Ieprol – Matrículas Abertas – Desktop Mobile
AACRRI – Reconstrução PIX – Desktop/Mobile
Plansul – 31 anos – Desktop/Mobile

CIMA APRESENTA PROJETOS A MINISTRA DO MEIO AMBIENTE MARINA SILVA E A CONVIDA PARA AGENDA PROPOSITIVA NO SUL DA BAHIA

O presidente do Consórcio Intermunicipal da Mata Atlântica (CIMA) Antônio Valete, participou de uma audiência com a Ministra do Meio Ambiente Marina Silva, em Brasília, articulada pelo Deputado Federal, José Joseildo Ramos (PT), onde foram apresentadas as problemáticas da região que constitui o CIMA e projetos que visam preservar e recuperar o meio ambiente e a Mata atlântica como por exemplo o Programa de Pagamento por Serviços Ambientais (PSA), já consolidado no município de Ibirapitanga e implantado no último ano município de Jussari.

Durante a audiência foram pleiteados aporte de recursos financeiros para fomentar e expandir o Programa PSA, tendo em vista a sua importância no combate às mudanças climáticas e a redução das emissões de carbono, assim como a recuperação de áreas e florestas degradas, inclusão da Reserva do Teimoso na Rota Cientifica de ações para o clima e um convite especial, uma visita ao Sul da Bahia para a construção de ações propositivas junto aos gestores do CIMA.

Entusiasta de ações de recuperação e preservação ambiental, o Presidente Antônio Valete falou da importância de um olhar diferenciado para a região, que está em uma localização estratégica, dentro do bioma da Mata Atlântica, possuindo uma grande quantidade de nascentes e de aldeias indígenas. “O CIMA é composto por doze municípios, em seis deles temos aldeias indígenas e uma vasta área de Mata Atlântica riquíssima em biodiversidade, mas que infelizmente nos últimos anos foi negligenciada, as consequências tem sido catastróficas, temos presenciado o avanço desenfreado do desmatamento e vivenciado uma grande instabilidade climática com enchentes em algumas áreas e seca em outras. O que estamos propondo é um trabalho coletivo entre o Ministério do Meio Ambiente, o Governo Estadual, o CIMA e os municípios, para juntos buscarmos soluções viáveis para esse problema que é de todos nós”, enfatizou.

Atualmente, o CIMA cobre uma área de aproximadamente 8.500 Km² envolvendo doze municípios com características que se completam, reunindo uma população de mais de duzentos mil habitantes e economia mista com raízes na agricultura, com significativa presença da cacauicultura com base no sistema Cabruca e Sistema Agroflorestal, turismo e comércio. O consórcio reúne ainda três Reservas Federais importantíssimas: REBIO de Una; Parque Serra das Lontras (Arataca e São José) e RESEX de Canavieiras. Além de duas APAs: APA do Lapão (Santa Luzia) APA Vale das Cascatas e dezenas de RPPNs entre elas a Reserva Natural da Serra do Teimoso no munícipio de Jussari.

A ação propositiva evidência também os quarenta mil produtores de cacau que ajudam a fomentar a economia regional e a preservação ambiental.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.