Preto no Branco
Câmara de Vereadores
Ieprol
Ubaitaba Inst novo
Buerarema
URUÇUCA
Vidro Tech
Navegação na tag

Jair Bolsonaro

ITABUNA: BABÁ CEARENSE AGUARDA DEFINIÇÃO DE BOLSONARO PARA SE PRONUNCIAR

Atento as movimentações do seu partido a nível nacional, o Vereador José Erivânio Sobreira, o Babá Cearense (PSL) afirmou ao iPolitica que só vai se pronunciar após definição da situação do Presidente Jair Bolsonaro em relação a saída ou não do partido.

Nos últimos dias, o clima entre o Bolsonaro e o Presidente Nacional da legenda, Luciano Bivar, se tornou insustentável. Na Bahia, a Presidente Estadual do PSL, Deputada Federal Dayane Pimentel, tem dito que não haverá debandada do partido e que tudo será resolvido.

Enquanto isso, a troca de farpas, insinuações e pedidos de auditoria vão ditando o imbróglio.

Leia mais...

RUI COSTA É APROVADO E BOLSONARO REJEITADO EM ITABUNA, INDICA PESQUISA

A pesquisa da Sócio Estatística, relata um dado a ser considerado na pesquisa, que é o peso do Governo do Estado e sua avaliação, que se traduz numa tendência do eleitorado em votar no nome que vier a ser apoiado pelo Governo. Segundo Agenor Gasparetto, “pelo menos em tese, uma vez que parece improvável um apoio incondicional.

Seguramente, dependerá do nome e de seu perfil. Nesse quadro marcado pela negatividade, esse é um dado a ser considerado por mais que eleições municipais sejam decididas por fatores locais”.

A pesquisa diz que, em Itabuna, a avaliação de Rui Costa é a seguinte: boa, 33,58%; ótima, 12,56%; regular, 35,32%; péssima, 11,69%; ruim, 3,48%. Não responderam, 3,36%. No levantamento, 56.72% dos entrevistados afirmaram que votaria em um candidato a prefeito de Itabuna apoiado pelo governador Rui Costa.

Gasparetto afirmou que, da mesma forma, mas no sentido inverso, a associação com o Governo Federal, em Itabuna, mantém uma avaliação com tendência ao negativo”. Para o diretor da Sócio Estatística, esse fato “poderá pesar negativamente ao nome que estiver associado”. A avaliação de Jair Bolsonaro em Itabuna é: péssima, 40,55%; regular, 30,35%; ruim, 11,10%; boa, 10,07%, e ótima, 5,35%. Não responderam, 2,49%.

Leia mais...

INVESTIGAÇÕES APONTAM FALHAS NA SEGURANÇA EM VIAGEM QUE RESULTOU NA PRISÃO DE MILITAR COM COCAÍNA

Investigações da Aeronáutica apontou que o sargento Manoel Silva Rodrigues, das Forças Aeras Brasileira – FAB, que fazia parte da comitiva presidencial que levava o presidente Jair Bolsonaro ao encontro do G20, no Japão, entrou na aeronave enquanto ela estava desligada e não passou pelos procedimentos de segurança previstos.

Equipes do Fantástico, Globo, tiveram acesso ao inquérito e viram que o militar teve acesso à aeronave três horas antes do voo, o que não é comum e chamou a atenção dos colegas militares. Na saída do Brasil, Manoel disse que estaria levando apenas uma mochila e um porta-terno, mas ao chegar em Sevilha, na Espanha, o militar já informou que trazia, em uma mala, doces e queijos para uma suposta prima.

O relatório ainda informa que o militar não passou por raio-x ou revista nas bagagens antes de decolar. Somente em Sevilha – a segunda escala da comitiva após uma parada técnica em Cabo Verde –, o militar precisou submeter a bagagem a um raio-x, que detectou presença de material orgânico na mala. Questionado, o sargento voltou a afirmar que levava queijo a uma prima que morava na Espanha. Com informações do G1.

Leia mais...

FILHO DE BOLSONARO CHAMA CRÍTICOS DE “RETARDADOS”

Um dos filhos do Presidente da República, Jair Bolsonaro (PSL), Carlos Bolsonaro, chamou os seus críticos de “retardados”. O vereador carioca, também do PSL, ironizou, em seu Twitter, dizendo  que os “retardados estão usando uma postando antiga para atacá-lo.

Na publicação, de outubro de 2015, Carlos Bolsonaro disse que todo mundo próximo ao ex-presidente Lula é envolvido em corrupção, menos o próprio.” É incrível como esse homem consegue ser puro no meio de tanto familiar ruim.”, postou. 

