faculdade de ilheus
Plansul
Cerveja Je assunção
Buerarema
Ieprol

ITABUNA: BANCO DE SANGUE DA SANTA CASA PROMOVE SEMANA DE AÇÕES PARA INCENTIVAR DOAÇÕES

Como parte da programação da campanha Junho Vermelho, o Banco de Sangue da Santa Casa de Itabuna promove, a partir de segunda-feira (14), Dia Mundial do Doador, ações para reforçar a importância de manter o espírito de solidariedade e tentar trazer de volta doadores que deixaram de comparecer à unidade nessa pandemia do novo coronavírus.

Houve queda de mais de 50% no número de doações em relação aos anos anteriores ao surgimento da Covid-19. Eram coletadas, em média, 1.200 bolsas mensais, e hoje não passam de 600.

Uma das ações para tentar reduzir os impactos da queda de doadores é o lançamento da “Campanha Servidor Doador”, que será realizada em parceria com a Secretaria de Saúde de Itabuna. “A expectativa é de adesão de um número significativo de servidores públicos municipais. Em paralelo a essa campanha, realizaremos outras ações de sensibilização, porque precisamos urgentemente melhorar o nosso estoque regulador”, explica o coordenador de captação do Banco de Sangue da SCMI, Adelson Bispo.

Ele ressalta que, nos últimos meses, aumentou o número de pacientes com diversas patologias que necessitam da transfusão para continuidade no tratamento. “Segue ainda a necessidade diária de sangue para atendimento às vítimas da violência urbana, de acidentes domésticos e trânsito, dentre outras. As cirurgias continuam ocorrendo”.

Hoje, o Banco de Sangue da Santa Casa de Itabuna é responsável pelo fornecimento de sangue e hemocomponentes para hospitais que atendem moradores de 120 municípios, além de pacientes de outras regiões que buscam atendimento no sul da Bahia. “Temos uma demanda crescente que não pode esperar. Por isso, é importante a participação da população nas nossas campanhas”, salienta.

As pessoas do sexo masculino podem doar a cada dois meses, até no máximo quatro vezes no período de 12 meses. As pessoas do sexo feminino podem doar a cada três meses, até no máximo três vezes no período de um ano. Quem quiser candidatar-se a doação pode dirigir-se ao Banco de Sangue, que funciona no anexo do Hospital Calixto Midlej de Filho (HCMF), na rua Antônio Muniz, no Pontalzinho.

O Banco de Sangue da SCMI funciona de segunda a sexta-feira, das 7 às 17h e, aos sábados, das 7 às 12h. O atendimento pode ser feito ainda por meio de agendamento, pelo telefone 73-3214-9126. Para manter o distanciamento social por causa do coronavírus, são atendidos seis doadores por hora. “Desde o início da pandemia, adotamos todos os cuidados para a segurança dos nossos doadores”, informa Adelson Bispo.

Ele acrescenta que as pessoas que tiveram Covid-19 podem ser doadoras de sangue, desde que estejam recuperadas da doença. A doação pode ser feita 30 dias depois da alta médica. Quem tomou a vacina contra a doença também pode seguir como doadora. Neste caso, precisa esperar sete dias para comparecer ao Banco de Sangue.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.