COLÉGIO JORGE AMADO
Buerarema
Pref ilheus junho
Plansul
Ieprol

BANCO DE SANGUE DA SANTA CASA DE ITABUNA ESTÁ COM ESTOQUE DE O- E O+ ZERADO; SITUAÇÃO É PREOCUPANTE

Com os estoques em situação crítica e zerado para a tipagem O- (doador universal) e O+, o Banco de Sangue da Santa Casa de Misericórdia de Itabuna (SCMI) não está conseguindo atender os hospitais e pacientes estão precisando desta tipagem. Mas a unidade está em estado de alerta devido ao baixo número de bolsas de sangue de diferentes tipos no estoque, a exemplo A-, B+, B- e AB-.

Os estoques vem sofrendo grandes quedas e não estão conseguindo se manter dentro dos limites seguros desde o início da pandemia. Além disso, a cidade enfrenta nesse período um surto gripal com aumento das doenças respiratórias que afastam os doadores. Outro agravante é que as cirurgias, os procedimentos hospitalares e as demandas transfusionais nos hospitais da cidade aumentaram nos últimos dias.

Incapacidade de abastecer os hospitais

De acordo com o captador do Banco de Sangue, Rosildo Ribeiro, o baixo estoque de ameaça cancelar cirurgias eletivas nos hospitais da cidade. “Cada vez mais pessoas precisam de doações, o que vem preocupando profissionais da saúde. Estamos fazendo um apelo para as pessoas estarem vindo fazer doação de sangue. Com apenas uma bolsa é possível salvar quatro vidas”, ressalta.

Diante da situação, não há a necessidade de agendamento para doação de sangue. Basta comparecer à sede, localizada no anexo do Hospital Calixto Midlej Filho, na rua Antônio Muniz, no bairro Pontalzinho. A unidade funciona de segunda a sexta-feira das 7 às 17h e não fecha para o almoço. Aos sábados o atendimento é das 7 ao meio dia. O telefone é o 73-3214-9126.

Quem pode doar

  • Pessoas entre 16 e 69 anos. Mas, atenção: se o candidato à doação de sangue tem entre 16 e 17 anos somente poderão doar se acompanhados dos responsáveis legais ou portando autorização formal. Maiores de 60 anos somente poderão doar caso já tenham realizado uma doação antes e apresente comprovante.
  • Quem tem e está com boa saúde;
  • Quem pesa acima de 50 kg;
  • Quem dormiu bem na noite anterior à doação;
  • Mulheres, mesmo se menstruadas ou em uso de anticoncepcionais.

Quem não pode doar

  • Quem teve hepatite após os 11 anos de idade;
  • Quem tomou a Vacina contra a COVID-19 deve aguardar 7 dias para doação;
  • Quem teve COVID-19 deve aguardar 30 dias após a Alta da quarentena;
  • Quem tem exposição a situações de risco acrescido para doenças sexualmente transmissíveis;
  • Quem teve gripe, resfriado ou diarreia nos sete dias anteriores à doação;
  • Quem ingeriu bebida alcoólica nas últimas 12 horas anterior à doação;
  • Quem já usou alguma vez drogas injetáveis;
  • Quem apresenta ferimento ainda não cicatrizado;
  • Quem estiver grávida ou em período de amamentação. Após o parto normal é necessário aguardar três (3) meses e após cesárea, seis (6) meses;
  • Quem fez qualquer exame endoscópico nos últimos seis (6) meses;
  • Quem fez cirurgia por laparoscopia, artroscopia ou exames de: endoscopia, colonoscopia ou broncoscopia; nos últimos seis (6) meses;
  • Quem fez tatuagem, maquiagem definitiva ou piercing nos últimos 12 meses;
  • Quem fez tratamento dentário recente (a pessoa pode ser impedida de doar por um período de 1 a 30 dias, conforme o caso).

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.