faculdade de ilheus
Plansul
Cerveja Je assunção
Buerarema
Ieprol

PRÊMIO “TRAJETÓRIAS CULTURAIS”, DA FICC, HOMENAGEIA NESTA SEGUNDA-FEIRA PERSONALIDADES E ESPAÇOS ITABUNENSES

Dezesseis personalidades, espaços e manifestações culturais itabunenses serão homenageados na tarde desta segunda-feira, dia 21, pela Fundação Itabunense de Cultura e Cidadania, em parceria com o Conselho Municipal de Políticas Culturais de Itabuna, com base na Lei Aldir Blanc. A cerimônia, presidida pelo presidente da FICC, José Carlos Trindade, está prevista para ocorrer às 16 horas, na sede da entidade.

O objetivo do Prêmio “Trajetórias Culturais”, segundo Thadeu Campos, coordenador da Comissão Municipal do Auxílio Emergencial Cultural, é reconhecer a história dos artistas itabunense. “Com essa homenagem, a FICC e o Conselho valorizam o trabalho dos mestres da cultura popular, das manifestações e espaços culturais populares e tradicionais”, acrescentou.

Ao destacar a importância e a relevância da Lei Aldir Blanc, a presidente do Conselho de Cultura, Bruna Setenta afirmou que a iniciativa preserva a história e a memória itabunense, fortalecendo o sentimento de identidade e de pertencimento. “Por meio de um diploma de reconhecimento e da premiação em dinheiro, reconhecemos aqueles que tanto contribuíram para a preservação das nossas manifestações culturais”, destacou.

Sabará baterista, Souza artesão, professora Zélia Lessa, Mestre Alfredo capoeirista, Mãe Wanda do Terreiro Ilè Axé Oyá Funké, Gerisnau cigano, Palhaço Charles, Ponto de Leitura Semear, Dicinho da Ninho da Música, Café Pomar, Cantina Tico-Tico, Caboclo Alencar do ABC da Noite, professor Ruy Póvoas do Terreiro Ilé Axé Ijexá Orixá Olofun e blocos “Maria Rosa”, “Casados I… Responsáveis e “Descansados” são as personalidades, os espaços e as manifestações culturais homenageadas.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.