PIRÂMIDE FINANCEIRA: UM MODELO DE NEGÓCIO QUE NÃO SE SUSTENTA E VISA O GOLPE

Por Roberto José*

Vivemos em uma sociedade líquida, como diria o sociólogo Bauman, em que o consumo é estimulado a cada momento nos mais diversos meios de comunicação u nas vivencias, é o consumo pelo consumo, é o consumo como forma de pertencimento, o consumo por fetiche, que dá ideia que nos tornará iguais, o poder mágico do objeto a ser consumido; um carro bacana com uma linda família dentro, um apartamento, roupas da moda e de marcas, celular, etc.

Nesse contexto de sociedade de consumo, a ganância, a ambição, a cobiça, a avidez, a cupidez, o desejo pelo lucro ávido e exagerado, surge a denominada PIRÂMIDE FINANCEIRA, com nomes já conhecidos da população (TELEX FREE, BBOM, D9, TPS CLUB, entre outros), atrai interessados em dinheiro fácil, mediante o mínimo esforço e em pouco tempo. Com o mesmo poder de sedução do velho golpe do bilhete premiado, atividades deste tipo guardam peculiaridades. Sua duração é limitada, o produto oferecido tem pouca relevância ou é oferecido fora de valor de mercado, a propaganda é feita por meio de reuniões e treinamentos servem para impressionar, seduzir pelo “canto da sereia”, hipnotizar os potenciais interessados, tocando em sua fraqueza – pecado capital, a ganância.

Quem de fato ganha nas pirâmides financeiras? O topo da pirâmide, ou seja, os líderes e gerentes, que agem objetivando atrair mais gente, inicialmente pagando certo dividendo para atrair mais e mais, para robustecer a base da pirâmide, ou seja, os incautos que investirão mais e mais. Num segundo momento, eles farão dificuldades nos saques dos dividendos e incentivarão o reinvestimento para “aumentar o lucro” e a atração de mais investidores, pois o objetivo geral de uma pirâmide financeira é de fato o golpe, perpetrado pelos estelionatários.

(mais…)

GOVERNADORES DE DOIS ESTADOS ABREM CHAPA PARA DILMA DISPUTAR O SENADO

A ex-presidente Dilma Rousseff (PT) ainda decidiu sobre seu futuro político, muito menos se participa do processo eleitoral ano que vem, como candidata, mesmo o PT encomendando pesquisas para avaliar o seu desempenho.

Os governadores Flavio Dino, do PCdoB (Maranhão), e Wellington Dias, do PT (Piauí), já convidaram a petista a mudar o domicílio eleitoral para seus estados e disputar uma vaga ao Senado., aponta a Coluna Radar Online. Ambos estão bem avaliados pelo eleitorado.

O caso do Maranhão, é mais complicado. Se Lula for candidato a presidente e Dilma aceitar a cantada de Dino, o Lula não poderá sequer sentar para conversar com o clã Sarney, inimigo mortal do atual governador.

FUNDAÇÃO REGINA CUNHA É ELEITA UMA DAS MELHORES DO BRASIL

A Fundação Regina Cunha e outras 99 organizações acabam de ser reconhecidas como as melhores ONGs do Brasil pela gestão e a transparência dos recursos. Trata-se da primeira edição da #melhoresOngs e é uma iniciativa do Instituto Doar e a Revista Época, que teve mais de 1500 inscrições. A premiação já nasce com êxito. São mais de 300 mil ONGs no Brasil. Entre associações de caridade, organizações da sociedade civil, institutos e fundações filantrópicas, estar entre as 100 é sinal de competência.

As organizações filantrópicas nunca aparecem na mídia a não ser para dizer de suas dificuldades ou de casos isolados de desvios de recursos públicos. Acontece que a ampla maioria das organizações faz um trabalho sério e estava na hora de reconhecê-lo, premiando a gestão e transparencia das melhores. Para o Instituto Doar, que valoriza os bons exemplos através de um Selo de Qualidade chegou a hora de criar um estímulo para as ONGs e uma vitrine para os potenciais doadores se decidirem a doar. ONGs exemplares merecem o reconhecimento e o dinheiro de doadores conscientes. É esse o objetivo do Prêmio Melhores ONGs.

(mais…)

O PODER DO CORONÉ!

Semana passada houve uma reunião entre o prefeito Fernando Gomes e prestadores de serviço da saúde de Itabuna. Três vereadores foram convidados pelos servidores para participarem do tal encontro.

Comenta-se, que de repente, sem nenhum motivo aparente, o prefeito não permitiu a entrada do trio. Quem estava na reunião ficou com vergonha dos adjetivos proferidos pelo alcaide aos nobres parlamentares. Impublicáveis!

Mas o que chamou atenção mesmo, foi a passividades dos vereadores que nada disseram e acataram a proibição.

 

CONVERSA CULTURAL NO COLÉGIO MODELO EM ITABUNA

O ator e dramaturgo Romualdo Lisboa participou da Conversa Cultural, realizada pelo Colégio Modelo Luis Eduardo Magalhães, em Itabuna. A atividade, que reuniu alunos, professores e membros da comunidade, faz parte do projeto Escolas Culturais, do Governo do Estado.

