Ieprol – Matrículas Abertas – Desktop Mobile
Itajuípe – Dengue Novo – Desktop/Mobile
Plansul – 31 anos – Desktop/Mobile
Buerarema – Fevereiro Roxo e Laranja – Desktop/Mobile
PM Itabuna – Lavagem do Beco
AACRRI – Reconstrução PIX – Desktop/Mobile

REDE EMITE NOTA DE REPÚDIO CONTRA NOVAS REGRAS DA ZONA AZUL EM ITABUNA

A Rede Sustentabilidade emitiu nota de repúdio, contra as novas regras da Zona Azul, em Itabuna que começa a vigorar a partir de 7 de agosto de 2017, conforme Decreto Municipal n° 12.626, assinado pelo prefeito Fernando Gomes. Com as novas regras, o usuário deverá efetuar o pagamento da tarifa no momento em que estaciona o veículo. Se o usuário receber um aviso de irregularidade pela falta de pagamento, terá o prazo de até cinco dias úteis para quitar a irregularidade com valor equivalente ao dobro da tarifa. Se receber um aviso de irregularidade pelo motivo excedido, fora de vaga e sem credencial, a mesma poderá ser quitada pagando uma multa administrativa na Prefeitura em até 10 dias úteis ao valor de 1 UFM, R$102,68. A irregularidade não quitada se tornará auto de infração conforme código de trânsito brasileiro, no valor de R$195,23 e 5 pontos na CNH.

Veja abaixo, na íntegra:

NOTA DE REPÚDIO

Prezando pela manutenção da dignidade e do respeito aos cidadãos de Itabuna, a REDE SUSTENTABILIDADE não pode deixar de se insurgir contra o decreto municipal 12.626, bem como contra todos os danos e prejuízos causados pelo sistema denominado “ZONA AZUL”, que, desde sua implantação, não apresentou nenhum resultado verdadeiramente “POSITIVO” para a população desta cidade. 

O supracitado decreto diz “REGULAMENTAR” o uso da faixa destinada a estacionamento rotativo remunerado, denominado “ZONA AZUL”. Ocorre que o dito decreto trata de um assunto cuja pauta já está contaminada, vez que a própria situação da implantação do sistema ZONA AZUL ainda é questionada.

Ademais, o próprio decreto, em seus artigos, viola gravemente diversos direitos já conquistados pelo povo, seja enquanto consumidores, seja enquanto cidadãos. 

Diante de todos os malefícios à população acima descritos, a REDE SUSTENTABILIDADE repudia a manutenção do sistema de estacionamento rotativo remunerado, nos termos atualmente presentes, em respeito à população itabunense, ao mesmo tempo em que preza por um transito mais digno, consciente, pacífico e sem tantos ônus à já sofrida população.

​Rede Sustentabilidade – Itabuna
Irland Correia​
 

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.