Câmara de Vereadores
Gov estado saude
Prefeitura de Itabuna
Buerarema
uruçuca novo
Laryssa Rocha
Faculdade de Ilhéus
Jequitibá
Ieprol

ITABUNA: AUGUSTO CASTRO E GUINHO TÊM RECEPÇÃO CALOROSA NO PARQUE BOA VISTA

Os candidatos a prefeito de Itabuna, Augusto Castro (PSD), e a vice-prefeito, Guinho, visitaram moradores do Parque Boa Vista, na tarde de quarta-feira, 14, tendo calorosa recepção. Muitos balançavam bandeiras das janelas, acenavam para os candidatos da Coligação Mudar Para Fazer, faziam sinal de positivo e apontavam para o coração, além de fotografarem com o celular para as redes sociais.

Parte das ruas do bairro está necessitando de redes de abastecimento de água, fornecida pela concessionária de 15 em 15 dias, e de redes esgotamento sanitário. Em algumas delas, o esgoto corre a céu aberto, causando desconforto aos moradores e problemas de saúde para crianças e idosos. “É um sufoco só”, disse um morador.

Embora tenha sido inaugurado há pouco tempo, a Unidade de Saúde da Família Renan Moreira já enfrenta a falta de médicos, há filas e cota pequena de senhas para atendimento e exames médicos mais complexos e há falta de insumos médico e ambulatorial. A exemplo dos bairros e de condomínios habitacionais da zona oeste, o Parque Boa Vista também é mal servido de ônibus.

“Apenas dos dois ônibus se revezam no serviço tudo era muito ruim. Há oito meses a gente tem que arcar com custos de vans, táxis, mototáxis ou lotações ou ir a pé ao centro da cidade”, lamentou uma idosa. “É urgente mudar esta realidade. A Prefeitura não fiscaliza e não se entende com as empresas de ônibus que já deveriam ter voltado a funcionar porque a gente é que paga pelo serviço,” completa a comerciária Maria Cristina Santos.

Criado no início da década de 1970, o Parque Boa Vista, na zona nordeste da cidade, vizinho à Califórnia, ao João Soares e ao Fátima, era antiga fazenda de cacau. Como em seu território havia muito cascalho, o então prefeito acabou abrindo ruas do loteamento em troca do material para melhorar o tráfego de ruas em outros bairros da cidade.

“Tratores e máquinas pesadas, com o suporte de retroescavadeiras, pás carregadeiras e caçambas exploraram a cascalheira, culminando com a criação da Rua Espírito Santo, e das ruas do nascente loteamento. No passado, agente viveu bons tempos aqui com água de córregos límpidas e cheias de peixes. A água brotava da terra e as árvores, que sombreavam o cacau, diminuíam o calor” recorda, com saudosismo dona Ivone Almeida.

Às 15 horas desta quinta-feira, 15, os candidatos da Coligação Mudar para Fazer visitam o Bairro Jaçanã.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.