Ieprol – Matrículas Abertas – Desktop Mobile
Navegação na tag

Cacau

VALDERICO JÚNIOR DIALOGA COM PRODUTORES DE CACAU E AFIRMA COMPROMISSO COM O SETOR

O pré-candidato a prefeito de Ilhéus Valderico Júnior esteve no Banco da Vitória para dialogar com produtores de cacau. O empresário ouviu as demandas dos trabalhadores e assumiu um compromisso para alavancar o setor.

“Conversando com produtores de cacau, percebo a responsabilidade que a gestão pública deve ter com essa área. Temos vários subprodutos que podem vir a partir do cacau. Ilhéus tem mais de 5.800 produtores do fruto, o sul da Bahia quase 30 mil. É preciso ter uma atenção especial e desenvolver políticas públicas voltadas ao setor”, disse Valderico.

O cacau passa por uma alta no preço que tem gerado otimismo para a produção do fruto na região. Hoje a arroba está avaliada em R$ 780, representando um recorde de quase meio século. Segundo o pré-candidato, esse é um momento oportuno:

“O cacau já foi o grande responsável pela nossa economia. Temos que aproveitar a retomada do seu valor, com iniciativas que permitam ao setor voltar a crescer. Uma economia aquecida, que vai impulsionar segmentos como comércio, turismo e cultura. Tratarei esse assunto de perto, com responsabilidade e muito trabalho. Não tenho dúvida que nossa região vai voltar a embalar”.

Leia mais...

ILHÉUS RECEBE 14º FESTIVAL INTERNACIONAL DO CHOCOLATE DIAS 20 A 23 DE JULHO

 

O Festival Internacional de Chocolate e Cacau chega à sua 14ª edição no município e promete superar os eventos anteriores. Com apoio da Prefeitura de Ilhéus, a programação gratuita inclui o 6º Fórum Anual do Cacau e acontece entre os dias 20 e 23 de julho, no Centro de Convenções.

Considerado o maior evento de cacau e chocolate da América Latina, o “Chocolat Festival” completa 30 edições realizadas em seis estados brasileiros. Conforme os organizadores, no encontro deste ano há expectativa de atração de mais de 300 expositores de, pelo menos, 120 marcas, além de expositores nacionais e internacionais, destacando os aspectos culturais, turísticos, gastronômicos e sociais que envolvem a cadeia produtiva do chocolate e cacau.

O Chocolat Festival se consagra como um grande promotor de negócios para os estados que já receberam o evento, favorecendo quem se associa à marca, tendo gerado R$ 150 milhões em negócios. Desde 2009, o Festival Internacional de Chocolate e Cacau já atraiu mais de 1 milhão de visitantes, distribuindo mais de 80 mil certificações em oficinas e cursos técnicos e gastronômicos, contribuindo para a criação de mais de 350 marcas em todo o país.

O 6º Fórum Anual do Cacau, por sua vez, acontece nos dois primeiros dias do festival, 20 e 21 de julho. O encontro tem entre seus objetivos disseminar conhecimento, compartilhar casos de sucesso e unir os diferentes atores da cadeia para discutir soluções rumo a um setor mais próspero e sustentável.

As inscrições para o Fórum podem ser feitas no site https://forumanualdocacau.com.br

O Festival Internacional do Chocolate e Cacau conta com a parceria do Estado da Bahia, Ceplac, Centro Internacional de Negócios da Bahia (CIN), FIEB, Sebrae, Desenbahia, Associação dos Produtores de Cacau (APC), ATIL (Associação do Turismo de Ilhéus), Biofábrica da Bahia e Estado do Pará.

Leia mais...

CAR E BAHIATER DISCUTEM IMPORTAÇÃO DO CACAU NA BAHIA

A Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR) e a Superintendência Baiana de Assistência Técnica e Extensão Rural (Bahiater), vinculadas à Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), reuniram-se com cacauicultores dos territórios Litoral Sul e Baixo Sul nesta sexta-feira (3). O encontro, que tratou sobre os impactos da importação do cacau que chega à Bahia, por meio do Porto de Ilhéus, aconteceu no município de Itabuna, com representantes do Consórcio Intermunicipal do Mosaico das APAS do Baixo Sul (Ciapra Baixo Sul) e da Associação Nacional dos Produtores de Cacau (ANPC).

