Ieprol – Matrículas Abertas – Desktop Mobile
AACRRI – Reconstrução PIX – Desktop/Mobile
Plansul – 31 anos – Desktop/Mobile

EMPRESÁRIO BAIANO DESCOBRE PROVÍNCIA DE MINÉRIO NÍVEL PRÉ-SAL NO SUDOESTE DO ESTADO

O minerador e empresário João Carlos Cavalcanti, conhecido como JC, descobriu no sudoeste baiano uma província mineral com valor comparável ao pré-sal brasileiro. A descoberta foi oficializada durante audiência com o presidente Michel Temer, no Palácio do Planalto, no último dia 4 de setembro.

Com reservas de minério de ferro, maganês, zinco, cobre, bauxita, fosfato, grafeno e outros minerais, a província está concentrada em mais de 32 municípios e se estende por uma área superior a 12 mil km².

O presidente já orientou que Ministério de Minas e Energia analise os estudos realizados na nova província e providencie as permissões para exploração.

Cavalcanti foi responsável pela descoberta da jazida ferrífera de Caetité, considerada a maior do século XXI. Ele também descobriu uma reserva de neodímio na cidade de Serra do Ramalho, única no Brasil, inicialmente estimada em oito bilhões de dólares.

Na última semana, o Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA) anulou a decisão que havia condenado JC a pagar uma indenização de 295 mil reais a Paulo Souto (DEM).

A decisão favorável ao ex-governador, que se sentiu ofendido com uma declaração do empresário, foi do juiz Paulo Albiani, da 10ª Vara cível e Comercial de Salvador. Anulada, a ação volta agora à estaca zero.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.