dos valores pagos pelo Executivo’.

EM CLIMA TENSO, FEIRANTES E PREFEITURA NÃO CHEGAM A UM ACORDO

Em um Clima tenso,  representantes da prefeitura de Itabuna, comerciantes da Feira do São Caetano se reuniram com o promotor público Rafael Lopes e o juiz 1ª vara da fazenda pública Ulisses Maynard.

De acordo com o repórter Wadson Santos da Radio difusora, o Ministério Público Estadual acatou o pedido dos feirantes e deu um prazo até 31 de dezembro, mas o procurador geral do município, Luis Guarnieri alegou que o pedido é de reintegração de posse da área pois a ocupação é irregular e considera o prazo muito longo. Uma nova reunião foi marcada dentro de cinco dias.

ITABUNA: AGENTES DA GUARDA MUNICIPAL RECUPERAM VEÍCULO ROUBADO

Após denúncia anônima recebida na manhã desta segunda-feira (14), membros da Guarda Civil Municipal (GCM) e Agentes do Departamento de Trânsito da Secretaria de Segurança Transporte e Trânsito (Sesttran) realizaram uma operação que resultou na recuperação de um veículo que foi tomado de assalto na noite da última sexta-feira (11).

Segundo informações, a vítima foi surpreendida por dois indivíduos armados que a abordaram no momento em que retirava a filha, de 2 anos, da cadeirinha no banco traseiro do veículo. O fato ocorreu nas imediações do Colégio “CIOMF”, no bairro Santo Antônio.

De acordo com o subcomandante da GCM, Inspetor Roberto Augusto o veículo foi localizado na Rua “A” do Loteamento Maria Campos, no Bairro Jorge Amado.

ACIDENTE COM VÍTIMA FATAL NA BR-415

Um grave acidente, na tarde deste sábado, 12, na BR-415, rodovia que liga Ilhéus e Itabuna, nas imediações do Banco da Vitória. De acordo com informações, uma pessoa morreu e outra ficou em estado grave, após colisão frontal entre dois veículos.

Atualizada às 18h22

Uma das vítimas foi identificada como Nilson Barros, funcionário do Hospital de Base Luis Eduardo Magalhães. De acordo com informações, houve apenas uma fratura na perna. Outro homem, conhecido como Pica-pau veio a óbito.

TRANSPORTES ESTÃO SEM FISCALIZAÇÃO EM ITABUNA

Os transportes em Itabuna estão a Deus dará. Ônibus, Mototaxis e táxis não estão sendo fiscalizados há cerca de uma semana. Isso porque, a viatura oficial da Secretaria de Segurança, Transporte e Trânsito (Sesttran) está quebrada. Foi levada pelo guincho para o pátio da ADEI.

Com isso, os fiscais estão de braços cruzados, sem poder trabalhar. Resta saber até quando.

ITAJUÍPE: GILKA É MULTADA PELO TCM

A ex-prefeita de Itajuípe, Gilka Badaró, foi multada pelo Tribunal de Contas dos Municípios em R$1.500,00 por não ter encaminhado a prestação de contas relativas aos meses de outubro a dezembro de 2016, nem ter incluído os dados da gestão municipal, referente ao mês de dezembro de 2016, no Sistema Integrado de Gestão e Auditoria – SIGA, do TCM. O conselheiro relator, Plínio Carneiro Filho, afirmou que a omissão da gestora impede a ação fiscalizatória e o exercício das competências constitucionais conferidas ao tribunal, bem como frustra o exercício do controle social.

As documentações referentes às contas dos meses de outubro, novembro e dezembro só foram remetidas ao TCM nos dias 01/06/2017, 02/06/2017 e 05/06/2017, respectivamente, demonstrando que foram encaminhadas após a lavratura e notificação de termo de ocorrência. As receitas arrecadadas nos meses citados envolveram recursos nos montantes de R$2.827.640,55, R$3.830.714,39, e R$5.887.350,73.

Os dados da gestão relativos ao mês de dezembro só foram lançados no sistema SIGA após o pedido de reabertura do sistema, que ocorreu no dia 07/06/2017, também de forma intempestiva e após notificação do tribunal sobre o termo de ocorrência.

Cabe recurso da decisão.