Movimenta Bahia
CVR
diabetes
Buerarema
Plansul
COLÉGIO JORGE AMADO
Pref ilheus junho
Ieprol

A IMPORTÂNCIA DA EDUCAÇÃO FINANCEIRA PARA OS BRASILEIROS

Por Lorenna Bispo

Apesar de a Educação Financeira ser muito discutida no meio Business, ainda é pouco compreendida no âmbito da família brasileira. A educação é um pilar muito importante na vida do cidadão e no que diz respeito as finanças, esta se encontra presente no dia a dia de cada um, em cada tomada de decisão.

Sendo assim, a Educação Financeira é entendida como uma mudança de paradigma e hábitos em relação ao gerenciamento do dinheiro. Todos nós temos sonhos, e para alcança-los é necessário alinhar metas e objetivos de maneira consciente, principalmente em um momento inflacionário a qual se encontra a economia brasileira.

De acordo os dados do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), considerando o período de janeiro a setembro de 2022, o brasileiro está pagando mais caro para comer e beber (os dois segmentos acumulam inflação de 9,54%). Ainda no que se refere ao desempenho econômico brasileiro, o Fundo Monetário Internacional (FMI), estima que o Brasil vai crescer apenas 1%, em 2023, resultado muito abaixo da média dos países emergentes (3,7%) e da média global (2,7%). Somado a isso, os juros continuam elevados, o que significa que haverá reflexos negativos no crescimento e emprego nos anos seguintes.

Diante disso, a Educação Financeira vem como um divisor de águas, pois, além de ensinar como administrar as finanças de maneira adequada, e a realizar aplicações financeiras, o método disponibiliza meios para aumentar os rendimentos, ou seja, fazendo com que as pessoas consigam enxergar esperança em meio ao caos.

Exemplos de rendas extras que garantem uma folguinha no orçamento: 1) vender alimentos; 2) vender roupas e objetos que não usa mais; 3) alugar um quarto em casa (plataformas como o Airbnb tornam esse processo possível); 4) separar um cantinho de sua casa para cuidar de animais de estimação (baixe o aplicativo da Doghero e conheça mais sobre); 6) dar aulas online ou prestar consultorias; 7) revender produtos; 8) vender fotografias (vale muito a pena se especializar no ramo). Essas são algumas das possibilidades de obter uma grana extra para acrescentar ou desafogar. Destarte, é importante se atentar a economia e entender como ela nos afeta, pondo em prática os ensinamentos da Educação Financeira.

Para mais entendimento sobre o tema, procure um especialista no assunto: Lorenna Grasielle Silva Bispo, Economista com extensão em Administração Financeira

3 Comentários
  1. Fernanda Diz

    Acho de extrema importância essas dicas já que até que a economia comece a se estabilizar, momentos difíceis virão por aí! Tá de parabéns a economista em questão! Economia financeira é uma matéria que deveria ser abordada na educação desde o ginásio!

  2. Lorenna Diz

    👏🏻👏🏻

  3. Márcio Bahia Diz

    É muito importante estudar o tema, pois os próximos anos serão de arrocho e até q a economia brasileira se equilibre novamente os brasileiros deverão saber lidar com o quadro q se apresentar já pensando nos altos e baixos q venham a se apresentar.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.