Plansul
uruçuca novo
Emasa
Cerveja Je assunção
Buerarema
Ieprol

PESQUISA APONTA QUE PARTIDOS DE CENTRO ESTÃO ‘EM CIMA DO MURO’ SOBRE IMPEACHMENT DE BOLSONARO

O professor Felipe Nunes exibe, na edição desta quarta-feira (7) do Manhattan Connection, uma pesquisa inédita sobre a temperatura política dos deputados no Congresso em relação a possibilidade do impeachment do presidente Jair Bolsonaro (sem partido). Apresentada por Lucas Mendes e Caio Blinder, a edição vai ao ar às 22h, na TV Cultura, no site da emissora, no canal do YouTube, no Dailymotion e nas redes sociais Twitter e Facebook.

Nunes, que leciona ciência política na UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais) e é diretor da Quaest – empresa que reúne tecnologia e inteligência de dados para realizar pesquisas observacionais e experimentais – leva ao programa dados sobre um levantamento feito de acordo com as manifestações nas redes sociais em relação ao pedido de impeachment, assunto tão debatido na última semana.

O levantamento mostrou que entre os 513 deputados federais no Brasil, 119 são favoráveis ao impeachment de Bolsonaro, 78 são contra e 319 não se manifestaram.

Dentro dessa porcentagem, é possível identificar que quem não se manifestou pertence a partidos de centro. Nunes diz que esse silêncio se deve a “coalizão bolsonarista, que é montada em torno de uma combinação de partidos que dependem do governo, que trocam cargos e verbas pelo apoio ao presidente”.

Ele afirma ainda que a pesquisa inédita evidencia o papel das redes sociais. Sem realizar uma pesquisa de campo, é possível ver para onde as coisas vão caminhar. “É um exemplo pequeno de como conseguimos estimar o comportamento das pessoas sem perguntar diretamente para elas”, disse.

O professor conclui a apresentação da pesquisa dizendo que as redes sociais mostram que não haverá impeachment. O presidente cumprirá seu mandato até o fim.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.