Romualdo Lisboa, que dirige o Teatro Popular de Ilhéus, um projeto que vem universalizando o acesso ao teatro, com apresentações no Sul da Bahia e em outras regiões do estado, dialogou sobre Mecanismos para Gestão das Projetos Culturais e a importância da arte na valorização da cidadania.

A diretora do Colégio Modelo, Ednailza Miranda, destacou que a presença de representantes de diversas manifestações culturais cria amplia os horizontes dos estudantes para além da atividade acadêmica, permitindo uma visão mais abrangente do papel que representam na sociedade.

Neste sábado, o Colégio Modelo promove a Gincana Cultural, com apresentações de dança pelos alunos e grupos da comunidade. A gincana encerra a Oficina de Dança, primeira atividade do projeto Escolas Culturais, que faz parte do Programa Educar para Transformar.

Escolas Culturais – O projeto Escolas Culturais integra o programa Educar para Transformar e tem como objetivo promover o protagonismo estudantil, além de reconhecer e requalificar a escola como um espaço de circulação e produção da diversidade cultural do Território de Identidade onde está inserida. O Colégio Modelo de Itabuna foi a primeira unidade da rede estadual a ter o projeto implantado. O projeto é executado em parceria entre a Secretaria da Educação do Estado com as Secretarias de Cultura (Secult) e da Justiça, Cidadania, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SJDHDS).

As atividades envolvem as áreas de dança, música, audiovisual e literatura e, além de Itabuna, que é a cidade pioneira, outras 85 unidades escolares da rede estadual, em 85 municípios, serão atendidas, com ações de requalificação e aquisição de novos equipamentos para projeção de audiovisual, apresentações artísticas e internet banda larga para o desenvolvimento de programas de rádio e ações de estímulo ao empreendedorismo.

DEPUTADO FÉLIX JR DIZ QUE FERNANDO GOMES É “UM PAU ROLADO”

O Deputado Federal Félix Mendonça Jr, concedeu entrevista nesta sexta-feira, 18, ao programa Você em Pauta, apresentado Por Linho Costa na Interativa FM. Ele foi acompanhado do ex-candidato a prefeito de Itabuna, Antônio Mangabeira e comitiva.

Foram abordados diversos assuntos como a coleta de lixo de Itabuna, a qual ele considera ser um problema do Ministério Público. “30% da população não está nem aí para as coisas erradas.”, argumentou.

Em relação as críticas que recebeu do prefeito de Itabuna, Félix Júnior foi enfático: “Fernando Gomes parece um “Pau rolado, pois está descendo o rio cachoeira. Era PTB, PMDB, DEM e agora PT”, disse o deputado.

AS FALÁCIAS DOS PLANOS PLURIANUAIS DOS MUNICÍPIOS.

Estamos exatamente vivenciando o período em que os municípios estão elaborando os
seus planos plurianuais municipais, o chamado PPA, que é um instrumento onde o
gestor municipal irá elaborar os programas, projetos e metas de governo. Trata de uma
lei quadrienal sujeita à aprovação do legislativo e que tem vigência, a partir do segundo
ano de um mandato e vai até o final do primeiro ano do mandato seguinte.

Desta forma, os municípios ficam obrigados a fazer um planejamento estratégico e obrigados posteriormente a seguir as diretrizes e metas estabelecidas no PPA. Até dia 31 de dezembro de 2017, encontra-se ainda em vigor o Plano Plurianual do governo municipal de Claudevane Moreira Leite e aí pergunta-se: quantos daqueles inúmeros projetos do seu plano de governo efetivamente foram cumpridos e os que foram executados tiveram efetivamente efeitos sociais?

Só para termos como exemplos que os PPAs municipais continuam sendo verdadeiras falácias políticas, temos o que segue: O projeto do plano do governo “Vane” intitulado DESENVOLVIMENTO URBANO E SUSTENTÁVEL cumpriu com o reordenamento urbano de Itabuna e humanização desta cidade? Assim como o projeto SANEAMENTO PARA TODOS, foi efetivamente cumprindo?

Houve nos últimos quatros anos a modernização da rede saneamento básico municipal, com finalidade de despoluir rios e canais que cortam os municípios. A resposta é bem simples basta ir à feira popular do Bairro São Caetano e todos verão um canal a céu aberto recebendo esgoto domiciliar e frutas e verduras bem próximo sendo comercializado. Mais desanimador quando fala do projeto de MOBILIDADE URBANA, TRANSPORTE DEMOCRÁTICO e CONVIVÊNCIA NO TERMINAL RODOVIÁRIO, pergunta: O que foi feito pela última gestão municipal? Tal projeto previa a construção do novo terminal rodoviário, visando a ampliação e melhorias das condições de trânsito e trânsito e mobilidade urbana. Da mesma forma, a população de Itabuna continua aguardando a implantação e execução deste projeto que é essencial para o desenvolvimento econômico de Itabuna.

