Cerveja Je assunção
uruçuca novo
Buerarema
Plansul
Ieprol

“MORO ATUOU CONTRA LULA COMO AGENTE PARTIDÁRIO”, DECLARA PRESIDENTE DO PT BAIANO

Os ministros do Supremo Tribunal Federal (STF), por ampla maioria, atenderam nesta quinta-feira (22) ao agravo regimental apresentado pela defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), (Relembre), onde afirmava que a decisão sobre a incompetência da 13ª Vara Federal de Curitiba não afeta o reconhecimento da suspeição do ex-juiz Sergio Moro por quebra de imparcialidade, definido na Segunda Turma da Corte em 23 março deste ano. No agravo que foi apreciado no plenário do STF, a defesa de Lula apontou que o HC 164493, da suspeição de Moro, não poderia ser derrubado após a decisão sobre a incompetência de Curitiba, tendo em vista que o HC já foi apreciado na Segunda Turma.

Quem celebrou a decisão foi o presidente do PT da Bahia, Éden Valadares. “Finalmente a verdade venceu. Desde o início do processo, nós do PT apresentamos o caráter ilegal, parcial e de perseguição política ao presidente Lula. O ex-juiz Sergio Moro atuou como um agente partidário e hoje o STF reconheceu isso. Quando a política entra pela porta de um tribunal, a justiça sai pela janela. Lula está definitivamente livre, inocente e a possibilidade de sua candidatura à Presidência é uma luz de esperança para o Brasil sair desta fase marcada pela desumanidade, incompetência e agravamento da fome, do desemprego e falta de oportunidades”, declarou o petista.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.