Ieprol
Teatro Candinha Doria
Ubaitaba Inst novo
Buerarema
URUÇUCA
Vidro Tech

ITABUNA: GAPA VAI CAPACITAR MULHERES SOBRE PREVENÇÃO DE ISTS/HIV/AIDS

O projeto vai preparar 50 mulheres de grupos sociais que serão multiplicadoras de conhecimento em suas comunidades

O Brasil registrou um aumento de 21% nos números de novas infecções por HIV entre os anos de 2010 e 2018. Os dados são da UNAIDS, agência da Organização das Nações Unidas (ONU), especializada na epidemia. Essa alta destoa da tendência mundial: a maior parte dos países conseguiu diminuir o número de novos casos nos últimos anos. Em números absolutos, o país registrou 44 mil novos casos em 2010. Em 2018, foram 53 mil.

O Departamento de Vigilância à Saúde de Itabuna registrou, em 2016, 126 novos casos de HIV na região. Em 2017, houve redução no número, caiu para 118. Já em 2018, subiu, foi para 125 casos. Em 2019, até agora, foram registrados 63 novos casos de HIV.

Na luta contra a doença, o Grupo de Apoio à Prevenção da AIDS (GAPA/Itabuna) lançou o projeto “De Mulher para Mulher: o Assunto é Prevenção”, que vai capacitar mulheres sobre a HIV/AIDS e Infecções Sexualmente Transmissíveis (ISTs). O projeto foi o único selecionado da Bahia em um edital de seleção pública do Fundo Posithivo, que apoia instituições que trabalham com a causa do HIV/AIDS, hepatites virais e lSTs.

“De mulher para mulher” vai capacitar 50 mulheres sobre sexualidade, gênero, abordagem corpo a corpo, prevenção combinada, diversidade sexual, lSTs, AIDS, sexo seguro, direitos humanos e direito à saúde e serviços do SUS. A capacitação terá carga horária de 40 horas e será realizada na sede do GAPA, nos dias 20, 21 e 22 de agosto e 04 e 05 de setembro.

Durante a capacitação, as participantes vão elaborar um plano para repassarem os conhecimentos em suas comunidades. Ou seja, serão multiplicadoras das informações. A meta final é atender a 1000 mulheres. De acordo com a presidente do Gapa/Itabuna, Suse Mayre Moreira, o objetivo do projeto é contribuir para a redução da incidência de ISTs/HIV/AIDS entre as mulheres do município de Itabuna. As ações do “De Mulher para Mulher” serão desenvolvidas até o mês de dezembro.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.