Movimenta Bahia
CVR
diabetes
Buerarema
Plansul
COLÉGIO JORGE AMADO
Pref ilheus junho
Ieprol

“AS CURVAS DA MORTE PRECISAM ACABAR”, AFIRMA PRESIDENTE DO CIMA ANTÔNIO VALETE

Preocupado com os altos índices de mortes provocadas por acidentes nas curvas da BR-101 e BR-415, o presidente do Consórcio Intermunicipal da Mata Atlântica (CIMA) e Prefeito de Jussari Antônio Valete, irá protocolar junto ao Ministério de Infraestrutura, um pedido de providencia, para que um estudo seja realizado para avaliar possíveis erros técnicos no projeto da BR-101 e 415 nos trechos da curva do Rio Branco – Entrada do Município de Arataca, curva do Cassimiro – São José da Vitoria/ Buerarema e curva do Boi – Ibicarai/Itapé BR-415.

As curvas fechadas já levavam centenas de vidas desde a inauguração das BRs. Com os avanços tecnológicos acreditamos que seja possível fazer alterações nos trechos com maiores índices de acidentes, minimizando os riscos e consequentemente ajudando a salvar vidas.

De acordo com o Presidente do CIMA Antônio Valete, não podemos nos conformar com tantos acidentes e mortes em nossas BRs. “A cada família dizimada por acidentes fatais nessas localidades, cresce a necessidade de se fazer algo, já perdemos famílias inteiras em acidentes nas curvas citadas, a exemplo da família do Frei Vantuir, Jaime Roseira e a Esposa, o Ex. Secretário de Infraestrutura e Transportes de Camacan Euvaldo Mendes e tantos outros. Um levantamento feito pela PRF identificou 15 curvas consideradas muito perigosas nesse perímetro, entre elas estão a curva do Cassimiro com uma média de cinco acidentes por mês, a curva do Boi e de Rio Branco, com números similares, por isso é tão urgente buscarmos uma solução junto aos órgãos competentes”.

Para embasar o “Pedido de Providência” junto ao Ministério da Infraestrutura, na pessoa do Ministro Tarcísio Gomes de Freitas, o Prefeito Antônio Valete solicitou ao Superintendente da Polícia Rodoviária Federal da Bahia Virgílio de Paula Tourinho, os dados estatísticos com o quantitativo de veículos que transitam diariamente na BR 101 e 415 em períodos normais, feriados e verão, nos perímetros que correspondem ao Sul da Bahia, bem como dos acidentes e mortes ocorridos nas respectivas curvas.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.