Leia mais...

BOLSONARO SANCIONA ORÇAMENTO DE 2019

O presidente Jair Bolsonaro sancionou, com vetos, a Lei Orçamentária Anual (LOA) para 2019 (Lei 13.808/19). O texto, aprovado no final do ano passado pelo Congresso, prevê um total de R$ 3,38 trilhões em despesas. Publicada no Diário Oficial da União desta quarta-feira (16), a lei prevê que o ano de 2019 fechará com deficit primário de R$ 139 bilhões, resultado igual à meta fiscal estabelecida para o ano.

Bolsonaro impôs dois vetos parciais à proposta orçamentária. Um deles na restruturação da carreira de servidores do Incra (Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária) e o outro relativo à de um fundo especial para investimento na área de modernização e inovação no Poder Judiciário.

O presidente terá que lidar com outro rombo nas contas. Isso porque a chamada “regra de ouro”, prevista na Constituição, proíbe que o governo se endivide para pagar despesas correntes, como salários e custos de manutenção. Nesse ponto, o orçamento ficou com uma insuficiência de R$ 248,9 bilhões, o que significa que as despesas do dia a dia vão superar as operações de crédito nesse montante.

Os investimentos públicos somam R$ 155,8 bilhões. Deste valor, R$ 119,6 bilhões correspondem ao orçamento das estatais. Os demais órgãos públicos vão investir R$ 36,2 bilhões. Desde 2004 o Orçamento não reservava recursos tão baixos para investimentos. Naquele ano, o saldo autorizado foi de R$ 34,2 bilhões. A proposta do governo veio com um valor ainda mais baixo, de R$ 26,5 bilhões. Durante a tramitação, o investimento subiu R$ 9,7 bilhões com as emendas apresentadas por deputados e senadores, que focam obras em suas bases eleitorais. Com informações da Agência Câmara.

Leia mais...

TERMINA NESTA TERÇA O PRAZO PARA BOLSONARO SANCIONAR ORÇAMENTO 2019

O prazo final para o presidente Jair Bolsonaro sancionar ou vetar a Lei Orçamentária Anual (LOA) de 2019 termina nesta terça-feira (15). Caso não ocorra a sanção presidencial do Orçamento aprovado no Congresso Nacional em dezembro a lei será dada como sancionada e passará a valer.

Se o presidente vetar parcialmente a lei (de acordo com o projeto enviado pelo Legislativo — PLN 27/2018), o trecho vetado não entra em vigor e volta para exame do Congresso Nacional. E Bolsonaro, então, deverá promulgar a parte aprovada do Orçamento no prazo de 48 horas. Caso isso não ocorra, o restante da LOA que não foi vetado retorna ao Congresso para ser promulgado pelo presidente do Senado.

Leia mais...

ATO “MENINOS DE ROSA E MENINAS DE AZUL” ESTÁ SENDO ORGANIZADO EM SALVADOR. DAYANE PIMENTEL VAI DE VERDE E AMARELO

Uma manifestação está sendo convocada para a próxima quinta-feira, 10, no Campo Grande em Salvador. Segundo os organizadores, o ato tem a finalidade de responder a “Nova era”, propagada pela Ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, Damares Alves.

Chamado de “Meninos De Rosa E Meninas De Azul ou Vamos Como Queremos!”, o ato é em alusão ao vídeo gravado na última quarta-feira, onde Damares, cercada por apoiadores, diz que o Brasil está em uma “nova era”, onde “menino veste azul e menina veste rosa”. Rapidamente, o vídeo viralizou nas redes sociais. Logo após, a Ministra disse que foi apenas uma “metáfora” e  “que meninos e meninas podem se vestir com o que se sentirem melhor”.

A Deputada Federal eleita pela Bahia, Dayane Pimentel (PSL), disse que vai estar presente vestindo verde e amarelo para representar a nova era e o “fim dos dias de luto que vivemos nos últimos anos, sobretudo o luto educacional.”, afirmou, também pelas redes sociais.

Leia mais...

ANGELA GANDRA MARTINS ASSUME SECRETARIA DA FAMÍLIA

Sócia do escritório de advocacia Gandra Martins e professora de Filosofia do Direito da instituição de ensino jurídico CEU Law School, a jurista e filósofa Angela Vidal Gandra Martins assume papel relevante no governo Bolsonaro, a partir deste ano: A Secretaria Nacional da Família, vinculada ao Ministério da Mulher, da Familia e dos Direitos Humanos. A jurista trabalhará ao lado da ministra Damares Alves, que foi empossada na última terça-feira (01/01).

