Ieprol – Matrículas Abertas – Desktop Mobile
AACRRI – Reconstrução PIX – Desktop/Mobile
Itajuípe – Dengue Novo – Desktop/Mobile
Buerarema – Fevereiro Roxo e Laranja – Desktop/Mobile
Plansul – 31 anos – Desktop/Mobile

SEM FILTRO ABORDA REALIDADE DA VIOLÊNCIA NAS ESCOLAS: ADRIANA TUMISSA, NOVA SECRETÁRIA DE EDUCAÇÃO DE ITABUNA, FALA SOBRE O USO DO VETOR DISCIPLINAR

Nesta quarta-feira, 12, o podcast Sem Filtro recebeu a secretária de educação de Itabuna, Adriana Tumissa, para debater temas relacionados à educação do município e outras problemáticas que envolvem as redes de ensino. Tumissa, que foi empossada na última segunda-feira, 11, falou sobre suas expectativas à frente da pasta e, dentre outros assuntos, sua opinião sobre o Vetor Disciplinar.

O Vetor Disciplinar, ou também chamado de militarização das escolas, estabelece normas para a gestão compartilhada entre o Município e a Polícia Militar como alternativa para mais segurança nas escolas. Este assunto veio à tona após a onda de ameaças e ataques às instituições de ensino do Brasil.

Segundo a secretária, a violência que acontece na sociedade em geral reflete nas escolas e este anseio pela escola militarizada é causado pela sensação de mais segurança para os alunos, professores e pais.

“A escola traz toda essa carga. A violência que está na sociedade, está na família, está na praça, no bairro, na internet e ela entra na escola. Essa questão da violência externa, que nosso aluno muitas vezes traz, implica na organização pedagógica. Em determinado momento, por conta de vários fatores, é um anseio social a escola militarizada nesses lugares”, disse.

 

Em Itabuna, o Vetor Disciplinar está presente em cinco escolas municipais: IMEAM (Instituto Municipal de Educação Aziz Maron), adotado em 2019 como projeto-piloto, CAIC (Centro de Atenção Integral à Criança), Jorge Amado, Escola Lourival Vieira, Escola Margarida Pereira e Escola Flávio Simões.

Para Tumissa, é interessante a escola militarizada em circunstâncias pontuais e em períodos determinados. “Em virtude de diversos fatores e ao longo de anos se perde o controle de determinadas unidades escolares.Em situações assim, eu acho muito legal que tenha por um período para organizar e retornar a identidade da escola. Em algumas unidades escolares é quase impossível você dar aula, isso é uma realidade. Em situações assim, para o poder público retomar sua autoridade, eu acho muito bom que exista”, concluiu.

Assista ao Podcast na íntegra pelo Link abaixo. Deixe o like e Inscreva-se no Canal.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.