Buerarema
Plansul
COLÉGIO JORGE AMADO
Pref ilheus junho
Ieprol

BAHIA FECHA TRIMESTRE COM REDUÇÃO DE 14,3% DE MORTES VIOLENTAS

A redução no número  de mortes em dezembro de 2021 em relação ao mesmo período de 2020 seguiu a tendência dos meses anteriores e fez a Bahia fechar o último  trimestre com os menores números de Crimes  Violentos Letais Intencionais  (CVLIs) do ano. No último trimestre, a diminuição  foi de 15%,  passando de 1487 casos para 1274 na comparação entre os dois anos. A diferença representa a preservação de 213 vidas no período.

A categoria – que reúne homicídio  doloso, latrocínio e lesão  corporal seguida de morte – apresentou diminuição no mês  de dezembro em todo o estado, passando de 467 casos em 2020 para 393 este ano. Em Salvador, a queda nos índices foi de 38,5% (de 117 para 72), e de 15% no interior, com redução de 313 para 266 mortes.

A tendência  de queda teve início ainda em outubro, quando os CVLIs passaram  de 522 em 2020, para 466 este ano (-22%), e seguiu em novembro, com a redução  de 18% (de 498, em 2020, para 415, em 2021).

“Esse é o resultado  de muito esforço, do envolvimento  das equipes policiais e dos investimentos  realizados ao longo do ano, unidos ao trabalho  de investigação e inteligência que ajudou a identificar os principais  grupos responsáveis  pelos crimes”, destacou o secretário  da Segurança  Pública,  Ricardo Mandarino.

Ele também reforça que a redução  do último mês também é reflexo das operações  executadas ao longo do ano, que já apresentaram resultados com as diminuições registradas em outubro em novembro.

“Com isso fechamos o último trimestre com índices menores do que os registrados no mesmo período que 2020. A expectativa  é que, em 2022, a gente ainda colha os frutos desse trabalho, e que segue de forma intensa em toda a Bahia”, finaliza o gestor.

Primeiro final de semana de 2022

O primeiro final de semana de 2022 manteve  a tendência  de queda, com diminuição de 22,9% nos casos de Crimes Violentos Letais e Intencionais  na Bahia,  comparado ao mesmo período de 2021.

Nos dias 1 e 2 de janeiro de 2022 foram computadas 27 ocorrências, contra 35 do ano anterior.  A Região Metropolitana de Salvador (RMS) – composta por 13 cidades – registrou o menor número de casos (3), seguido da capital (4) e interior (20).

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.