Os riscos fitossanitários da importação de amêndoas de cacau, oriundas da África, em especial da Costa do Marfim, são a maior preocupação dos cacauicultores. Em 2021, o Ministério da Agricultura publicou a Instrução Normativa N° 125, que relaxou a exigência fitossanitária para a importação de amêndoas africanas.

“É uma agenda muito importante para a cacauicultura baiana e para o Brasil, já que a Bahia lidera a produção de amêndoas de cacau em área plantada e em número de agricultores familiares envolvidos nesse segmento. A ANPC esteve com a gente, juntamente com o CIAPRA, discutindo uma estratégia ampla de desenvolvimento da cacauicultura baiana. Apresentamos o volume de investimentos que já foram feitos nesses territórios e a metodologia que os consórcios estão executando e programamos, para o próximo dia 14, uma apresentação para a sociedade cacaueira: essa nova modelagem de ATER [assistência técnica e extensão rural]. Hoje, a presidente da ANPC apresentou ao governador um documento concebido pela ANPC, uma pauta muito delicada, que é a segurança fitossanitária da cultura do cacau no estado, a qual estamos nos debruçando com nossos órgãos oficiais, CAR e Bahiater, que estão trabalhando nessa ação estratégica”, afirmou o titular da CAR, Jeandro Ribeiro.

Os cacauicultores alertam que a entrada de doenças e pragas pode contaminar a produção de cacau e outras culturas, além de afetar a sustentabilidade ambiental e econômica da região. De acordo com o titular da Bahiater, Lanns Almeida, é preciso observar a necessidade de proteção para a lavoura baiana e brasileira.

“Precisamos estar atentos às barreiras fitossanitárias, seguindo padrões internacionais e padrões nacionais, com uma constância no mundo todo, principalmente em se tratando de uma cultura tão importante como é a do cacau, na qual 72% do público são agricultores familiares, representando uma cultura tão importante para a agricultura da Bahia – mais de 72 mil estabelecimentos rurais estão na cacauicultura baiana. Então, precisamos estar muito atentos e reforçar ainda mais toda a segurança fitossanitária em relação ao cacau africano que chega no Brasil e, especialmente, na Bahia, visando, ainda, a proteção ambiental e social”, destacou Lanns Almeida.

(mais…) Leia mais...

ILHÉUS: PRODUTORES DE CACAU ANUNCIAM PROTESTO CONTRA IMPORTAÇÃO

A  Associação Nacional dos Produtores de Cacau (ANPC) planeja fechar trechos da BR-101, em Ilhéus (BA), em protesto contra a chegada de mais um carregamento no porto da cidade de amêndoas de cacau importadas da Costa do Marfim para processamento nas três multinacionais que atuam no Brasil (Olam Agrícola, Barry Callebaut e Cargill Agrícola).

O dia do protesto depende da chegada do navio, mas segundo Vanuza Lima Barroso, presidente da associação, o movimento deve reunir cerca de 300 pessoas depois do Carnaval.

Produtora em Itabuna e Ubaitaba, Vanuza explica que os cacauicultores querem a revogação da Instrução Normativa (IN) 125/21, do Ministério da Agricultura e Pecuária (Mapa), que retirou a exigência fitossanitária para a importação das amêndoas do país africano, ignorando os riscos de trazer para o Brasil pragas e doenças quarentenárias (não existentes por aqui) como a Striga spp e a Phytoptora Megakaria, que poderiam contaminar a produção de cacau e de outras culturas como soja, milho, arroz, feijão, cana e sorgo.

(mais…) Leia mais...

ATÉ QUANDO A CEPLAC[CACAU] SOBREVIVERÁ SANGRANDO?

