Plansul
COLÉGIO JORGE AMADO
Buerarema
Pref ilheus junho
Ieprol

PREFEITURA DE SALVADOR É DENUNCIADA AO MPF

De acordo com a instituição, parte dos recursos do FUNDEB, que seriam destinados as creches da capital baiana, desaparecerem.

A Prefeitura de Salvador, pode ter que indenizar as creches comunitárias da capital baiana que atende mais de 20 mil crianças de 0 a 5 anos. A informação é da Central das Creches do Brasil.

Relatório apresentado pelo Presidente da Central das Creches do Brasil, Cleriston Silva, mostra que a prefeitura de Salvador na gestão do prefeito ACM Neto (DEM), não investiu os recursos do FUNDEB como deveria, prejudicando a educação infantil de milhares de crianças de 0 a 5 anos.

“A Central das Creches do Brasil, entrou com ação no MPF (Ministério Público Federal), pedindo apuração da destinação dos recursos do FUNDEB das creches de Salvador dos anos de 2014 e de 2015 que não foram aplicados como deveria e parte do dinheiro sumiu, desapareceu, não chegou às unidades e o MPF já tem as provas apresentadas pela central” disse Silva.

Ainda de acordo com Clériston Silva, o governador Rui Costa, está investindo em creches comunitárias através das voluntárias sociais da Bahia, coordenada pela primeira dama Aline Peixoto, ainda não suprindo a falta de vagas de creches públicas na capital baiana. “mesmo assim faltam 145 mil vagas de creches públicas em Salvador”, atesta Silva.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.