Serra Grande
Ieprol
Ubaitaba Inst novo
Buerarema
URUÇUCA

FEIRA SOCIOCULTURAL E FINAL DO FEST IN CANTO MOVIMENTARAM ALAGOINHAS

O sol da sexta-feira, 6 de dezembro, estava quente, mas foi o palco do Fest in Canto – Festival Intercolegial dos Novos Talentos da Música, em Alagoinhas que ‘pegou fogo’ com a grande final da competição entre os 14 finalistas. E as duas vencedoras nas categorias Infantil e Juvenil foram Emanuelle da Silva e Denise da Conceição, estudantes do município de Entre Rios. Agora, elas vão gravar seus próprios CDs, como parte da premiação do Festival. A final aconteceu no estacionamento da Prefeitura de Alagoinhas, juntamente com a IV Feira Sociocultural da Bracell, evento que reúne para exposição e vendas os parceiros dos projetos sociais da empresa no litoral norte e agreste da Bahia.

A feira atraiu centenas de pessoas para seus quase 20 stands para conhecerem os projetos e adquirirem seus produtos. Teve um pouquinho de tudo: frutas, legumes, verduras, bolos, doces, beiju, farinha, biscoitos, pães, mel, roupas, itens da Farmácia Verde, artesanato e também serviços como orientação jurídica prestada pelo Núcleo de Práticas Jurídicas da Unirb, massoterapia, orientação nutricional, aferição de pressão, testes de glicemia, corte de cabelo, design de sobrancelha e pintura facial para crianças.

Para Mouana Fonseca, gerente de Relações Institucionais e Responsabilidade Social da Bracell BA, a Feira Sociocultural é importante especialmente por colocar os parceiros sociais da empresa em contato direto com seu público em potencial. “Este evento amplia a visibilidade dos projetos, podendo atrair novas oportunidades de negócios de impacto social para os participantes, e ainda proporciona serviços gratuitos à população de baixa renda. A procura pelos atendimentos nos stands de serviços e o volume de vendas dos produtos mostram a relevância desta iniciativa para a comunidade”, destaca Mouana.

Após o anúncio das vencedoras do Fest in Canto, a gerente celebrou o crescimento do projeto desde a sua primeira edição, em 2016. “A cada ano, o nível dos candidatos melhora e que a competição se torna mais emocionante. É muito gratificante para todos nós, da Bracell, saber que o Fest in Canto se consolidou e hoje é uma competição saudável, que integra os estudantes da região, e revela talentos entre os estudantes. Com certeza, continuaremos investindo para que tanto a Feira Sociocultural quanto o Fest in Canto cresçam ainda mais e atraiam ainda mais pessoas”, afirma Mouana. Ela aproveitou para agradecer o apoio das prefeituras de Aramari, Alagoinhas, Conde, Entre Rios, Esplanada, Inhambupe e Itanagra, por meio de suas Secretarias de Educação. “Sem o envolvimento direto das prefeituras, certamente, este projeto não existiria. Só temos a agradecer a cada uma delas por nos ajudarem a escrever a história do festival”, acrescenta.

Investimentos sociais

Atenta às oportunidades de contribuir para o desenvolvimento socioeconômico da sua região de atuação, a Bracell realiza importantes investimentos sociais no litoral norte e agreste da Bahia beneficiando mais de 50 mil pessoas. As iniciativas compreendem os programas Educar com Você, Empreender com Você e Dialogar com Você. Estes programas são compostos por mais projetos sociais. O Fest in Canto é um desdobramento do Projeto Música, iniciado em 2014, por meio do qual a empresa viabiliza o acesso de estudantes da rede pública a aulas de iniciação musical.

A Bracell

Líder mundial em celulose solúvel para as indústrias de alimentos, medicamentos, cosméticos e tecidos, dentre outras, a Bracell possui unidades florestais e industriais na Bahia e em São Paulo. Quando concluir, em 2021, o projeto de expansão da fábrica em São Paulo, a empresa irá agregar 1,5 milhão de toneladas anuais à sua atual capacidade de produção, totalizando 2 milhões de toneladas. Além de unidades produtivas no Brasil, a Bracell conta com sede administrativa em Cingapura e escritórios de vendas na Ásia, Europa e nos Estados Unidos.

O eucalipto, principal matéria-prima para suas operações, é obtido nas bases florestais da empresa. Toda a madeira é proveniente de cultivos sustentáveis em mais de 30 municípios do litoral norte, agreste e recôncavo baiano e em outros 37 no estado de São Paulo, empregando cerca de 7 mil pessoas nestas localidades.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.