Ieprol – Matrículas Abertas – Desktop Mobile
Buerarema – Fevereiro Roxo e Laranja – Desktop/Mobile
Itajuípe – Dengue Novo – Desktop/Mobile
Plansul – 31 anos – Desktop/Mobile
AACRRI – Reconstrução PIX – Desktop/Mobile

CARNAVAL: CUIDADOS COM A PELE DURANTE A FOLIA

A temporada de Carnaval carrega consigo, além de muita alegria, também excessos. O dermatologista Erasmo Tokarski ressalta a importância de cuidar da pele durante a programação de folia, para evitar dermatites, queimaduras e problemas que atrapalhem a diversão do folião.

A primeira dica é a proteção contra o sol para quem deseja curtir os blocos de rua. “No Carnaval, as pessoas tendem a passar várias horas expostas ao sol e a proteção com o filtro solar é indispensável para evitar insolação e outros danos a longo prazo, como o envelhecimento precoce e câncer de pele”, indica o dermatologista Erasmo Tokarski.

Outra observação importante é sobre as pinturas de rosto, sucesso principalmente nos bailes infantis. É importante usar tintas específicas para a pele. “Quem usa tinta guache, por exemplo, está utilizando um produto com componentes que ressecam a pele. À medida que vai secando, ela provoca, no mínimo, uma sensação de desconforto e coceira, podendo causar irritação”, descreve o especialista. Para quem tem a pele sensível, o dermatologista recomenda fazer um teste com a tinta em uma pequena parte do braço e aguardar algumas horas. Se for observada alguma reação, a aplicação deve ser suspensa.

Na escolha da maquiagem, o ideal é que ela seja hipoalergênica, especialmente quando aplicada em crianças. Além disso, não se deve compartilhar rímel, lápis de olho e sombra, para não espalhar vírus e bactérias, causando conjuntivite e alergias. Os sprays de espuma também merecem atenção. Caso a criança tenha alguma reação, como vermelhidão e ardência, a área atingida deve ser lavada com água corrente. Em caso de persistirem os sintomas, é necessário procurar um atendimento médico.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.