Plansul
uruçuca novo
Emasa
Cerveja Je assunção
Buerarema
Ieprol

A AVENIDA MANOEL CHAVES QUE TEMOS E A QUE QUEREMOS – PARTE 2

Por Gilson Nascimento*

Após a publicação da parte 01 desse artigo no sábado, 28 (Relembre), recebi várias mensagens e telefonemas elogiando e dando sugestões para resolver os inúmeros problemas de acessibilidade da Avenida Manoel Chaves. Resolvemos então escrever um contêiner de propostas ao poder publico, sugestionando o como deve ser a avenida que queremos.

Primeiro devemos esclarecer que o principio da prioridade na segurança viária, nos ensina que o mais fraco terá precedência sobre o mais forte. Isso não é somente uma exigência do Código de Trânsito, mas também uma política pública que obedece à LEI Nº 12.587, de 03 de janeiro de 2012 que Institui as diretrizes da Política Nacional de Mobilidade Urbana.

Portanto, o pedestre como parte mais frágil do nosso sistema de mobilidade terá prioridade nas nossas sugestões mesmo porque entendemos que na primeira etapa da requalificação da Avenida Manoel Chaves, os espaços das bicicletas e dos automóveis já estão bem definidos, pavimentados e mais ou menos sinalizados.

No primeiro trecho (do quarteirão após passarela do álcool até quarteirão do Batalhão) existem aproximadamente 1,3 km de extensão de pista dupla e espaço de calçada dos dois lados. Sendo que um dos lados quase não existem calçadas, obrigando os pedestres a se arriscarem entre os carros ou se apoderarem da hoje implantada ciclovia. Do outro lado, embora a existência da calcadas, estas estão bastante irregulares necessitando requalificação, com vários buracos e o meio fio muito rebaixado.

Chamo atenção, para os equipamentos pólo geradores de tráfego: Complexo Educacional do Estado, Vila Olímpica, Estádio Luís Viana Filho, Clube dos Servidores Municipais – Usemi, Lar Fabiano de Cristo, Colégio da Policia Militar, 15º Batalhão e Fábrica da Penalty. Necessário instalar equipamentos de proteção e redução de velocidade, visando dar segurança e acessibilidade aos alunos, desportistas, idosos, trabalhadores, pessoas com deficiência e comunidade em geral que utilizaram esses espaços. Sugiro a implantação de passagens elevadas nos locais de grande fluxo de travessia, como também lombadas eletrônicas para redução da velocidade.

No segundo trecho (15º Batalhão até o trevo da BR-101) existem aproximadamente 1,2 km de extensão de pista, com ausência de calçadas ou calçadas sem acessibilidade, ocupadas por oficinas, construções irregulares, extensão de comércios e até garagem para veículos, dificultando trânsito de pedestres e sem nenhuma condição para as pessoas de baixa mobilidade. Necessário nesse trecho uma verdadeira restruturação, onde o poder publico devera utilizar sua força coercitiva para resolver o problema.

Por fim, enquanto a Prefeitura não conclui a obra por completo, oportunizando a acessibilidade a todos, sugerimos uma ação educativa conjunta entre o Pelotão de Ciclistas da Guarda Municipal com Diretoria de Educação de Trânsito da Settran. A ideia é, que em caráter temporário, possa existir o compartilhamento da ciclovia. Onde os ciclistas utilizariam no fluxo correto da via e os pedestres no contra fluxo, ambos com atenção, velocidade reduzida e atendendo o principio básico da segurança no trânsito: ver e ser visto.

*Gilson Nascimento
Bacharel em Administração
Especialista em Mobilidade Urbana e Transito
Pós graduando em Administração e Direito Público

3 Comentários
  1. Vânia+Maria Diz

    Gilson, até tento entender sua explicação ao inexplicável. Lamento que que todo esse discurso ao relatar o óbvio não fez antes ou aplicou para que fosse feito algo futuro. Inaugurar essa linda obra que fala em 2022. Seria o coerente e o Governo não ficaria desgastado nos primeiros meses de gestão. Lamentável! Mais não colou essa sua conclusão. Desculpe minha análise crítica. Desejo que façam um bom governo, amo minha terra chamada Itabuna.

  2. JUAREZ ANSELMO Brandão Diz

    Sucesso e boas idéias

  3. JUAREZ ANSELMO Brandão Diz

    Boas idéias Gilson, desejo que nosso prefeito Augusto Castro acate sempre

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.