MALHADO
NATAL TAUAN
ISRAEL NATAL
Pref ilheus novembro
uruçuca novo
Plansul
Buerarema
Ieprol

ITABUNA: SECRETARIA DE PROMOÇÃO SOCIAL INICIA CURSO DE DEFESA PESSOAL PARA MULHERES ASSISTIDAS PELO CRAM

Na manhã desta quarta-feira (20), a Prefeitura Municipal de Itabuna, através da Secretaria de Promoção Social e Combate à Pobreza (Semps) realizou a aula inaugural do curso de defesa pessoal no Centro de Referência de Atendimento a Mulher (CRAM) para as assistidas pelo Centro.

De acordo com a secretária da Semps, Andrea Castro o curso de defesa pessoal tem como objetivo ensinar importantes técnicas e habilidades para se desvencilhar e neutralizar possíveis importunações, ataques ou agressões.

“É mais um importante passo que estamos iniciando hoje de implementação de políticas públicas em benefício da população. Nós não queremos incentivar a violência, mas promover para essas mulheres a oportunidade delas se autodefenderem com as técnicas certas de segurança e com habilidades físicas para se protegerem dos seus agressores”, declarou Andrea Castro.

João Guerreiro, professor de Muay Thai, pontuou que a prática da defesa pessoal também ajuda na agilidade, força, reflexo, resistência, raciocínio rápido, melhora também a autoconfiança e autocontrole. “O Muay Thai promove uma melhor qualidade de vida e também contribui na melhoria da saúde psicológica, especialmente dessas mulheres que passaram por situação de violência” pois elas aprenderam a ter mais confiança e controle”, declarou.

Visualmente emocionada, a assistida de iniciais E. M. V. agradeceu a iniciativa e o acolhimento que tem recebido no CRAM. “Eu cheguei aqui sem nenhuma perspectiva, estava emocionalmente muito abalada e com o apoio de toda equipe, hoje eu me sinto muito melhor e mais confiante, só tenho a agradecer a secretária Andrea Castro, ao prefeito Augusto Castro e a todos os envolvidos nessas atividades”, disse E. M. V.

Além da defesa pessoal, o CRAM está oferecendo cursos de manicure, pedicure, cabeleireiro e artesanato especialmente para as vítimas de violência doméstica do município.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.