Cerveja Je assunção
uruçuca novo
Buerarema
Colégio Jorge amado
Plansul
Ieprol

ITABUNA: CÂMARA DISCUTE PROTOCOLO CONTRA CRISE EM RESTAURANTES E BARES

Procurados por donos de bares e restaurantes em Itabuna, vereadores criam comissão para acompanhar um protocolo de segurança que assegure o funcionamento desses estabelecimentos. Durante sessão especial na quarta-feira (07), empresários apresentaram números que ilustram o nível da crise enfrentada pelo setor nesse tempo de Covid-19.

Conforme o grupo, o setor gerava cerca de dois mil empregos diretos e cinco mil indiretos. Mas já houve 1.500 demissões e 22 bares foram fechados. “Os donos não têm como pagar verbas rescisórias, tal qual manda a CLT. Não temos capital de giro, são títulos protestados, cheques devolvidos, além dos pais e mães de família desempregados; cozinheiras, garçons, músicos, é a beira do caos”, detalhou um representante do grupo.

Para minimizar a situação, eles desenvolveram um protocolo com regras como: funcionamento até 23 horas, redução das mesas em 50%, distância de dois metros entre elas, máximo de seis ocupantes por mesa, sem que haja pessoas em pé. Outra medida é dar ampla divulgação dessas regras, inclusive com panfletos, adesivos e redes sociais.

Acompanhamento da situação

O presidente da Casa, Erasmo Ávila (PSD), informou que os edis designados para acompanhar a questão terão contato com a comissão de enfrentamento ao coronavírus no município. O intuito é chegar a um consenso que considere as dificuldades enfrentadas e, ao mesmo tempo, as medidas sanitárias.

“A Câmara recebe o protocolo para discussão junto com a comissão e familiarizar o apelo de vocês. Nosso desejo é que transcorra a normalidade; não falta esforço desta Casa para providências contra o desemprego; esperamos que vocês também fiscalizem o cumprimento desse protocolo, pra que as decisões sejam cumpridas”, declarou.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.