Charliane Sousa
Câmara Itabuna
Ubaitaba Inst novo
Buerarema
URUÇUCA
Bené
AABB no
Vidro Tech

ITABUNA: PREFEITO EXONERA SUBSECRETÁRIO DE SEGURANÇA E DIRETORIA DO HOSPITAL DE BASE

O prefeito Fernando Gomes exonerou nesta segunda-feira, o subsecretário de segurança, Washington Idilceu Bastos, da Secretaria de Segurança, Transporte e Trânsito. Hoje, também, ele exonerou os diretores do Hospital de Base, Márcia Rodrigues Santos Rabelo de Andrade, diretora-presidente da Fundação de Atenção à Saúde de Itabuna – FASI e Jorge Ribeiro, diretor administrativo-financeiro.

Zeltman Ubirajay Rabelo de Andrade Júnior, chefe da divisão operacional de execução de obras da secretaria de Desenvolvimento Urbano, também foi exonerado.

Leia mais...

ITABUNA: FERNANDO EXONERA IRMÃO DE CHICO REIS

Nesta segunda-feira, 5, o prefeito de Itabuna, Fernando Gomes, exonerou o irmão do presidente da Câmara de Vereadores, Chico Reis (PSDB) do cargo de procurador jurídico da Arsepi. Segundo informações, Gomes não gostou do posicionamento do vereador sobre o decreto municipal que reajusta o valor da tarifa do transporte público.

Reis assinou o documento e o decreto será debatido nesta segunda, às 14 horas, na Câmara de Vereadores. O presidente da Câmara também não compareceu a reunião convocada por Fernando Gomes nesta manhã, o que irritou ainda mais o prefeito.

 

Leia mais...

BAHIA: DOIS DEPUTADOS GASTARAM MAIS DO QUE A COTA PERMITIDA EM 2017

Dois deputados federais baianos gastaram mais do que podiam em 2017 com a cota parlamentar, utilizada para custear as atividades do mandato. Benito Gama (PTB) e Bebeto Galvão (PSB) utilizaram, respectivamente, R$ 472,6 mil e R$ 470,2 mil do chamado cotão no ano passado.

O gasto médio deles foi de R$ 39,38 mil e 39,19 mil. Contudo, o limite determinado pela Câmara é de R$ 39,01 mil para parlamentares da Bahia. Ambos usaram quase metade do valor com locação de veículos e divulgação da atividade parlamentar. O levantamento foi realizado pela Coluna Satélite, do Correio da Bahia, com base em informações no site da Câmara.

Leia mais...

ITABUNA: PREFEITO CONVIDA VEREADORES PARA FORMAR BASE

O prefeito de Itabuna, Fernando Gomes, convidou os vereadores para uma reunião agora há pouco em seu gabinete. De acordo com informações, a pauta era a formação de uma base com 14 vereadores, para dar sustentação ao governo. No entanto, apenas quatro vereadores compareceram, Ronaldão (PMN), Zico (PTC), Nel do Bar (PPS) e Antônio Cavalcante (MDB).

Toda essa articulação gira em torno da votação de logo mais, onde os vereadores vão se posicionar em relação a revogação do decreto municipal que reajusta a tarifa do transporte público de R$ 2,85 para R$ 3,30 (Relembre). A intenção do grupo governista é não dar quórum para votação.

Leia mais...

ITABUNA: FERNANDO GOMES COM DIFICULDADES NA EDUCAÇÃO

Prestes a dar início a tão falada reforma administrativa, com mudança de alguns secretários e diretoria do Hospital de Base, o prefeito Fernando Gomes tem encontrado uma grande dificuldade de encontrar um nome para uma das pastas mais problemáticas do seu governo, a Educação, hoje, comandada por Anorina Smith.

Fernando nunca escondeu de ninguém que o ex-secretário Gustavo Lisboa fosse seu nome preferido, até mesmo pela capacidade de “acalmar” os professores. Lisboa foi secretário de educação no último governo de Fernando (2005-2008) e permaneceu no governo do Capitão Azevedo (2009-2012).