Entramos agora para o governo municipal com o gestor municipal Fernando Gomes, que junto com a sua equipe tem elaborado o seu plano plurianual para os próximos quatros anos, que passara a vigora no ano de 2018 e se estenderá até 2021. E a primeira crítica que se faz nos dias atuais é inexpressiva, para não dizer a inexistência da participação popular na elaboração do próximo PPA. Quantas audiências públicas serão ofertadas pelo governo municipal, a fim de implantar a gestão participativa, a finalnde conta, todos os projetos são para gerar o bem-estar da população desta cidade.

A superintendência de estudos econômicos e sociais da Bahia registra que 74,27% do PIB do município de Itabuna, deve-se ao seu comercio e prestação de serviço e para este pujante desenvolvimento econômico continuar crescendo, vai depender e muito dos projetos, que agora estão até sendo elaborados em uma “gestão silenciosa” para próximos quatro anos.

Onde estão as audiências públicas, principalmente nos bairros, para discutir o saneamento ambiental, que compreende o abastecimento de agua, coleta de lixo, tratamento de esgoto, serviços de limpeza, controle ambiental de vetores e reservatórios de doenças? Onde está o debate para o encerramento lixão de Itabuna e a construção de um aterro sanitário, uma vez que na gestão do prefeito Fernando Gomes terá o prazo até dia 31 de julho de 2019, para fechar o lixão desta cidade, sob pena de pagamento de multa de milhões. Hoje são em média ainda são despejados cerca de cento e quarenta toneladas de lixo por dia, no lixão desta cidade. Seu plano de governo para os próximos quatros anos contemplará este fechamento e a construção do aterro?

Os Planos Plurianuais continuam sendo elaborados ainda com ínfima participação popular e criminosamente sendo descumpridos e a população continua aguardando os
efeitos sociais que não saem do papel. E as perguntas continuaram? Ou teremos respostas com efetivo cumprimento dos projetos elaborados, porque até então os PPAs
ainda são falácias políticas.

COMISSÃO EXECUTIVA DA REDE SUSTENTABILIDADE

BURACO NA RUA TIRA O SONO DE MORADORES

Um buraco na rua tem tirado o sono dos moradores da avenida Garcia no Centro de Itabuna. Chamado de “quebra-molas ao contrário”, quando chove vira uma armadilha. Segundo informações, a situação foi criada pela Emasa, que após uma intervenção, não fechou o local corretamente.

O secretário de desenvolvimento urbano de Itabuna, Patrick Olbera, garantiu ao Blog Ipolítica que iria resolver o problema nos próximos dias.

MOVIMENTO DOS PROFESSORES ALERTA PARA DESINTERESSE PELA PROFISSÃO

Os professores levaram a frente a mobilização para garantir a aposentadoria especial da categoria e já conseguiram adesões em vários pontos do Brasil para que chegue até o Congresso Nacional a voz que vem das ruas.

Professores lidam diariamente com a falta de material didático, de merenda, de salas adequadas, e condições para o bom funcionamento das escolas. As reivindicações passam também pelo não pagamento do piso salarial pela maioria dos municípios e estados brasileiros e pela disposição do plenário da Câmara dos Deputados em votar pela retiradas dos direitos conquistados.

Através do site nossoprofesspormerece.com.br,os voluntários de todas as categorias profissionais podem participar com assinatura digital.

O movimento pela aposentadoria no tempo certo, conquistado constitucionalmente e extensivo a todos os professores das redes pública, comunitária, privada e especial conquista adeptos e já ultrapassa os 22 mil apoiadores.

Otimista, uma das Coordenadoras, Cinthia Carvalho, diz que o Movimento cresce à medida que os  professores se atentam para proximidade da votação da Reforma da Previdência. “Os jovens se desinteressam pela profissão. As precárias condições de  trabalho e os baixos salários aliados à essa possibilidade de terem que trabalhar mais tempo para se aposentar afastam os candidatos à licenciatura. Já faltam professores de Matemática e Física em muitas escolas brasileiras. É o retrato da situação do magistério. Por isso, a categoria está empenhada em conquistar dias melhores”.

“NÃO ME REPRESENTA”, DIZ MINISTRO SOBRE PROGRAMA DO PSDB

O ministro das Cidades, Bruno Araújo (PSDB), escreveu texto criticando a peça produzida pelo marqueteiro Einhart Jácome: “O programa não me representa”. O ministro diz que a propaganda, que exalta erros cometidos PSDB, não “é justa com a história do partido”, indica a coluna Painel.

“A mudança na Executiva do PSDB ocorrida em maio deste ano tinha como objetivo levar o partido a uma transição consensual até a realização de novas convenções. O programa partidário exibido hoje não se enquadra nesse espírito”, escreveu Araújo, numa crítica direcionada a Tasso Jereissati.

Sem fazer referência direta aos que defendem a saída do governo Michel Temer, o ministro diz esperar que o presidente interino conduza o PSDB “dentro dos limites das decisões tomadas na legítima instância do partido, a Executiva Nacional”. E afirma que, após o impeachment de Dilma Rousseff, o PSDB segue “um caminho de compromisso e recuperação do país” e que o partido “tem ajudado a tirar o Brasil da crise”.