Buerarema
URUÇUCA
Clube dos òculos
Encanthé
Ubaitaba Inst novo
Vidro Tech

É POSSÍVEL RENOVAR ITABUNA?

Por Paulinho Santana*

Talvez ainda possa ser muito cedo para falar do próximo pleito municipal, que ocorrerá em Outubro de 2020, onde a população de Itabuna irá às urnas para escolher o próximo prefeito (a) que comandará o Centro Administrativo Firmino Alves, bem como os novos 21 vereadores. A partir daí fica o questionamento: “é possível renovar a política itabunense?” Penso que sim, afinal somos um povo politizado e também ligados às movimentações políticas/partidárias do Estado e do país, mas talvez nos tenha faltado opções coerentes nos últimos anos, quando ficamos presos a uma disputa entre dois grupos distintos. Inegavelmente houveram avanços em alguns aspectos, já em outros, nenhuma mudança significativa.

Assim, podemos notar que faltou força de vontade daqueles que por ali passaram e não atenderam ao chamado das urnas para uma cidade desenvolvida e próspera, mesmo após a crise da vassoura de bruxa, que nos levou à devastação de toda a nossa lavoura cacaueira, principal bastião econômico da região.

Hoje Itabuna vive um momento muito delicado, com grave crise financeira e administrativa e que afeta toda a sua população. O atual gestor parece não querer ouvir quem discorda de sua gestão, o que está levando a nossa cidade ao seu pior momento, enfrentando assim resistência aos atos contrários aos princípios norteadores da boa gestão pública. Sem planejamento e prioridade, estamos vendo nossa saúde, educação, saneamento básico, mobilidade urbana, infraestrutura, segurança (mesmo que de responsabilidade do Governo do Estado) e desenvolvimento regional irem de mal a pior. Itabuna não merece isso!

Neste sentido, urge a necessidade de união daquelas correntes políticas que venham oxigenar a política itabunense, trazendo novos ares para a nossa cidade. A agenda da renovação está sendo gestada fora dos partidos políticos. Em grupos, coletivos e movimentos sociais bastante atuantes e engajados. Na prática, isso significa que a forma pela qual todo esse anseio pelo “novo” se relacionará com os partidos políticos pode ser uma variável determinante nessa história. Em tempos de conexões brutas, precisamos debater os diversos problemas que nos cercam, propondo diversas políticas públicas estruturantes de qualidade.

Por fim, muita água passará debaixo da ponte, até que se consolide a preferência do eleitor. Mas, é preciso perceber que bons e novos nomes já despontam em nosso cenário local. Que possamos escolher aquele ou aquela que venha a dar o seu melhor para que nossa cidade volte ao lugar que ela nunca deveria ter saído no cenário baiano. É preciso apresentar uma visão política e social para uma Itabuna plausível, persuasiva e não utópica, para que se alcance a sociedade e crie a vontade e o comprometimento com a transformação, dando oportunidade ao desenvolvimento e ao progresso, pois o futuro de alternativas nos aguarda. Mal podemos esperar, mas #Vem2020!

*Graduando em Direito pela UNIME. Consultor Político e Vice-Presidente Estadual da Juventude do PSDB da Bahia.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.