AACRRI
Plansul
Buerarema
Ieprol

JERÔNIMO DESTACA PARCERIA COM RUI COSTA E AFIRMA QUE ACM NETO DESRESPEITOU LULA

“Nosso adversário já chegou a dizer que daria uma surra no Lula. Aquilo magoou profundamente a gente. Agora, diz que ele é bengala, mas nós não vamos tratar nenhum adversário desta forma. Tem que respeitar”. A resposta ao ex-prefeito da capital baiana é do pré-candidato ao Governo do Estado pelo PT, Jerônimo Rodrigues. “Queremos discutir propostas e contar sim com o apoio de Lula na Bahia”, completou Jerônimo, que classificou como desrespeitosas as declarações do ex-gestor de Salvador.

Jerônimo teve sua pré-candidatura lançada oficialmente em 31 de março, com a presença de Lula na Bahia, e tem falado com orgulho do alinhamento com o ex-presidente. Geraldo Júnior (MDB), pré-candidato a vice-governador, e Otto Alencar (PSD), pré-candidato ao Senado, completam o time de Lula, que também tem o apoio do senador Jaques Wagner e do governador Rui Costa, com quem Jerônimo Rodrigues tem trabalhado por toda a Bahia desde 2014, quando coordenou pela primeira vez o programa de Governo do atual chefe do Executivo.

Na entrevista que concedeu à Piatã FM, na noite da última terça-feira (19), em Salvador, Jerônimo também voltou a dizer que não entende o que tem motivado o ex-prefeito soteropolitano a esconder sua preferência na disputa presidencial: “poderia assumir que é bolsonarista”, sugeriu o ex-secretário estadual da Educação, que criou programas de assistência estudantil, como o Bolsa Presença e o Mais Estudo, e é responsável pelo maior programa de infraestrutura escolar da história da Bahia.

“Eu conheço a Bahia. Digo isso com muita humildade porque é a minha realidade, tanto pela experiência na Secretaria de Desenvolvimento Rural quanto pela Secretaria de Educação. Conheço profundamente os municípios e sei do que os baianos e baianas precisam. Eu acompanhei Rui em todas as agendas de Governo. As pessoas já achavam que eu era o candidato natural dele”, acrescentou Jerônimo na conversa com os jornalistas Victor Pinto e Eliezer Santos.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.