Por “COLETIVO CACAU PARA SEMPRE”

“Não acredito em alienígenas mas que eles existem, existem!”, e estão presentes em mais um duro golpe imposto aos cacauicultores, dessa vez com a nomeação de uma bióloga da Embrapa Gado de Corte para dirigir os rumos da CEPLAC na Bahia e no Brasil. Até quando nossos representantes políticos continuarão alheios as coisas do cacau e a cargo de alta relevância para lidar com nossos desafios tratando a região cacaueira como um espaço burocrático e sem importância?

Desde a reforma que o Ministério da Agricultura-MAPA promoveu em 2015, ainda no Governo Dilma, a CEPLAC foi abrigada e rebaixada como uma diretoria subordinada a uma Secretaria do MAPA, sem autonomia e relevância nos debates e formulação de políticas públicas, com divisões internas profundas e sem cumprir o papel institucional de promover o desenvolvimento sustentável e integração regional que sempre nortearam sua existência.

(mais…) Leia mais...

“A CADEIA PRODUTIVA DO CACAU É TODA CONTEMPLADA E A POPULAÇÃO FICA FELIZ COM A ALTERNATIVA DE LAZER”, DIZ MARCOS LESSA SOBRE O CHOCOLAT BAHIA 2022

No ano que a Bahia se consolida como maior produtor de cacau do Brasil, o Chocolat Bahia 2022 está na sua 23ª edição (entre BA, PA e SP) e após dois anos sem a realização a expectativa é de grande movimentação para o agronegócio e o turismo sul baiano. Na Bahia, a região com mais plantações do fruto é o Sul do estado.

O evento acontece entre os dias 21 e 24 de Julho no Centro de Convenções de Ilhéus. Políticos, autoridades e líderes da região prestigiaram a primeira noite do festival.

Confira a entrevista exclusiva realizada com Marcos Lessa, idealizador do Chocolat Festival e empreendedor no setor.

Leia mais...

“O OBJETIVO É FORTALECER O TURISMO, AMPLIAR GERAÇÃO DE RENDA E EMPREGO E VENDER NOSSO CHOCOLATE QUE É O MELHOR DO MUNDO”, DIZ PREFEITO DE ILHÉUS SOBRE CHOCOLAT FESTIVAL

A Abertura do Chocolat Festival aconteceu na noite desta quinta-feira, 21, no Centro de Convenções de Ilhéus. O maior evento de cacau e chocolate do Brasil e da América Latina será realizado entre os dias 21 e 24 de julho. Esse evento, segundo os organizadores, nasceu na Princesinha do Sul em 2009 e tem como objetivo principal fomentar toda a cadeia produtiva do cacau ao chocolate além de aspectos culturais e artísticos em torno do setor.

O Chocolat Bahia 2022 esta na sua 23ª edição (entre BA, PA e SP) e após dois anos sem a realização a expectativa é de grande movimentação para o agronegócio e o turismo sul baiano. A primeira noite do evento contou com a presença de autoridades da região.

Confira abaixo a entrevista exclusiva realizada pelo iPolitica com o prefeito de Ilhéus, Mario Alexandre.

    Leia mais...

CIMA COBRA PROVIDÊNCIAS PARA ENVIO DE CLONES SELECIONADOS PARA TESTE NO PERU E EQUADOR

O Consórcio Intermunicipal da Mata Atlântica (CIMA) enviou um ofício à Marcos Montes, atual ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento do governo federal, solicitando o envio de 200 clones, aproximadamente mil plantas, para serem testadas no Peru e no Equador.

No documento, que foi assinado pelo presidente e prefeito de Jussari Antônio Valete, é informado que já tem cerca de dois anos que esses clones estão para serem enviados ao países e que se encontram, possivelmente, sem os devidos cuidados técnicos.

Ele ainda fala sobre a verba para o envio, que foi autorizada pelo Ministério Público, no valor de R$50 mil. Esses clones fazem parte de uma pesquisa sobre a monilíase do cacaueiro, causada pelo fungo Moniliophthora roreri, que é uma das principais ameaças a cacauicultura brasileira.

O Consórcio também faz duras críticas a atual gestão da CEPLAC que, segundo o documento, vêm promovendo aposentadoria dos pesquisadores e não repondo a demanda com a contratação de novos profissionais.

