MALHADO
NATAL TAUAN
ISRAEL NATAL
Pref ilheus novembro
uruçuca novo
Plansul
Buerarema
Ieprol
Navegação na tag

Atraso

QUASE TRÊS MILHÕES DE BAIANOS ESTÃO COM VACINAÇÃO ATRASADA

Quase três milhões de baianos não foram aos postos de saúde completar o esquema vacinal contra a Covid-19. São pessoas que já poderiam ter tomado a segunda dose de acordo com o aprazamento de cada imunizante ou a dose de reforço, no entanto não buscaram os serviços de saúde.

Do total do público que está com a segunda dose em atraso, 341.494 tomaram a vacina Coronavac; 358.796 Oxford/AstraZeneca; e 1.219.490 Pfizer/BioNTech. Em relação à dose de reforço, 1.013.074 de pessoas já poderiam ter ido a uma unidade de saúde.

A Secretária da Saúde do Estado, Tereza Paim, alerta que a imunização completa é que garante uma maior proteção contra a doença. “É importante que as pessoas busquem as unidades de saúde para se vacinarem contra a doença, incluindo também a dose de reforço. O esquema completo de vacinação dá uma maior garantia de defesa contra a doença”, ressalta. Ela ainda destaca que a principal medida para conter o avanço da Covid-19 é a imunização. (mais…)

Leia mais...

ITABUNA: AGENTES DE TRÂNSITO DENUNCIAM ATRASO DE SALÁRIOS E PERSEGUIÇÃO

Diretores do Sindserv (Sindicato dos Servidores e Servidoras Municipais de Itabuna), juntamente com alguns agentes de trânsito, denunciaram o atraso dos salários e a implacável perseguição do Coronel Santana, titular da Sesttran (Secretaria de Segurança, Transporte e Trânsito), no programa S.O.S Difusora, apresentado por Jaqueline Mendes, nesta terça-feira, 4.

Muitos servidores ainda não receberam os salários de julho. Dentre eles, os agentes de trânsito, alvo preferencial Coronel Santana. Na entrevista, eles afirmaram que só retornarão ao trabalho quando os salários forem pagos. “Já disseram, inclusive, que os agentes de trânsito não merecem receber salários. Somos humilhados o tempo todo!”, reclama André Batista, agente de trânsito e diretor do Sindserv.

De acordo com o sindicato, a perseguição beira a insanidade. Eles denunciam que o Coronel retirou a atribuição dos fiscais de transportes, e por consequência a fiscalização dos transportes não está sendo realizada. “Para o secretário, perseguir os trabalhadores é mais importante do que prestar um serviço à população”, alfineta Wilmaci Oliveira, presidenta do Sindserv. “Não aguentamos mais tanto assédio. São maus tratos, xingamentos, perseguições constantes. É preciso dar um basta nisso”, conclui André.

Leia mais...