Gov estado saude
Prefeitura de Itabuna
Buerarema
uruçuca novo
Laryssa Rocha
Faculdade de Ilhéus
Jequitibá
Ieprol

ITABUNA: ESCOLA ARCO-IRIS REAFIRMA, NA PRÁTICA, O DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL

Por: Roberto José

Em Itabuna, no último dia 19 de Setembro, a Escola Arco-Íris inaugurou seu sistema de captação de energia solar, passando a ser a primeira escola da região Sul do Estado da Bahia autossuficiente em produzir sua própria energia elétrica a partir de placas solares (fotovoltaico) instaladas, trazendo um legado imensurável no contexto do desenvolvimento sustentável. O vídeo promocional da inauguração do projeto pode ser visto no Instagram (https://www.instagram.com/p/B2nCt3TBepn/) e Facebook (https://www.facebook.com/watch/?v=1655234271279452) da Escola.

 Para Isaac Coelho Argolo, sócio-diretor da escola, “com a instalação de painéis de captação de energia solar na sede da Escola, estamos reafirmando nosso compromisso com o meio ambiente, o que é mais uma forma de demonstrar consciência sobre o valor e a utilização responsável dos recursos naturais”. Assim, enfatiza Isaac que a energia solar é considerada uma “energia limpa” pois não há emissão de gases que aceleram o efeito estufa no momento da geração. “É mais do que sonhar com um mundo melhor para as nossas crianças. É poder, na prática, ajudar a fazê-lo!”.

É importante estabelecer que entre os principais benefícios de se instalar painéis solares fotovoltaico, está o uso de uma forma universal e renovável de energia. Principalmente na região nordeste do Brasil, que tem os melhores espaços para captação de energia solar, por ser o Brasil um país localizado entre os trópicos, tem-se sol em abundância durante o ano inteiro, conforme pode-se inferir no mapa abaixo, denominado Atlas Solarimétrico do Brasil. Pois, no quesito de competitividade potencial comparada, podemos afirmar que “o pior local do Brasil para a geração solar fotovoltaico é melhor que o melhor local da Alemanha”, sendo esta nação é um dos líderes mundiais na geração solar fotovoltaico.

Fonte: Atlas Solarimétrico do Brasil

Por fim, segundo dados sobre a produção de energia equiparada, a cada metro quadrado de uma área mediana, produzimos o equivalente aproximado de energia a um barril de petróleo, por ano. Apesar dessas condições favoráveis, o uso dessa tecnologia ainda é muito pouco aproveitado em nosso país.

Portanto, ao produzir sua própria eletricidade por meio da energia solar, a Escola Arco-Íris estará contribuindo para um desenvolvimento mais sustentável, visando a sobrevivência das gerações futuras, “é pensar global e agir local!”, logo, está de parabéns, merecendo nosso destaque!

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.