Shopping
Ubaitaba Inst novo
URUÇUCA
Vidro Tech

ESTUDANTES DE ILHÉUS SÃO PREMIADOS EM MOSTRA DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA NO SUL DO PAÍS

Estudantes do Centro Estadual de Educação Profissional (CEEP) em Gestão e Tecnologia da Informação Álvaro Melo Vieira, em Ilhéus, foram premiados na noite desta sexta-feira (26) na Mostra Brasileira de Ciência e Tecnologia (MOSTRATEC), em Novo Hamburgo (RS). Murillo Nascimento Silva e Fernanda Letícia Mendonça dos Santos, que são estudantes do 4º ano do curso técnico em Biocombustíveis, ficaram em 2º lugar na sub área de Ciências Biológicas/Microbiologia (área Ciências Biológicas), e foram credenciados para participar de uma feira de Ciências na Tunísia. O estudante Bruno Carrasco de Mello, que também frequenta o mesmo curso, ficou em 4º lugar na sub área Agricultura/agronomia (área Ciências animais e das plantas). Eles foram orientados pela professora Margarete Correia de Araújo.

Com o projeto “Ação antimicrobiana de extratos aquoso e etanólico de alfavaca (Ocimum gratissimum)”, Murillo e Fernanda extraíram o extrato da alfavaca e fizeram uma análise para descobrir que a planta possui poder antimicrobiano para dois tipos de bactérias que são presentes na flora intestinal e na garganta. Este projeto também teve a co-orientação da professora da Universidade Estadual de Santa Cruz, Andréa Miura da Costa…

Já o estudante Bruno Carrasco de Mello foi premiado pelo projeto “Avaliação e viabilidade do adubo a partir da Baronesa (Eichhornia crassipes), uma solução sustentável”. Ele produziu um adubo a partir das baronesas, que são plantas que crescem em rios poluídos, sendo um vetor causador de doenças. “O estudante testou o adubo da baronesa com sementes de tomate e descobriu um crescimento mais avançado das sementes em detrimento daquelas que foram testadas sem o adubo”, destaca a orientadora Margarete. Este projeto também teve a co-orientação do professor Gabriel Oliveira Figueiredo .

A MOSTRATEC contou com a participação de 640 projetos do Brasil e exterior, com o objetivo de promover a integração entre as instituições de ensino, a pesquisa e o meio empresarial, possibilitando o desenvolvimento, a aplicação e a divulgação de novas tecnologias. Os trabalhos dos estudantes da Bahia fazem parte do projeto Ciência na Escola, desenvolvido pela Secretaria da Educação do Estado, para fomentar a iniciação científica nas escolas da rede estadual.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.