COLÉGIO JORGE AMADO
Buerarema
Pref ilheus junho
Plansul
Ieprol

ILHÉUS: BEBÊS NASCIDOS NO MATERNO-INFANTIL GANHAM MUDAS DE PAU-BRASIL DOADAS PELA UESC COMO SÍMBOLO DE VIDA E DE VALORIZAÇÃO À PRESERVAÇÃO AMBIENTAL

Desde ontem, segunda-feira (20), a família de toda criança nascida no Hospital Materno-Infantil Dr. Joaquim Sampaio, em Ilhéus, passou a ganhar uma muda de pau-brasil com a sugestão de que possa ser plantada no quintal ou próximo de casa, como símbolo da vida e da resistência e em defesa do meio ambiente. A parceria é do hospital com a Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC), através da Pró-Reitoria de Extensão (Proex) e o seu projeto de extensão Horto-Florestal. Ontem à tarde, uma solenidade na área externa do HMIJS marcou o início da parceria. O ato contou com a participação de diretores do hospital; do reitor da UESC, Alessandro Fernandes; do vice-reitor, Maurício Moreau; do pró-reitor de Extensão, Neurivaldo Filho, dentre outros.

De acordo com o reitor da UESC, Alessandro Santana, o objetivo da ação é conscientizar as novas gerações sobre a importância da preservação do meio ambiente através do plantio de essências nativas do bioma Mata Atlântica. O projeto tem início com a doação de 500 mudas de pau-brasil cultivadas no viveiro de mudas da UESC. Para a diretora do hospital materno-infantil, Aline Costa, a iniciativa também traz o simbolismo do compromisso com a qualidade de vida e com o futuro das gerações que, também, são a essência da política de acolhimento e humanização adotada pelo hospital, administrado pela Fundação Estatal Saúde da Família (FESF SUS). Incentivadora da parceria, a diretora-médica Esther Vilela, ressaltou o compromisso de valorização da vida e disse que esta parceria com a UESC tem um importante significado: comemorar e valorizar cada vez mais a vida.

Nativo das Florestas Tropicais da costa brasileira, o pau-brasil chegou a entrar em processo de extinção com a exploração dos portugueses no início da colonização do Brasil. É considerada uma árvore de madeira nobre e pode atingir de 5 a 20 metros de altura. Possui flores amarelas com o centro vermelho com a presença de espinhos nos caules mais jovens. A palavra Brasil significa “vermelho como brasa”, de onde derivou o nome do país. Em 1969 o presidente Jânio Quadros decretou oficialmente o pau-brasil como árvore símbolo do país.

Oito mães que receberam alta médica durante a tarde participaram do ato simbólico. Dentre elas, Maria Milena, mãe de Maria Ísis. “Estou maravilhada e emocionada com essa homenagem. Minha filha vai crescer e lembrar de onde e como o nascimento dela foi positivamente marcado”, disse, ao receber a muda de pau-brasil. “Esse gesto tem a representação da vida”, reconheceu. A muda recebida, segundo Maria Milena, será plantada no quintal da própria casa ou no sítio do avô. “Ainda vamos decidir. Mas o que importa mesmo é que será perto da gente para ela saber sempre que passar por esta árvore, que ela representa a sua história e juntas vão crescer para ajudar na construção de um mundo melhor”.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.