Plansul
FICC
CVR
Buerarema
COLÉGIO JORGE AMADO
Pref ilheus junho
Ieprol

ITABUNA: GRUPO MULHERES DO BRASIL PROMOVE CAMINHADA PELO FIM DA VIOLÊNCIA CONTRA MULHERES E MENINAS NESTE SÁBADO

O Grupo Mulheres do Brasil – Núcleo de Itabuna promove a Caminhada pelo fim da violência contra Mulheres e Meninas, neste sábado, 3 de dezembro, a partir das 9h, com concentração no Jardim do Ó. A 5. Edição da Caminhada acontece à nível nacional em 80 cidades do Brasil e do exterior com o propósito de unir esforços com a população para o enfrentamento à todas as formas de violência que não atinge somente as mulheres, mas toda a sociedade.

Para realizar a caminhada, o Grupo conta com o patrocínio de: Instituto Delney Lima, Muniz e Góes, Peixoto & Lima. O apoio de: Ronda Maria da Penha – PM Ba, Mãos que Ajuda – Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, Conselho Municipal da Mulher de Itabuna, Patrulha Guardiã Maria da Penha, Prefeitura Municipal de Itabuna e Programa Mulheres Em Foco.

Um problema que atinge mulheres de todo o mundo, há demasiado tempo. A violência exercida contra mulheres e meninas escala a um ritmo preocupante e pode assumir diversas formas e manifestar-se em qualquer lugar. Segundo a ONU Mulheres, 1 em cada 3 mulheres em todo o mundo experienciam violência sexual ou física ao longo da sua vida.

A líder do Comitê de Combate à Violência contra às Mulheres do Núcleo de Itabuna, a advogada Andréa Peixoto, explica que ainda é muito crítico o cenário de violência na Bahia, sobretudo em Itabuna. “Precisamos de políticas públicas mais efetivas de proteção à mulher, ações em conjunto com a rede de proteção do município para que dessa forma possamos tirar mulheres do risco de violência. A realidade é triste e assustadora. Não dá mais para fechar os olhos diante da violência contra as mulheres e partir para movimentos que, de fato, hajam proteção e repressão daqueles que praticam o ato. Impunidade é algo que precisa ser combatida”.

A Organização das Nações Unidas (ONU) promove campanhas anuais de ativismo pela eliminação da violência contra mulheres e meninas, e propõe ao Grupo Mulheres do Brasil, com núcleos em todo o país e no exterior, uma estratégia de mobilização de indivíduos e organizações, em todo o mundo, para engajamento na prevenção e na eliminação de todas as formas de violência.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.