Leia mais...

PREFEITOS, SECRETÁRIOS E ESPECIALISTAS DEBATEM SOBRE NOVAS TÉCNICAS DE PRODUÇÃO DO CACAU

As novas técnicas para a produção de cacau na região e as pragas que ameaçam o cultivo do fruto, estiveram entre as temáticas debatidas durante a apresentação do projeto Cacau 500 Arrobas – Mais Sustentável, em Una, nesta terça, 31. O evento, promovido pela Amurc, em parceria com os Consórcios, Litoral Sul, Cima, Ciapra – Baixo Sul e Cimurc, reuniu prefeitos, secretários de Agricultura e Meio Ambiente, especialistas na produção de cacau.

Segundo o Agrônomo Extensionista e Pesquisador, Ivan Costa, o projeto Cacau 500 Arrobas, criado ainda quando estava na Ceplac, já vem sendo aplicado em mais de 500 fazendas da região, inclusive em Una. Com técnicas simples e mais rentáveis para a produção de cacau, a ideia é que a iniciativa venha ser apreciada pelos governos Estaduais e Federais para serem implementadas como políticas públicas para os agricultores.

O presidente da Amurc e prefeito de Buerarema, Vinícius Ibrann revelou que estará mobilizando prefeitos e prefeitas da região para um momento de apresentação de potencialidades peculiares de cada município, abrangendo o cacau. “Iremos mobilizar um grande seminário, abrangendo todos os municípios e formalizar um documento com as intenções de desenvolvimento da região para todos os pré-candidatos ao Governo do Estado e Federal”, destacou o gestor.

O prefeito de Una, Tiago Birschner agradeceu a participação dos prefeitos e secretários da região e destacou que está empenhado que o plano de desenvolvimento da lavoura cacaueira faça parte do plano de governo do próximo governador. “Saímos com a responsabilidade de promover os meios para que isso aconteça. A partir de agora a gente assume o compromisso de alavancar as ações dos gestores e o comprometimento com o projeto para que seja desenvolvido”.

No período da tarde, os representantes de 23 municípios realizaram uma visita a Fazenda Mangueira, em Una, para conhecer os resultados práticos do projeto Cacau 500 Arrobas. A fazenda possui 63 hectares, com plantações de pupunha, açaí, sendo que 27 hectares são reservados para a produção de cacau.

Leia mais...

AMURC E CONSÓRCIOS PROMOVEM APRESENTAÇÃO DO PACOTE TECNOLÓGICO CACAU 500 ARROUBAS – MAIS SUSTENTÁVEL

Amurc e Consórcios promovem apresentação do Pacote Tecnológico Cacau 500 arroubas – Mais Sustentável

A Amurc, em parceria com os Consórcios (CDS-LS, Cima, Cimurc e Ciapra – Baixo Sul), apresentam no próximo dia 31/05, às 9h, aos prefeitos e autoridades regionais e estaduais, em Una, o Pacote Tecnológico Cacau 500 – Mais Sustentáveis para o fomento à diversificação do Sistema Agroflorestal da Agricultura Baiana.

O Encontro visa fomentar a adesão ao projeto tecnológico entre os prefeitos, as autoridades junto a bancada baiana, para que os produtores de cacau da região possam promover melhorias na produção.

Na programação está prevista a apresentação do pacote tecnológico 500 Arrobas Mais Sustentável – Diversificação do Sistema Agroflorestal da Cacauicultura Baiana, com o palestrante Ivan Costa – Agrônomo Extensionista e Pesquisador.

O impacto da doença Monialíase na cultura do cacau equatoriano também será tema do evento, a ser ministrado por José Gregório Macías Briones, dirigente de Comunicación de UOCE. Unión de Organizaciones Campesinas de Esmeraldas.

No período da tarde vai acontecer a visita de campo da Fazenda Mangueira, em Una para conhecer os resultados práticos do projeto Cacau 500.

Leia mais...

