Ieprol
Ubaitaba Inst novo
Buerarema
URUÇUCA
Vidro Tech

DIREÇÃO DO PSL DIVIDIDA ENTRE EXPULSÃO E SUSPENSÃO DE ALIADOS DE BOLSONARO

O PSL está dividido com respeito às medidas a serem tomadas em relação aos deputados aliados de Jair Bolsonaro. Segundo a Coluna de Mônica Bérgamo, na Folha, Uma parte da direção do partido defende a expulsão. A outra prefere a suspensão.

Se acordo com a Coluna, a expulsão poderia gerar um debate no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) sobre a possibilidade de os deputados rechaçados entrarem em outro partido. Já a suspensão os transformaria em “zumbis”, na palavra de um dirigente. Eles permaneceriam na legenda, mas sem poder desenvolver nenhuma atividade de destaque no Parlamento.

Os processos começam a ser analisados pelo conselho de ética do PSL no dia 19. Até 17 parlamentares, federais e estaduais, poderão sofrer alguma punição. Entre eles, Eduardo Bolsonaro, filho do presidente.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.