Segundo Angela, os focos da pasta serão a erradicação da pobreza, conciliação, família, trabalho e a solidariedade intergeracional. “Estou muito entusiasmada com a oportunidade e desafio. Trata-se de algo pioneiro, com grande expectativa no fortalecimento do princípio da ordem social, que é a família, onde se desenvolvem as relações mais básicas”.

Angela é doutora em filosofia do Direito pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul, membro da Academia Brasileira de Filosofia e da Academia Paulista de Letras Jurídicas, professora do CEU Law School e do Mackenzie, em São Paulo. Filha do renomado jurista Ives Gandra Martins e irmã do ministro do Tribunal Superior do Trabalho (TST), Ives Gandra Martins Filho.

Leia mais...

EM EVENTO NOS EUA, HADDAD CRITICA SUBMISSÃO DE BOLSONARO A TRUMP

O ex-prefeito de São Paulo e candidato do PT nas eleições presidenciais deste ano Fernando Haddad criticou a submissão do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) às ideias do líder americano Donald Trump. Durante o evento “Brazil Talk: O Brasil após as Eleições“, na Universidade de Columbia-EUA, ele classificou o direcionamento da política externa como “cego e sem mediação”.

“Esse movimento do Brasil em direção aos Estados Unidos, de um acoplamento quase que sem mediação, cego – esse movimento ‘vamos fazer tudo o que os EUA quiserem, os Estados Unidos de Trump’ –, vai moldando uma nova ordem, vai comprometer conquistas que são caras do que a gente chama de Ocidente”, disse ele, durante a palestra.

Haddad também falou sobre a utilização das redes sociais, em diversos países, como plataforma de disseminação de mentiras que interferem no pleito eleitoral. Segundo ele, o PT não estava preparado para os ataques na última semana do primeiro turno, quando foram disparadas diversas notícias falsas em massa, via WhatsApp, contra o petista, alavancando sua taxa de rejeição em 20%.

“Aquilo definiu a eleição. A gente não tinha como reparar por completo aquele prejuízo”, afirma ele, que critica a falta de investigação contra o aplicativo de troca de mensagens. “Brasil, Estados Unidos, Reino Unido e Itália vivem no mesmo fenômeno de operação de rede. As ações do Facebook caíram e no WhatsApp, que possui um sistema de pessoa para pessoa, não há como rastrear, ou seja, podem fazer milhões de disparos com notícias falsas, mas sem identificar quem enviou”, finaliza.

Leia mais...

DEM VAI OUVIR PROPOSTA DE BOLSONARO ANTES DE DECIDIR APOIO AO GOVERNO

Diante da divisão do partido, o presidente do DEM,  ACM Neto, diz que vai primeiro ouvir as propostas do presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL) para o país, para só depois submeter à executiva nacional da sigla a tese de apoio formal ao novo governo, de acordo com a agenda que lhe for apresentada.

Segundo a Coluna Painel da Folha de São Paulo, o prefeito de Salvador vai se encontrar na quarta-feira (21) com Onyx Lorenzoni (DEM-RS), que vai comandar a Casa Civil. Uma ala do partido resiste a apoiar o novo governo e tem procurado desestimular a ideia, mas um grupo expressivo está pronto para aderir a Bolsonaro.

Leia mais...

BOLSONARO PRETENDE VIAJAR A BRASÍLIA PARA TRATAR DA TRANSIÇÃO COM MICHEL TEMER

O candidato do PSL à sucessão presidencial, Jair Bolsonaro, pretende viajar a Brasília para um encontro com o presidente Michel Temer caso seja eleito no próximo domingo, indica a Folha de São Paulo. A ideia é que ele se desloque na semana seguinte ao anúncio oficial, assuma pessoalmente a negociação da mudança de governo e apresente seus nomes para o grupo de transição. No encontro, que deve ser promovido no Palácio do Planalto, Temer pretende entregar a ele uma espécie de cartilha, explicando as regras do processo e destacando as suas realizações.

Ainda segundo a publicação, Temer pedirá na reunião que Bolsonaro mantenha as duas iniciativas que considera as marcas de seu governo: o teto de gastos e a reforma trabalhista. A equipe do candidato já se mostrou favorável a ambas, mas ressaltou que fará alterações pontuais para aperfeiçoá-las, como a criação de autorização legal para que os trabalhadores possam escolher seus sindicatos.

