Plansul
COLÉGIO JORGE AMADO
Buerarema
Pref ilheus junho
Ieprol

ITABUNA: “NÃO VENHA PRA CIMA DE MIM QUERENDO ME COMBATER NÃO, QUE TEM MAIS COISAS PRA SAIR”, DIZ RONALDÃO SOBRE PAGAMENTO DAS DIÁRIAS

Clima tenso e nada amistoso na sessão da Câmara de Vereadores de Itabuna desta quarta-feira (16). O fato ocorrido entre os vereadores Ronaldo Geraldo (PL) e Manoel Porfírio (PT) gerou murmúrios e alterações nas vozes dos parlamentares, quando debatiam a questão dos pagamentos de diárias aos parlamentares.

Depois de uma fala de Ronaldão sobre um possível pagamento no valor de R$ 5 mil reais em diárias aos vereadores, feita na última sessão, o vereador Danilo Freitas (PSL), que esteve em Brasília no último final de semana para uma formação política, quis justificar sua ida apresentando emendas dadas ao município através da deputada federal Dayane Pimentel. “As pessoas que vivem da política tem mais prazer em tumultuar do que ajudar, Itabuna tem diversos problemas, mas coisas que não tem lógica, as pessoas ficam tentando argumentar”, disse Danilo.

Dessa fala, partiu a resposta do vereador Ronaldão, que falou sobre seu posicionamento e disse que orientou aos colegas vereadores que viajassem apenas no ano que vem, tendo em vista a situação econômica do município e da população em situação de vulnerabilidade social. “Eu pedi aos colegas que deixassem a viagem para 2022, foi a maneira que conduzi minha palavra. Este é um momento da fome, desemprego, das pessoas que estão colocando lenha para cozinhar”, argumentou Ronaldão.

Em tom irônico, Ronaldão falou sobre os custos, que vão além do valor estipulado da diária, segundo ele. “Quando falei R$ 5 mil reais, é porque quem paga a passagem é a minha mãe. Quando o vereador coloca R$ 800 ou R$1.000 reais em diária, mas por fora tem um custo… aí muitas vezes eu quero dar um presente ao meu assessor, e não to levando minha mala de mão, e levo meu assessor. Esse custo é da cidade, é da casa”, disse.

O momento esquentou quando Ronaldão falou que tinha mais coisas para falar sobre essas diárias, mas, sem citar fatos e nomes, disse que não adianta tentar combater ele. “Não venha pra cima de mim querendo me combater, que tem mais coisas pra sair, vamos seguir da maneira que estamos seguindo a até hoje, na paz”, disse.

A resposta do líder do governo, o vereador Manoel Porfírio (PT), foi imediata. “Desafio vossa excelência colocar agora em plenário o nome do colega”, disse. Rebateu Ronaldão, muito enfurecido, pedindo respeito à Porfírio. “Vossa excelência não tem esse poder, se limite a posição de vereador e líder, me respeite. Vossa excelência tem que se limitar, quando achar adequado coloco, não venha colocar palavra em minha boca”, rebateu Ronaldão.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.