COLÉGIO JORGE AMADO
Buerarema
Pref ilheus junho
Plansul
Ieprol

EM ILHÉUS, VICE-GOVERNADOR LEÃO E EMBAIXADOR DA UNIÃO EUROPEIA TRATAM DA LIBERAÇÃO DE R$ 6 MILHÕES PARA AFETADOS PELAS CHUVAS NA BAHIA

A liberação de recursos da ordem de R$ 6,3 milhões, providos pelos fundos de emergência da União Europeia para apoiar a população afetada pelas fortes chuvas que atingiram os estados da Bahia e Minas Gerais no início deste mês, foi discutida nesta segunda-feira (31), em Ilhéus, durante reunião entre uma comitiva do governo do estado liderada pelo vice-governador João Leão, secretário do Planejamento, o embaixador da União Europeia no Brasil, Ignacio Ybáñez, e representantes da Rede Cáritas. Além de Ilhéus, Itabuna, Itajuípe, Itamaraju, Jucuruçu e Dario Meira, na Bahia, além de Palmópolis e Rio do Prado, Minas Gerais, serão beneficiados.

O vice-governador João Leão elogiou o gesto da União Europeia, que descreveu como humanitário. “É com gratidão que acompanhamos este gesto humanitário da comunidade europeia diante do nosso povo que foi tão gravemente atingido pelas chuvas no início do ano e que precisa de todo apoio possível para reconstruir suas vidas”.

Ignacio Ybáñez falou sobre os esforços realizados desde o início do ano para ajudar estas populações. “Ainda no início de janeiro a Comissão Europeia decidiu mandar para cá especialistas para conhece a situação. A primeira decisão foi uma ajuda rápida à Cruz Vermelha, pensamos que era uma ajuda que poderia ter um efeito muito direto e essa ajuda foi de 100.000 Є (euros). Após a visita tivemos a oportunidade de falar com as autoridades e com os nossos parceiros, a Cruz Vermelha e Cáritas, da Igreja Católica, e realmente comprovamos que eles poderiam ser os instrumentos a usar nesta situação, já que são instituições que estão muito próximas às pessoas que sofrem este tipo de situação. Os esforços deste projeto são justamente para ajudar as pessoas mais necessitadas. Este projeto agora vai se desenvolver em dez municípios, oito na Bahia e dois em Minas Gerais”. Os recursos serão destinados a 1 mil famílias, um total de 24 mil pessoas, com objetivo de atender às necessidades mais urgentes como pagamento de aluguel, alimentação, material de construção e itens básicos não alimentares. As famílias receberão uma única prestação de 500 Є, o equivalente a R$ 3 mil.

O projeto contribuirá ainda para a melhoria de pelo menos três instalações de abrigos de emergência, nas áreas mais afetadas, que deverão ser mantidas em médio prazo. As ações incluem a compra de itens básicos, como camas e colchões, mas também a melhoria das infraestruturas de saneamento e cozinha. A ação irá melhorar o acesso às medidas de proteção para grupos que tendem a estar mais expostos a riscos, como mulheres, crianças, idosos e pessoas com deficiência.

Os grupos beneficiários são selecionados com base em suas necessidades. Serão priorizados: mulheres chefes de família; domicílios com crianças, adolescentes, idosos e pessoas com deficiência e comorbidades; domicílios sem renda ou de baixa renda, segundo critérios do sistema nacional de coleta de dados e identificação de domicílios vulneráveis assistidos por programas federais de assistência social (CadÚnico); pessoas residentes em periferias ou centros urbanos, bem como comunidades rurais e ribeirinhas; comunidades indígenas e quilombolas; agricultores de pequena escala que perderam seus meios de subsistência; pessoas vulneráveis residentes em municípios em que foi declarado estado de emergência; e pessoas desabrigadas ou deslocadas, que estão recebendo subsídios de aluguel social.

Além do vice-governador, a comitiva reuniu a secretária estadual da Ciência, Tecnologia e Inovação, Adelia Pinheiro, o senador Jaques Wagner, o deputado estadual Eduardo Salles e ex-prefeito de Ilhéus Jades Ribeiro. O prefeito de Ilhéus, Marão Alexandre, a gerente de Programas da Cáritas Suiça no Brasil, Rebekka Reischmann, e a coordenadora Nacional da Cáritas Brasileira, Valquiria Lima, também participaram do encontro.

Ainda nesta segunda, a comitiva europeia visitou as comunidades de Vila Cachoeira e Banco da Vitória, ambas afetadas pelas enchentes em Ilhéus. Nesta terça-feira (1°), a comitiva seguirá para Itabuna, onde após se reunir com o poder público municipal de Itabuna e Itajuípe e outras entidades envolvidas na resposta emergencial, visitará comunidades afetadas pelas enchentes no município.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.