Ieprol – Matrículas Abertas – Desktop Mobile
Buerarema – Fevereiro Roxo e Laranja – Desktop/Mobile
Plansul – 31 anos – Desktop/Mobile
Itajuípe – Dengue Novo – Desktop/Mobile
AACRRI – Reconstrução PIX – Desktop/Mobile

PRODUTORES DO SUL DA BAHIA PARTICIPAM DO TERCEIRO CHOCOLAT FESTIVAL, EM SÃO PAULO

Missão empresarial promovida pelo Sebrae conta com um grupo de 13 empresários baianos.

Com o objetivo de conectar negócios, gerar oportunidades e promover a cacauicultura e a produção de chocolate regional, o Sebrae em Ilhéus promoveu uma missão empresarial para a 3ª Edição do Chocolat Festival, um festival internacional que reúne toda a cadeia produtiva do cacau ao chocolate, de 15 a 18 de dezembro, no Centro de Convenções, em São Paulo. O grupo é composto por 13 empresários que estão representando os produtores da região sul da Bahia. Voltado para consumidores e profissionais da área, o evento, que é o maior da América Latina no segmento, tem o objetivo de promover o chocolate de origem e fomentar os negócios da cacauicultura no país.

Além da comercialização de chocolates e outros derivados do cacau selecionado, o Chocolat São Paulo promove experiências sensoriais, exposições históricas e artísticas, cursos de capacitação, workshops, debates sobre temas do setor e palestras ministradas por especialistas nacionais e internacionais.

Para Juliana Arléo, que integra a missão com a marca Chocolate da Ju, o Sebrae tem sido fundamental para o desenvolvimento dos seus negócios. “O Sebrae sempre foi fundamental para nossa empresa desde que começamos. Na participação de eventos, esse suporte é o que faz acontecer, pois os custos com deslocamento, hospedagem e exposição dos produtos são altos para um pequeno empreendedor participar em outro estado, sendo assim, com o Sebrae temos a oportunidade de fazer negócios e crescer”, destacou a mãe da jovem produtora Julia Arléo.

Já Henrique Almeida, da marca Chocolate Sagarana, destacou que o apoio do Sebrae nesse projeto de desenvolvimento da região Sul da Bahia como referência na produção de chocolate de origem premium, é de vital importância para a transformação econômica, social e ambiental. “Além de ser um chocolate de excelência, ele é socialmente justo e ambientalmente correto, o apoio do Sebrae é vital para que ele seja economicamente viável”, concluiu.

O gestor do Sebrae em Ilhéus, Neorley Carvalho, destacou que a participação dos produtores no festival é uma oportunidade para ampliar mercado. “Essa participação no Festival du Chocolat ajuda os produtores da região a expandir seus negócios, permitindo a divulgação dos produtos. Dessa forma, o papel cumpre seu papel em contribuir para que os pequenos negócios do segmento possam se desenvolver e ganhar mercado”, apontou.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.