Navegação na tag

Lula

BOLSONARO SE IRRITA COM NOME DE LULA NAS PESQUISAS

O deputado federal Jair Bolsonaro (PSC) anda bravo com os institutos de pesquisas que incluem o nome do ex-presidente Lula nas entrevistas de intenção de voto, indica a Coluna Expresso da Revista Época. O presidenciável acredita que com o petista enquadrado na Lei da Ficha Limpa, por causa da condenação em segunda instância na Lava Jato,  é o líder na preferência dos eleitores.

Bolsonaro tentou impugnar no Tribunal Superior Eleitoral a mais recente pesquisa do Datafolha. Não houve tempo hábil para a análise do pedido antes da divulgação dos resultados. Os advogados dele propuseram a inclusão de um esclarecimento no levamento. O tribunal avalia o caso.

DEFESA DE LULA INSISTE NO PEDIDO PARA QUE MORO OUÇA TACLA DURAN

Os advogados do ex-presidente Lula voltaram a insistir ao juiz federal Sérgio Moro, nesta quarta-feira, 6, para que seja marcada audiência com o ex-advogado da Odebrecht Rodrigo Tacla Duran, atualmente foragido na Espanha, segundo o jornalista Fausto Macedo, do estadão.

A defesa do petista quer que Duran seja ouvido no âmbito de incidente de falsidade em que questiona a idoneidade documentos entregues pela construtora em seu acordo de colaboração. Duran tem afirmado que a Odebrecht apresentou documentos adulterados em sua delação premiada.

PDT NA TORCIDA PARA QUE LULA FIQUE FORA DA DISPUTA

A torcida do PDT para que o ex-presidente Lula fique fora da disputa ao Planalto é grande. Segundo a Coluna Expresso da Revista Época, o presidente da legenda, Carlos Lupi, sabe que Ciro Gomes pode herdar votos do petista.

Lupi diz: “Todo mundo tem de ter o discernimento sobre a hora de sair de cena. Lula já fez o que tinha de fazer”. Ele diz, também, que o ex-presidente do STF, Joaquim Barbosa, não deve encarar uma disputa e acredita em uma aliança do PDT com o PSB.

ALIADOS DISCUTEM DECISÃO DO PT CASO LULA NÃO POSSA SER CANDIDATO

Aliados do ex-presidente Lula defendem que o PT não indique outro candidato à Presidência no caso dele não poder concorrer. Segundo o jornalista Lauro Jardim, mesmo sendo líder com grande vantagem em todas as pesquisas de intenções de voto, o grupo acredita que a capacidade de transferência de votos de Lula é limitada e pode não ser suficiente para eleger um substituto. Contudo, o PT acredita e trabalha como certa a candidatura de Lula em outubro.

PT ORGANIZA PROTESTOS EM DEFESA DE LULA EM MAIS TRÊS CAPITAIS

O Partido dos Trabalhadores organiza protestos em defesa do ex-presidente Lula no dia 24 de janeiro em mais três capitais: Fortaleza, Salvador e Rio de Janeiro. De acordo com a Coluna Expresso, já estão programadas manifestações em Porto Alegre , onde ocorrerá, no Tribunal Regional Federal da 4ª Região, o julgamento do recurso do petista contra a condenação no caso do tríplex de Guarujá, e em São Paulo.

FERNANDO HADDAD É O PLANO B DE LULA, AFIRMA CÚPULA PETISTA

O ex-presidente Lula escolheu o ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad para coordenar seu programa de governo para as eleições em 2018, de acordo com a Coluna Radar Online. O aviso foi dado a quadros orgânicos do Partido dos Trabalhadores com um sonoro e claro recado de que Haddad é o nome preferido para disputar as eleições na eventual ausência de Lula.

Sendo assim, o ex-governador da Bahia Jaques Wagner, liderando todas as pesquisas, já pode se preparar para disputar uma das vagas do estado ao Senado em 2018.

PT VAI ORGANIZAR CARAVANAS PARA ACOMPANHAR JULGAMENTO DE LULA

O Partido dos Trabalhadores vai organizar caravanas para Porto Alegre para acompanhar o julgamento do recurso do ex-presidente Lula ao Tribunal Regional Federal da 4ª Região no processo do tríplex de Guarujá. O julgamento foi agendado para o dia 24 de janeiro. O petista foi condenado em julho pelo juiz Sergio Moro a nove anos e seis meses de prisão por corrupção e lavagem de dinheiro e recorreu da decisão.

A pretensão dos petistas, de acordo com a revista Época, é reunir na capital gaúcha mais militantes do que durante o primeiro depoimento de Lula a Moro em Curitiba, quando cerca de 7 mil pessoas se dirigiram à capital paranaense para apoiar o ex-presidente. Ainda de acordo com a publicação, o mote das caravanas, que contará com a participação de movimentos sociais, será a luta pelo direito do ex-presidente a disputar a Presidência da República nas eleições de 2018.

TSE REJEITA AÇÕES CONTRA LULA E BOLSONARO POR CAMPANHA ANTECIPADA

O Tribunal Superior Eleitoral julgou nesta terça-feira, 5, improcedentes duas representações da Procuradoria-Geral Eleitoral contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e contra o deputado Jair Bolsonaro (PSC por suposta campanha eleitoral antecipada. De acordo com a Folha de São Paulo, no caso de Lula, o julgamento foi 4 (pela improcedência da representação) a 3 (pela procedência). No de Bolsonaro, foi 5 a 2.

Em março, a Procuradoria-Geral Eleitoral entrou com representações no TSE pedindo para que eles fossem punidos pela divulgação de vídeos na internet com “menção expressa” a candidaturas para 2018.

DATAFOLHA: LULA MANTÉM LIDERANÇA. BOLSONARO SE ISOLA EM SEGUNDO

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) mantém a liderança para a Presidência, nas eleições do ano que vem em todos os cenários, segundo pesquisa Datafolha divulgada neste sábado, 2. Lula lidera com 34% e Jair Bolsonaro (PSC) o segue isoladamente com 17%. Marina Silva (Rede) aparece com 9% e empatados  na quarta colocação estão Geraldo Alckmin (PSDB) e Ciro Gomes (PDT), com 6%

Nesse cenário, Joaquim Barbosa tem 5% das intenções de voto, Alvaro Dias (Podemos) tem 3%, Manuela D’Ávila (PCdoB) 1%, Michel Temer (PMDB) 1%,  Meirelles (PSD) 1%, Paulo Rabello de Castro (PSC) 1%, branco/nulo/nenhum 12% e não sabe, 2%.

O instituto fez 2.765 entrevistas entre 29 e 30 de novembro, em 192 cidades. A margem de erro é de dois pontos para mais ou menos.

FACHIN NEGA PROSSEGUIMENTO DE RECURSO DE LULA CONTRA SÉRGIO MORO

O ministro do Supremo Tribunal Federal – STF, Edson Fachin, negou dar prosseguimento a um recurso dos advogados do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva contra o juiz Sergio Moro.  De acordo com a Coluna Expresso, a defesa do petista alegara que Moro não lhe permitiu acesso a apurações que tramitam em Curitiba decorrentes do acordo de delação premiada do casal Mônica Moura e João Santana.

O acordo com o casal de marqueteiros foi firmado pela Procuradoria-Geral da República. Trechos do material foram enviados à capital paranaense para a investigação de fatos relacionados a pessoas que não detêm foro.