Navegação na tag

FICC

ITABUNA: PR E CARLETTO COMEÇAM A LISTAR NOMES PARA A FICC

A Cúpula do Partido da República – PR esteve reunida nesta terça-feira, 9, na sede da Rota Transportes em Itabuna, com o Deputado Federal Ronaldo Carletto (PP), que deve mudar para o PR em março.

Segundo informações, conforme antecipou o Blog iPolítica (Relembre), a pauta da reunião foi a indicação do novo presidente da Fundação Itabunense de Cultura e Cidadania – FICC. Dois nomes foram ventilados, sendo um de uma mulher. O anúncio deve ser feito nos próximos dias.

ITABUNA: FICC PRETENDE GASTAR R$ 493 MIL COM BANHEIROS QUÍMICOS E TRIOS ELÉTRICOS

A Fundação Itabunense de Cultura e Cidadania – FICC pretende gastar R$ 493 mil somente com locação de banheiros químicos e trios elétricos. De acordo com publicação no Diário Oficial do Município, serão 500 diárias de banheiros modelo standard, 250 diárias de banheiros para portadores de necessidades especiais e 200 diárias do modelo luxo, totalizando R$ 193 mil. A FICC pretende gastar, também, R$ 300 mil com 30 diárias de trios elétricos, a R$ 10 mil cada.

ITABUNA: PR DEVE INDICAR NOVO PRESIDENTE DA FICC

As articulações políticas efetivadas no último bimestre do ano passado, já começam a aparecer. Segundo informações de fonte ligada ao partido, o PR – Partido da República, que deverá ser reforçado com a chegada de Ronaldo Carletto, deverá indicar alguns nomes para a reforma administrativa já anunciada pelo prefeito Fernando Gomes, sem partido.

Dentre estas indicações, a presidência da Fundação Itabunense de Cultura e Cidadania – FICC está em pauta para uma possível parceria com a Secretaria Estadual de Turismo, também comandada pelo PR, tendo José Alves como titular.

Ao Blog iPolítica, o presidente do PR em Itabuna, Edmilson Silva disse que não tem conhecimento ainda desta articulação, mas adiantou que estará em Brasília nos próximos dias para traçar as metas do partido no município com o Presidente  da legenda na Bahia, Deputado Federal José Carlos Araújo.

ITABUNA: COM DOIS MESES DE SALÁRIOS ATRASADOS, FICC PEDE “PACIÊNCIA” A OFICINEIROS

Se os oficineiros da Fundação Itabunense de Cultura e Cidadania – FICC já estavam revoltados com o descaso da gestão com dois meses de salários atrasados,sem sequer um posicionamento oficial, após uma reunião forçada, ocorrida na manhã desta quarta-feira, 8, com o presidente da Instituição, Daniel Leão, a situação ficou ainda pior.

De acordo com informações, Daniel Leão os deixou esperando por cerca de uma hora, para justificar o não pagamento dos salários a grave crise que o país se encontra e a queda na arrecadação das prefeituras. Daniel Leão disse também, que “é preciso um pouco mais de paciência e de compreensão por parte de todos os segmentos, inclusive de fornecedores, que estão com pagamentos suspensos por conta da falta de recursos”.

Os oficineiros estão organizando uma manifestação na porta da Prefeitura de Itabuna, no bairro São Caetano, com objetivo de conversar com a secretária de governo Maria Alice Pereira e com o Prefeito Fernando Gomes.

Em uma cidade em que a prefeitura paga somente de trabalhadores temporários a bagatela de  R$ 1.829.855,39, segundo dados do Tribunal de Contas dos Municípios – TCM, alguns sem nenhuma serventia, deixar de pagar os oficineiros que levam arte e cultura a crianças e jovens de Itabuna, menos de R$ 90 mil mensal, é no mínimo vergonhoso.

ITABUNA: FICC CONTINUA SEM PAGAR SALÁRIOS AOS OFICINEIROS

Os dias vão passando, mais um mês vai vencendo e os oficineiros da Fundação Itabunense de Cultura E Cidadania – FICC continuam sem receber o salário do mês de setembro. De acordo com um professor em conversa com o Você em Pauta, “a situação está cada dia mais difícil, pois estamos sem dinheiro do transporte pra ir trabalhar”, desabafou.

No final da tarde desta quarta-feira, 1, boa parte dos profissionais se reuniu para decidir os rumos a serem tomados nos próximos dias, já que não encontram da direção da FICC, nenhum posicionamento concreto sobre a questão. “Decidimos que continuaremos dando as aulas pois não temos o direito de prejudicar os nossos alunos desse projeto tão bonito e gratificante como é o casa das artes”, lamentou outro professor, ao programa.

