Ieprol – Matrículas Abertas – Desktop Mobile
AACRRI – Reconstrução PIX – Desktop/Mobile
Plansul – 31 anos – Desktop/Mobile

GERALDO CALAZANS JÚNIOR FALA AO CAFÉ IPOLÍTICA SOBRE PRÉ-CANDIDATURA E AS REAIS FUNÇÕES DE UM VEREADOR

Ele é advogado, professor universitário, com um conhecimento bastante aprofundado da política, seus bastidores e como ela se organiza no campo democrático dos pleitos eletivos. Não à toa, resolveu transferir os debates sobre as mazelas sociais do escritório e das salas de aula para o cenário onde, segundo ele, é o ‘palco’ onde o debate precisa realmente acontecer e onde as soluções se encaminham.

Aqui, fala-se do advogado Geraldo Calazans Júnior, ele que já atuou também como assessor jurídico da Câmara de Itabuna, assessor parlamentar e, em eleições anteriores, tinha o tempo necessário para se distanciar um pouco das causas cíveis e de direito do consumidor para prestar assessorias sobre direito eleitoral. Agora, filiado a um partido recém surgido, o PRD (Partido Renovação Democrática), homologado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), coloca o seu nome para análise do eleitorado na perspectiva de conquistar uma das cadeiras de vereador.

Em entrevista concedida nesta quarta-feira ao podcast Café iPolítica, Calazans Júnior contou que projeta sua caminhada juntamente com a pré-candidatura de deputado estadual Fabrício Pancadinha (SD) a prefeito, num projeto que não é de agora e que vem desde quando o deputado ainda era vereador.

Falou sobre a importância do papel do vereador e dos desvios de finalidade que tem observado na atual legislatura, observado que grande parte dos atuais edis estão mais preocupados em tirar fotos de obras da prefeitura como se fossem suas do que em legislar e fiscalizar as ações do poder executivo, “real função de um vereador”, disse, citando inclusive a figura do ex-vereador Carlito do Sarinha (in memorian) que, em suas palavras, mesmo sendo da base dos prefeitos, mantinha um mandato fiscalizador de fato.

Defendeu a pré-candidatura de Pancadinha e explicou o porquê, colocando inclusive o último dos projetos mais grandiosos do deputado, qual seja o Arraiá na Comunidade, quando propôs que os itabunenses e brincantes dos festejos juninos saíssem das áreas centrais da cidade e fossem para dentro da periferia, numa festa que foi realizada com grandiosidade, valorizando os moradores da localidade e demonstrando que bairros periféricos têm pessoas de bem morando lá.

Avaliou também o Ita Pedro 2024, promovido pela Prefeitura de Itabuna e que será realizado a partir do próximo dia 27 de junho. Disse que se trata de uma ação propositiva que merece ser continuada, mesmo que seja com outro gestor. A única ressalva que fez se volta para uma maior transparência dos investimentos e dos critérios para escolha das atrações.

Ao final da entrevista, falou ainda de sua relação com o também pré-candidato a prefeito Capitão Azevedo (UB), voltou a comentar da câmara que ele classificou como com ‘déficit de representatividade’ porque não discute os problemas mais efêmeros da cidade. Exemplificou com a questão do estacionamento rotativo, a Zona Azul. “A Câmara só tomou uma atitude quando a população começou a brigar”, disse.

Sobre o vereador que gostaria que saísse para que ele se elegesse, evitou citar nomes, foi bastante diplomático, mas não deixou de dizer que, “se for para trocar, vamos trocar todo mundo”.

A entrevista completa, com esses e outros temas pode ser assistida no canal iPodcasTV, no YouTube, onde pontualmente às segundas, terças, quartas e sextas, o podcast Café iPolítica vem fazendo entrevistas com pré-candidatos e pré-candidatas à vereança de Itabuna, Ilhéus e região, sempre às 18h. Os apoios são da Arrazze Camisetas, Colégio Ieprol, Supermercado Leal, Grupo Coroa (com a água mineral Campinho com e sem gás e os energéticos Bad Wolf), Leal Classic Hotel, Soluz Materiais Elétricos e Hidráulicos, UNEX Universidade de Excelência e Boteco Gaúcho.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.