Ieprol – Matrículas Abertas – Desktop Mobile
Buerarema – Fevereiro Roxo e Laranja – Desktop/Mobile
Plansul – 31 anos – Desktop/Mobile
Itajuípe – Dengue Novo – Desktop/Mobile
AACRRI – Reconstrução PIX – Desktop/Mobile

ILHÉUS: JERBERSON JOSUÉ FALA DE ADÉLIA PINHEIRO COMO IMPOSIÇÃO; “TUDO FOI FEITO E DECIDIDO EM SALVADOR”

Das frases lançadas pelo ativista político Jerberson Josué, ex-integrante do quadro histórico do PT de Ilhéus, dentro do podcast Café iPolítica dessa quinta-feira,11/04, ficaram os registros de quem teve o sentimento de uma trajetória política que foi desrespeitada.

Para ele, a escolha de pré-candidatos, notadamente no PT, sempre se deu através dos consensos de debates. “Já vi plenárias do PT em que as diversas correntes chegavam a jogar cadeiras uma contra as outras, mas, ao final dos resultados, todos nós nos uníamos em busca dos resultados positivos, mesmo entendendo as histórias de pré-candidaturas que o partido teve no passado e que deveriam servir de lição”.

Jerberson Josué, Pedro Arnaldo Martins, Ricky Mascarenhas e Naty Almeida (Foto: Vini Santana/iPolítica)

E ilustrou com as eleições em que o partido insistiu por candidaturas próprias e acabava saindo enfraquecido. Citou a então candidatura para prefeita de Ilhéus da professora Carmelita, em 2016, cujas caminhadas de campanha tinha “meia dúzia de gatos pingados” (palavras dele).

Questionado sobre como a professora Adélia Pinheiro (PT) chegou à condição de pré-candidata a prefeita, disse que sua filiação sequer aconteceu em Ilhéus. “Tudo foi feito e decidido em Salvador”, disse.

Tendo saído do PT por não concordar com as imposições, Jerberson ainda se posicionou pelo apoio ao pré-candidato Bento Lima (PSD), anunciado recentemente pelo prefeito Mário Alexandre (“Marão”, PSD), como o nome do grupo que atualmente administra a cidade.

Disse que reconhece no nome de Bento a mesma força que Rui Costa teve nas gestões do então governador Jaques Wagner. “Rui era o homem dos bastidores da gestão de Wagner; e Bento é a pessoa dos bastidores da gestão de Marão. Conhece a cidade, seus problemas e os caminhos para solucioná-los. Então, acredito no nome de Bento para dar continuidade ao trabalho de Marão”, concluiu.

Jerberson ainda fez análise da política itabunense, especialmente na perspectiva das prévias do PT local que decidiu pelo apoio à reeleição do prefeito Augusto Castro (PSD). Comentou a enquete da semana, que traz como tema “mobilidade urbana” e ainda sobre uma composição difícil de acontecer, mas não impossível, que seria a de Adélia Pinheiro (PT) com Bento Lima (PSD).

A entrevista completa já está disponível para ser assistida no canal oficial de podcasts do grupo iPolítica de comunicação, qual seja o iPodcasTV, no You Tube.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.