ABERTURA DO CACAU VALLEY IFESTIVAL TERÁ PALESTRA SOBRE FUTURO DOS NEGÓCIOS

Na próxima quarta-feira (25), acontece, em Ilhéus, a abertura do Cacau Valley iFestival, maior evento de inovação do Sul da Bahia, com a palestra “O futuro dos negócios e os negócios do futuro”, ministrada pelo futurista e Head de inovação, Luiz Candreva. O evento será no auditório do Hotel Praia do Sol, às 19h. Com entrada gratuita e vagas limitadas, as inscrições podem ser feitas nesse link https://bit.ly/AgendaCacauValleyFestival.

Nessa palestra, já apresentada em cinco países, Luiz Candreva explora as facetas da inovação no passado e o presente, fazendo um paralelo entre as mudanças e indicando oportunidades. Segundo ele, trata-se de um momento de quebra absoluta de paradigmas.

Ainda na abertura do evento, será realizado o painel “Metaverso e tecnologias inovadoras aplicadas às micro e pequenas empresas”, com os especialistas na área de Indústria 4.0, Eduardo Moraes e Tauan Reis. Neste painel, serão explicadas as tendências tecnológicas que estão transformando a indústria mundial. A Indústria 4.0 é derivada das diversas revoluções industriais e impactará a sociedade em muitos aspectos, sobretudo no mundo dos negócios. (mais…)

Leia mais...

A PAUTA É CACAU NO PODCAST CAFÉ IPOLÍTICA DESTA SEGUNDA-FEIRA

O programa Podcast Café Ipolítica vai receber nesta segunda-feira (9) os prefeitos Antônio Valete (Jussari e presidente do CIMA) e Vinicius Ibrann (Buerarema e presidente da Amurc) para bater um papo juntamente com o extensionista e um dos idealizadores do projeto 500 na Ceplac, Ivan Costa. A pauta do programa vai ser sobre o projeto Cacauicultura de Alta Produtividade mais Sustentabilidade e a Marcha para Brasília.

Conduzido pelo jornalista Andreyver Lima, o Podcast Café Ipolítica será transmitido ao vivo, a partir das 19 horas, no canal do IpodcasTV no YouTube, onde os assinantes poderão participar enviando suas perguntas ou comentários.

Assista o programa no link abaixo:

Leia mais...

BAHIA VAI EXPORTAR CACAU PARA OS EMIRADOS ÁRABES

No último dia de agendas no exterior, o governador Rui Costa visitou nesta quinta-feira (28), acompanhado de produtores do agronegócio baiano, a Dubai Multi Commodities Center (DMCC), especializada na importação e exportação de produtos agrícolas dos Emirados Árabes. Rui conheceu a unidade de processamento de café que compra, avalia, empacota e exporta café de várias partes do mundo. A empresa vai iniciar um processo semelhante com o cacau baiano, produzido em Ilhéus.

“Nós produzimos o melhor cacau do Brasil e eles estão muito interessados em começar o processamento do cacau baiano. Vamos aproveitar e mandar para eles outros produtos, como algodão, castanha de caju e o café gourmet, que também têm muito potencial e são de extrema qualidade”, afirmou Rui. (mais…)

Leia mais...

AMURC PARTICIPA DE ENCONTRO COM REPRESENTANTES DA CÂMARA DE COMÉRCIO ÁRABE —BRASILEIRA: EM PAUTA CACAU, CHOCOLATE E COMÉRCIO EXTERIOR

Na manhã deste domingo, 13, estiveram reunidos representantes da Câmara de Comércio Árabe-Brasileira, representado pelos Senhores Ahmed Bin Sulayem, Samer Merhi, Executivos da DMCC (Dulbai Multi Commodities Centre) e o Sr. Rafel Solimeo – Diretor da Câmara de Comércio Árabe-Brasileira, representando os municípios do Sul da Bahia o Prefeito de Itajuípe e Presidente da AMURC Marcone Amaral e o Prefeito de Ilhéus Mário Alexandre, Dra. Soane Galvão Secretária de Desenvolvimento Econômico e Inovação do Município de Ilhéus e Dr. Vinicius Briglia Pinto – Assessor Especial da referida Secretaria, Cristiano Villela Diretor Executivo do Centro de Inovação do Cacau (CIC) e Luciano Veiga Secretário Executivo da AMURC e do CDS-LS.

