AACRRI
Plansul
Buerarema
Ieprol

ILHÉUS REGISTRA 100% DE OCUPAÇÃO DOS HOTÉIS; CERCA DE 100 MIL TURISTAS DEVEM PASSAR PELA CIDADE, AFIRMA SETUR

Um dos destinos mais procurados no Carnaval, Ilhéus realiza as festividades na Avenida Soares Lopes e nos bairros, atraindo moradores e turistas baianos e de diversas partes do Brasil, incluindo os estados de São Paulo, Distrito Federal, Minas Gerais e Goiás. Ao todo, durante o período carnavalesco, aproximadamente 100 mil turistas devem passar pela cidade.

Conforme a Secretaria Municipal de Turismo, a rede hoteleira atingiu a marca de 100% de ocupação dos leitos nos principais hotéis. Além de integrar o calendário oficial, o Carnaval Cultural movimenta toda a cadeia econômica, com geração de emprego e valorização de bandas e artistas locais.

A Socicam, concessionária que administra o Aeroporto Jorge Amado, explica que cerca de 14 mil passageiros devem passar pelo terminal, entre embarques e desembarques, até a próxima quarta-feira (14).

O número representa um aumento de 63% em comparação com o mesmo feriado de 2023, quando 8.600 passageiros foram atendidos pelo empreendimento. Durante o período, serão 53 voos, dos quais 16 são extras. A previsão é de operações da Azul, da Gol e da Latam, com chegadas e partidas para Guarulhos (SP), Congonhas (SP), Viracopos (SP) e Confins (MG).

Segundo o prefeito Mário Alexandre, “os festejos de Carnaval aquecem a economia, principalmente o setor hoteleiro e a rede de bares, barracas de praia e restaurantes. Estamos promovendo o Carnaval Cultural nos bairros, garantindo que os foliões curtam a nossa cidade com segurança e muita alegria”, destacou.

A Prefeitura de Ilhéus tem se empenhado para promover a festa, uma das molas propulsoras da cultura, do turismo e da economia local.

1 comentário
  1. Orlando Diz

    A prefeitura diz estar promovendo Carnaval Cultural nos bairros. Deste ano não posso falar porque saí de Ilhéus, mas no ano passado o carnaval no Pontal na verdade foi um movimento popular e a prefeitura não colocou banheiros nem promoveu nenhuma organização para limpeza. As pessoas jogavam garrafas nas ruas ( não havia nenhuma organização para impedir isso, garantido maior segurança) e a ruas ficaram um caos de sujeira e urina. Espero que este ano tenha de fato promovido alguma estrutura em vez de querer levar o merito por um movimento popular sem fazer sua parte.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.