Ieprol
Ubaitaba Inst novo
Buerarema
URUÇUCA
Vidro Tech

NELSON LEAL COBRA DO GOVERNO FEDERAL PLANO DE AÇÕES PARA CONTER ÓLEO NO LITORAL

Presidente da Alba pede apoio efetivo da Marinha e Petrobras e monta frente voluntária de servidores para remover manchas das praias de Salvador

O presidente da Assembleia Legislativa da Bahia (Alba), deputado Nelson Leal (PP), cobrou do governo federal, na manhã desta quarta-feira (23), um emergente plano de ações que possa solucionar a grave crise das manchas de óleo que há 53 dias atingem o litoral nordestino.

Para o chefe do Legislativo estadual, “o maior desastre ambiental da história do país em andamento” tem impactado social e economicamente os nove estados da região Nordeste, além de provocado gravíssimos danos ao meio ambiente. “Nossos mangues, praias, corais e estuários estão sendo atingidos”, explicou.

“Precisamos do apoio efetivo da Marinha e da Petrobras, que dispõem de tecnologia, conhecimento e propriedade para nos passar informações e impedir que as manchas cheguem ao litoral. Isso é o mais importante agora. Vamos provocar o GAA (Grupo de Acompanhamento e Avaliação) para saber as ações que o governo federal tem empreendido”, cobrou, Nelson Leal. O GAA é formado por Marinha, Agência Nacional do Petróleo (ANP) e Ibama (Instituto Nacional do Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis).

O apelo do chefe da Alba às autoridades do Palácio do Planalto foi feito em reunião no Salão Nobre da Alba, com a participação do secretário estadual do Meio Ambiente, João Carlos Oliveira; da presidente do Inema (Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos), Márcia Telles; do comandante do Corpo de Bombeiros, coronel Francisco Luiz Telles de Macêdo, deputados estaduais, além do coordenador da Defesa Civil, Victor Gantois.

Nelson Leal destacou as consequências que o acidente ambiental tem causado ao setor turístico e às pequenas comunidades que desenvolvem atividade econômica diretamente nas praias. “O desastre está prejudicando a indústria do turismo. Mais do que isso, pescadores e marisqueiras já encontram dificuldades para levar o alimento para a casa. Importante que o governo federal nos ajude nesse momento”, disse, o pepista.

SERVIDOR VOLUNTÁRIO

Embora imprescindível, face a dimensão do desastre, o presidente da Assembleia Legislativa não vai se limitar a aguardar as ações federais para mitigar os estragos nas praias da capital baiana. Nelson Leal vai convocar a força do voluntariado do corpo funcional da Alba, com a formação de uma frente de trabalho de servidores.

“Daremos o exemplo. Na próxima quarta-feira, dia 30, em parceria com o Corpo de Bombeiros, vamos formatar uma frente de servidores voluntários para contribuir na retirada do óleo das praias. Vamos chamar todos os parlamentares da Casa. Colaborar com o belo trabalho realizado pelas equipes do Coronel Telles, que têm removido cerca de três toneladas de óleo por dia de nosso litoral. A Alba não pode e nem vai se negar ante essa tragédia ambiental que abateu o litoral do Nordeste brasileiro”, assegurou.

Participaram da reunião os seguintes parlamentares: Fabíola Mansur, Rosemberg Pinto, Eduardo Sales, Jurandy Oliveira, Marcelino Galo, Niltinho, Maria Del Carmen, Olívia Santana, Fátima Nunes, Zé Cocá e Dal.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.