“A gente fica feliz em receber investidores de várias partes do mundo, desta vez, a primeira visita de investidores dos emirados árabes, interessados em expandir negócios e contribuir com o crescimento da nossa cidade de Ilhéus e região. Isso reflete em mais arrecadação e receita, bem como reflete positivamente na nossa economia e de toda a região Sul, gerando emprego e renda para a nossa população”, destacou o prefeito de Ilhéus, Mário Alexandre.

Esta vinda do pessoal do Dubai Multi Commodities Centre – DMCC, tem como objetivo entender sobre o mercado de cacau em nossa região, já que estão montando um centro de excelência em cacau, e pretendem compreender o modelo diferenciado realizado no Brasil, a exemplo do modelo cabruca e de sua sustentabilidade, bem como o SIC atua na linha de mapeamento de qualidade do cacau para que, futuramente, a Bahia e o Brasil seja um dos fornecedores de cacau de alto padrão para este empreendimento internacional”, afirmou Cristiano, do Centro de Inovação do Cacau – CIC.

Para o Presidente da AMURC e Prefeito de Itajuípe Marcone Amaral, “o encontro foi importante para apresentarmos o potencial da nossa região, com destaque para o cacau e chocolate, com oportunidades comerciais, que estarão sendo trabalhadas pela Câmara de Comércio Árabe-Brasileira, Governo do Estado da Bahia, Centro de Inovação do Cacau (CIC) e AMURC, onde serão realizadas reuniões e visitas, que estão sendo agendadas. A ponte de oportunidades do Sul da Bahia aos seus ativos econômicos e ambientais, passam a ter melhor desejo de percepção de negociação e parcerias, através dos intercâmbios comerciais. Nesta linha, a associação dos municípios – AMURC, estará atenta e de portas abertas ao debate, inserindo os agentes de transformação e inovação neste contexto, objetivando ampliar a o escopo institucional”, declarou.

O encontro foi marcado pelo interesse real das partes em criar caminhos, voltados para consolidar negócios entre a Câmara de Comércio Árabe-Brasileira e o Governo do Estado da Bahia, iniciando pelo cacau e chocolate.

Leia mais...

SUL DA BAHIA VAI RETOMAR A ROTA DO CACAU E DO CHOCOLATE

O assessor do Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR), Aldo Dantas, anunciou nesta sexta-feira, 3, em Itabuna, a retomada da Rota do Cacau e do Chocolate na região, durante um encontro promovido pela Amurc e pelo CDS – Litoral Sul. Prefeitos, secretários de Agricultura, produtores de cacau e chocolate, acadêmicos da Uesc e do Ifbaiano apresentaram seus anseios para a implementação de políticas públicas e o fortalecimento econômico da região, que ainda se destaca na produção de fruticultura, agropecuária e demais setores.

O encontro contou com a participação do prefeito de Jussari e presidente do Consórcio Intermunicipal da Mata Atlântica, Antônio Valete, prefeito de Camacan, Paulo do Gás, prefeita de Pau Brasil, Bárbara Prado, assessor da Secretaria de Agricultura da Bahia, Thiago Guedes, da gerente regional do Sebrae, Claudiana Figueiredo e do superintendente regional da Ceplac Bahia / Espírito Santos, Waldo Luiz Coutinho Britto.

O presidente da Amurc, Marcone Amaral parabenizou a iniciativa do MDR ao retomar uma pauta tão importante para a região e que ainda representa uma grande parcela do setor produtivo. Ele ainda propôs aos prefeitos, realizar uma mobilização da Amurc, juntamente com os consórcios públicos da região para uma visita ao ministro Rogério Marinho. “Iremos levar os nossos anseios e mostrar as pautas do segmento econômico ao ministro, para que sejam analisadas e atendidas”, declarou o gestor.

(mais…) Leia mais...