O Projeto casa das artes foi criado em 2014, e já chegou a ter cerca de seis mil alunos matriculados, em várias unidades espalhadas pela cidade. Atualmente, o projeto foi reduzido, em número de unidade, de professores e de alunos.

A FICC não deu seguimento, também, ao programa Vivarte, também criado em 2014 com a finalidade de oferecer às crianças e aos adolescentes atenção especial visando uma qualidade de vida saudável por meio de atividades educativas.

ITABUNA: OFICINEIROS DA FICC ESTÃO SEM RECEBER SALÁRIOS DE SETEMBRO

A crise na atual gestão da Fundação Itabunense de Cultura e Cidadania – FICC, parece não ter fim. Ainda com dificuldades em quitar débitos antigos, eis que agora os oficineiros dos cursos de artes da instituição estão sem receber seus pagamentos do mês de setembro.

Alguns deles, tiveram sua carga horária reduzida, sob a alegação de corte de despesas, mas nem assim, foram pagos em dia. O Blog Ipolítica com muita dificuldade conseguiu contato com a FICC, que informou que aguarda a liberação de repasse da prefeitura para fazer a quitação dos pagamentos dos oficineiros. Ainda de acordo com a informação, não existe previsão alguma para isso acontecer.

Comenta-se que o presidente atual da FICC, Daniel Leão, não imaginava que fosse ter que gerir tantos problemas e intermediações.

NÃO ASSINATURA DE CONTRATOS, INVIABILIZOU RODADA DO INTERBAIRROS, DIZ A FICC

Um impasse na assinatura de contratos de árbitros com a Fundação Itabunense de Cultura e Cidadania – FICC inviabilizou a quinta rodada do Interbairros que seria realizada no domingo, dia 17, assegura a instituição por meio de nota.

Segundo o presidente da FICC, Daniel Leão, a quitação do débito com a Associação dos Árbitros de Futebol de Itabuna (AAFI) foi providenciada, porém, o representante da entidade não foi encontrado em tempo hábil para que se efetivasse o pagamento.

A FICC tratou de resolver o problema com o pagamento do débito no sábado, 17, sendo que os contratos ficariam para serem assinados na segunda-feira, 25, porém os responsáveis para receberem o pagamento não foram encontrados.

Ainda segundo a nota, a FICC adianta que o Interbairros volta a ser realizado normalmente na próxima semana.

FICC NÃO CUMPRE ACORDO E ÁRBITROS SUSPENDEM INTERBAIRROS

Os problemas na Fundação Itabunense de Cultura e Cidadania se sucedem em todas as áreas. Desta vez, os árbitros da Associação dos Árbitros de Futebol de Itabuna – AAFI, decidiram suspender os jogos da 5ª rodada do campeonato interbairros, neste domingo, 17, por quebra de acordo. Os jogos aconteceriam nos campos de Nova Ferradas, Santa Inês, São Lourenço, São Pedro, Daniel Gomes, Vila das Dores e Núcleo da Ceplac.

Segundo informações, em reunião no último dia 9, foi assumido o compromisso, com registro em ata, de quitar os pagamentos do profissionais, cerca de R$ 9 mil, até o último dia 11 de setembro. Os árbitros adiantam que agora, só assinam qualquer novo acordo com a FICC, após o recebimento de todas as rodadas do torneio já disputadas.

OS PROBLEMAS DO REI DA SELVA

O clima na Fundação Itabunense de Cultura e Cidadania (FICC) está selvagem. Além das reclamações dos músicos que tocaram e ainda não receberam o cachê do São Pedro, dos jogadores da seleção amadora que ameaçaram fazer greve, dos estudantes que estão enfrentando uma via crucis para  que a Fundação garanta os jogos estudantis, eis que agora, pra acabar de completar, o site da FICC saiu do ar por falta de pagamento. Do jeito que vai, já já Fernando Gomes sairá para um safari e nem o rei da selva escapará.

“NÃO TENHO APEGO A CARGOS”, DIZ PRESIDENTE DA FICC

O Presidente da Fundação Itabunense de Cultura e Cidadania, Daniel Leão, reconheceu que a instituição está em atraso com o pagamento de alguns artistas que tocaram no “São Pedro do Povo”, em julho e alguns fornecedores. Em conversa com o Blog Ipolítica, Leão garantiu que nas próximos dias todos os débitos serão sanados. “Alguns contratempos e repasses que atrasaram, mas que em breve tudo será resolvido”, afirmou.

Daniel Leão foi enfático ao dizer que não está preocupado com as críticas que vem recebendo de parte da imprensa, de pessoas ligadas ao governo municipal e até mesmo de funcionários da fundação. “Não Tenho apego a cargos”, disse, deixando claro que está no comando da FICC com intuito apenas de contribuir com Itabuna e administração municipal.