O problema é que Gustavo Lisboa não aceitou o convite no início do governo, e agora, segundo fonte ligada ao próprio secretário, declinou novamente. O professor Edmundo Dourado, pai do vereador Beto Dourado (PSDB) foi sondado, mas também recusou o convite. Resta saber se o prefeito vai encontrar um nome de consenso ou vai permanecer com a atual secretária, desgastada pela retirada da Atividade Complementar (AC).

Leia mais...

ALIADO DE GEDDEL DIZ TER SIDO ENGANADO POR ELE

O advogado Gustavo Ferraz afirmou que o ex-ministro Geddel Vieira Lima explorou o fato de ser o mandachuva do MDB baiano para lhe solicitar que transportasse dinheiro, levando-o a acreditar que estava prestando um serviço para o partido, indica a coluna expresso da revista época. Ferraz foi preso após a Polícia Federal identificar vestígios de suas digitais em cédulas dos R$ 51 milhões apreendidos em bunker mantido por Geddel em Salvador.

“Geddel Vieira Lima utilizou de sua autoridade no PMDB (hoje MDB) para requisitar Gustavo Ferraz fizesse o transporte dos valores, fazendo com que este acreditasse que estava prestando um serviço ao partido, quando, na verdade, tratava-se de interesse pessoal”, afirmou a defesa de Ferraz em novo recurso enviado ao ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), na quinta-feira (1º), para que ele seja liberado da prisão domiciliar.

Fachin atendeu ao pedido na sexta-feira (2), liberando Ferraz também para o exercício de função pública.

Leia mais...

ITABUNA: FERNANDO QUER MUDAR LÍDER DO GOVERNO NA CÂMARA

O Prefeito de Itabuna, Fernando Gomes, não anda nada satisfeito com o seu líder na câmara de vereadores, Robinho (PP). Segundo o Blog do Bené, Gomes reprovou a atuação do atual líder no primeiro ano, e dois vereadores, Milton Gramacho (PRTB) e Antônio Cavalcante, do MDB, disputam o cargo.

Ainda segundo a publicação, em uma reunião com vereadores no ano passado, Fernando Gomes chegou a usar palavras ásperas contra o vereador Robinho. Quem presenciou o fato, afirmou que foi constrangedor. O vereador Ronaldão (PMN)foi sondado para o cargo, mas declinou do convite.

Leia mais...

PT TENTA CONVENCER PCDOB A NÃO LANÇAR MANUELA AO PLANALTO

O Partido dos Trabalhadores está tentando convencer os dirigentes do PCdoB a desistir de lançar Manuela D’Ávila como candidata ao Planalto. De acordo com a Coluna Expresso da Revista Época, os petistas querem o apoio dos comunistas à candidatura de Lula ou de quem substituí-lo na disputa. Em troca, prometem apoiar a candidatura de Manuela ao governo do Rio Grande do Sul.

Leia mais...

ITABUNA: A REPRESÁLIA DE FERNANDO GOMES

As consequências da reunião do prefeito Fernando Gomes e alguns vereadores de Itabuna, começam a aparecer. O bate boca com direito a chute em vaso de lixo e murros na mesa, ocorrido ontem, 1, que culminou com o estranhamento e rompimento entre o executivo e o legislativo, já afeta os serviços públicos da cidade.

Nesta sexta, serviços básicos, como poda de árvores, recuperação de ruas, varrição, enfim, todos os pedidos de providências e solicitações dos vereadores que foram para o embate, estão sendo negados e, segundo informações, só serão autorizados se o edil falar diretamente com a secretária de governo Maria Alice ou com o próprio prefeito. Todos os secretários já foram avisados da determinação. Hoje pela manhã, máquinas que faziam serviços no bairro Califórnia a pedido de um vereador, foram retiradas do local, sem nenhuma explicação.

Vale ressaltar que a briga se deu por que o grupo de vereadores questionou Fernando Gomes o porque de o projeto que autoriza a contratação de empresa para gerir a UPA do Monte Cristo ter sido aprovado em um dia, e no outro, já ter sido divulgada lista de pessoas contratadas para trabalhar nesta Unidade de Pronto Atendimento.

Leia mais...