FICC
Shopping
CVR
diabetes
Buerarema
Plansul
COLÉGIO JORGE AMADO
Pref ilheus junho
Ieprol

COPA: EUROPEUS NÃO USARÃO FAIXA CONTRA PRECONCEITO POR MEDO DE SANÇÕES

Sete seleções europeias anunciaram, nesta segunda-feira (21), que seus respectivos capitães não utilizarão as braçadeiras de apoio à comunidade LGBTQIA+ e contra o preconceito na Copa do Mundo do Catar. De acordo com as federações, o motivo seria evitar que os jogadores sejam alvos de possíveis sanções disciplinares.

As federações da Alemanha, Bélgica, Dinamarca, Holanda, Inglaterra, País de Gales e Suíça emitiram uma nota em conjunto, em que afirmam que “a Fifa tem sido muito clara que vai impor sanções esportivas se nossos capitães usarem as braçadeiras no campo de jogo. Como federações nacionais, não podemos colocar nossos jogadores em uma posição na qual poderiam enfrentar sanções esportivas, incluindo cartões. Então, pedimos aos capitães que não tentem vestir as braçadeiras nos jogos da Copa do Mundo”.

A utilização da braçadeira tem dado o que falar nos últimos dias. Harry Kane, atacante da Inglaterra, seria o primeiro a utilizar a faixa One Love, em sua estreia contra o Irã nesta segunda. Depois da partida, as federações iriam tomar suas decisões sobre continuar ou não utilizando o item, dependendo da forma como a Fifa reagiria com os ingleses.

Entretanto, as seleções mudaram de ideia antes do jogo, uma vez que o assunto causou nos bastidores.

“Estamos muito frustrados com a decisão da Fifa, que acreditamos que é sem precedentes. Escrevemos para a Fifa em setembro informando nosso desejo de vestir a braçadeira One Love para apoiar ativamente a inclusão no futebol, e não tivemos resposta. Nossos jogadores e treinadores estão desapontados. Eles são fortes apoiadores da inclusão e irão mostrar seu apoio de outras formas”, afirmaram na nota.

O regulamento da Copa do Mundo coloca a faixa de capitão dentro do equipamento fornecido pela Fifa aos times. Além disso, as regras definem que nenhum item do uniforme ou equipamento contenha mensagens políticas ou religiosas. O descumprimento dessas normas pode acarretar em multas ou punições desportivas, como cartão amarelo.

fonte: Metropoles

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.