Forró rico liso
Pref Ilheus aplicativo
Buerarema
URUÇUCA
Clube dos òculos
Encanthé
Ubaitaba Inst novo
Vidro Tech

MESA DIRETORA DA ALBA DEFINE AGENDA DE TRABALHO EM PRIMEIRA REUNIÃO DO COLEGIADO

As comissões permanentes e temporárias da Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA) serão a porta de entrada e principal espaço para debate, elaboração e aperfeiçoamento de projetos na Casa na 19ª Legislatura. A decisão foi tomada na primeira reunião da Mesa Diretora da Casa, realizada na manhã desta quarta-feira (6), no Salão Nobre do Palácio Luís Eduardo Magalhães.

O presidente da Casa, deputado Nelson Leal (PP), reiterou para os pares a proposta anunciada em seu discurso de posse. “As Comissões – tanto as permanentes como as especiais – terão um calendário anual para discussão dos principais problemas que afligem a Bahia e os baianos. Não faltam temas: saúde, educação, infraestrutura, desenvolvimento rural, industrialização”.

Os nove deputados que compõem a Mesa Diretora participaram da reunião desta manhã. Além do presidente, o primeiro vice-presidente Alex Lima (PSB), a segunda vice-presidente Ivana Bastos (PSD), o terceiro vice-presidente Fabrício Falcão (PCdoB), o quarto vice-presidente Soldado Prisco (PSC), a primeira secretária Maria del Carmen (PT), o segundo secretário Tom Araújo (DEM), a terceira secretária Talita Oliveira (PSL) e o quarto secretário Euclides Fernandes (PDT).

O projeto “ALBA pela Bahia” também foi debatido pelos deputados da Mesa Diretora. A proposta levada ao colegiado pelo presidente da Casa tem como objetivo fazer com que a Assembleia seja protagonista na elaboração de soluções para os principais problemas das regiões da Bahia.

Vamos debater, por exemplo, o agronegócio na região de Barreiras; a industrialização da microrregião de Feira; a fruticultura no Sudoeste; a mineração em Caetité e Brumado; o assoreamento do Rio São Francisco em Bom Jesus, Juazeiro e Paulo Afonso, entre tantos outros temas”, detalhou Nelson Leal.

Outra proposta da nova gestão da ALBA será contribuir para o aprimoramento do Legislativo nos municípios. “Já temos, aqui na sede a ALBA, a Sala do Vereador, em parceria com a UVB – União dos Vereadores da Bahia. Vamos ampliar esse intercâmbio com a criação do Núcleo de Apoio às Câmaras Municipais, para facilitar o relacionamento e a troca de experiência entre as casas legislativas da Bahia, em temas como mandatos parlamentares, legislação e jurisprudência”, explicou o chefe do Legislativo estadual.

Toda a Mesa Diretora da ALBA está imbuída em aprovar medidas para aproximar o Legislativo da sociedade baiana e atender aos anseios da população do estado. “A Assembleia vai exercer o seu papel fiscalizador e legislará como estabelecido pela Constituição”, assegurou Nelson Leal.

As reuniões da Mesa Diretora acontecem todas as quartas-feiras.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.