Plansul
uruçuca novo
Emasa
Cerveja Je assunção
Buerarema
Ieprol

FUTEBOL E ELEIÇÃO: A LÓGICA DO CONFRONTO NO DISCURSO POLÍTICO

Por Andreyver Lima*

Futebol e eleição são como uma caixinha de surpresas, tem suas próprias torcidas e estão profundamente ligados à nossa cultura e história. Usar analogias esportivas num discurso político, por exemplo, facilita a compreensão do público e são frequentemente usadas como forma de persuadir os eleitores.

Talvez por essa similaridade com o esporte, vemos na sociedade brasileira pautas políticas sendo tratadas como um Fla x Flu. Contudo, uma análise nos discursos proferidos por líderes políticos, revelam muito mais do que apenas a mensagem dita, mas nos permite observar o direcionamento ideológico de quem emite a mensagem.

É nessa lógica, que o atual presidente põe dúvidas ao sistema eleitoral, que desde 1996 elegeu de vereadores a presidentes, promovendo mudanças no cenário político, antes impossíveis num sistema de votos impresso.

No futebol brasileiro, sempre tivemos jogadores de confronto, embates fortes que em algum momento de sua carreira, levaram cartão vermelho, um alto nível de punição, que nesse caso é a expulsão do jogo. Dentro de uma disputa, como eleição e futebol, é preciso respeitar as regras, dentro das quatro linhas da Constituição, não permitindo que furem a bola e se acabe o jogo, onde neste caso, quem perde é a torcida.

*Andreyver Lima é jornalista, comentarista político na Boa FM e âncora do Programa Café iPolítica no Canal iPolitica Bahia no YouTube

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.