Câmara de Vereadores
Prefeitura de Itabuna
Buerarema
Jequitibá
uruçuca novo
Laryssa Rocha
Ieprol

ITABUNA: “NÃO SE PODE TROCAR DE SECRETÁRIO COMO SE TIVESSE TROCANDO DE ROUPA, COM A SAÚDE NÃO SE BRINCA”, DIZ PROFESSOR MAX EM ENTREVISTA

Seguindo a sequência das entrevistas com os candidatos à prefeito e vice-prefeito de Itabuna, o professor Max e o radialista Ciro Sales, ambos do PSOL, foram os segundos entrevistados desta terça-feira, 27. Conduzido e apresentado pelo jornalista Ricky Mascarenhas, a entrevista tratou de diversos temas voltados ao município de Itabuna.

Cultura, educação e saúde foram os assuntos mais focados pelos candidatos, que apresentaram suas propostas e metas de gestão. No tocante ao saneamento básico, Max e Ciro disseram que é necessário um estudo técnico antes de asfaltar qualquer rua, viabilizando assim um melhor investimento dos recursos aplicados. “Não adianta dizer que vai colocar asfalto sem antes chamar técnicos, para que possamos elaborar primeiro um plano de ações voltados para o saneamento básico”, disse Max.

Sobre os esgotos, Ciro disse que Itabuna necessita de uma macrodrenagem nos canais a céu aberto. “Itabuna precisa urgente de macrodrenagem, a questão dos nossos canais abertos, é uma vergonha, em plena feira do São Caetano, na feira do bairro de Fátima. É terrível ver pessoas morando ao lado do canal”, disse Ciro.

Já na área da saúde, os candidatos pontuaram os erros da gestão e apresentaram metas para serem aplicadas caso eleitos. “Vamos valorizar você, servidor público, a porta de entrada são vocês agentes de endemias. Transparência total dos recursos públicos, Itabuna é uma cidade polo, não se pode trocar de secretario como se troca de roupa, não se brinca com a saúde das pessoas. Idosos, gestantes enfrentar filas quatro horas da manhã isso é um absurdo”, disse Max.

Veja a entrevista completa:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.