Leia mais...

ANTIPETISMO FAVORECEU O VOTO EM BOLSONARO NO PRIMEIRO TURNO, INDICA ENQUETE

Enquete realizada pelo Blog do Ricardo Noblat, nas redes sociais, aponta que o antipetismo foi o responsável para o voto dado a Jair Bolsonaro (PSL), no primeiro turno, para 65 % dos internautas. A imagem de honesto, ficou em segundo lugar com 21%, seguido de o combate a violência com 14%. Bolsonaro teve 49.276.990 votos, o que corresponde a 46,03 dos votos, ante 31.342.005 votos, 29,28% do seu oponente, Fernando Haddad do PT.

Leia mais...

BOLSONARO E HADDAD TRAVAM BATALHA DE REJEIÇÕES

O novo Datafolha indica que a polarização entre Jair Bolsonaro (PSL) e Fernando Haddad (PT) tende a desencadear uma batalha de rejeições cada vez mais acirrada. Os dois ostentam índices altos nos três maiores colégios eleitorais. De acordo com a Coluna Painel da Folha, em São Paulo, o deputado é rejeitado por 43%; o petista por 44%. No Rio de Janeiro, Bolsonaro marca 36%; Haddad 34%. Minas Gerais: 43% a 32%, respectivamente. Há, porém, uma má notícia a mais para o PT: os números de Bolsonaro estabilizaram nesses estados. Os de Haddad estão subindo.

Em comparação com a pesquisa anterior, a rejeição a Fernando Haddad Lula subiu de 38% para 44% entre os paulistas; de 31% para os atuais 34% entre os cariocas; e de 28% para 32% em solo mineiro. O Sudeste inteiro soma cerca de 63,5 milhões de eleitores. A âncora de Bolsonaro é mesmo a região Nordeste. Nela, a rejeição do deputado subiu de 56% para 61%. A de Haddad está entre as menores: 21%.

Leia mais...

MARINA AFIRMA QUE NÃO APOIARÁ NEM BOLSONARO E NEM HADDAD NO SEGUNDO TURNO

A candidata a Presidência, Maria Silva (REDE), fez embates diretos com o candidato do PT, Fernando Haddad, no debate promovido pelo SBT, UOL e Folha de São Paulo, nesta quarta-feira, 26. Em queda das pesquisas de intenção de voto, com 6%, segundo levantamento da CNI/Ibope divulgado ontem, Marina Silva tentou responsabilizar Haddad pelo governo Michel Temer.

A candidata lembrou que Haddad foi “pedir bênção” ao senador Renan Calheiros (MDB), um dos apoiadores do impeachment contra Dilma Rousseff (PT). “Quem botou o Temer lá foram vocês. Ele traiu a Dilma e não teria conseguido chegar à Presidência se não fosse a oposição”, rebateu o candidato do PT.

Marina disse ainda que num possível segundo turno entre o petista e Bolsonaro, ela não apoiaria nenhum dos dois. Em 2014, a candidata apoiou Aécio Neves (PSDB) no segundo turno contra a Dilma, que foi reeleita.

Leia mais...

‘ABRIU MÃO DE MUITA COISA PARA ENTRAR NESSA LUTA”, DIZ JAIR BOLSONARO SOBRE DAYANE PIMENTEL

A presidente estadual do Partido Social Liberal (PSL), professora Dayane Pimentel, participou da convenção nacional do seu partido, na manhã de domingo, 22, no Rio de Janeiro, que oficializou a candidatura do deputado federal Jair Bolsonaro, para presidente da República. Durante seu primeiro discurso como candidato a presidente, Jair Bolsonaro fez questão de citar a sua representante na Bahia como “uma grande professora, mãe, esposa, que abriu mão muita coisa, junto com sua família, para entrar nesta luta de buscar um Brasil diferente. Um Brasil que merecemos”.

Para a professora Dayane, que é pré-candidata a deputada federal pela Bahia e tem domicílio eleitoral e Feira de Santana, a oficialização do nome de Bolsonaro é a consolidação de um projeto que visa libertar o Brasil da esquerda que dividiu o país e destruiu valores morais.
“Hoje demos mais um importante passo para a libertação do povo brasileiro das garras de uma ideologia equivocada que destruiu os valores morais como a ética, a família, a hierarquia e a imagem do Brasil para o resto do mundo com tantos escândalos de corrupção e sua política que dividiu o brasil, que é essa esquerda com sua facção criminosa liderada pelo PT”.

Leia mais...