Plansul
COLÉGIO JORGE AMADO
Buerarema
Pref ilheus junho
Ieprol
Navegação na tag

Calendário de Vacinação

ILHÉUS INICIA CAMPANHA ANTIRRÁBICA; CONFIRA PONTOS E HORÁRIOS

A Prefeitura de Ilhéus, por meio da Secretaria de Saúde (Sesau), iniciou nesta segunda-feira (8) a campanha de vacinação antirrábica itinerante para cães e gatos a partir de três meses de idade. A Sesau explica que o Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) funciona como ponto fixo de vacinação, de segunda a sexta-feira, das 8h às 12h.

A ação volante, por sua vez, segue até o dia 12 de agosto, em pontos localizados nas zonas urbana e rural da cidade. O dono do pet deve ser maior de 18 anos e levar o cartão de vacinação do animal, caso possua.

A vacinação anual de cães e gatos é eficaz na prevenção da raiva nesses animais e consequentemente, da raiva humana. A doença acomete mamíferos e pode ser transmitida através da mordida, lambida em feridas abertas, mucosas ou arranhões. Vacinar os animais pode diminuir de forma significativa os índices de transmissão.

Serviço

Vacinação antirrábica itinerante para cães e gatos

Período: de 8 a 12 de agosto

Confira os pontos e horários

– Zona Urbana

8/8 (Segunda-feira)

Subsede do Sindicato dos ACS/ACE, das 8h às 15h (Parque Infantil, próximo à Clínica de Hemodiálise)

Corpo de Bombeiros, das 8h30 às 15h

Barra/CSU – Bar na Praça, das 8h às 15h

9/8 (Terça-feira)

São Miguel – Posto de Saúde, das 8h às 15h

São Domingos – Associação AMCBSD (casa do presidente), das 8h20 às 15h

Iguape – Centro Comunitário, das 8h40 às 15h

10/8 (Quarta-feira)

Saúde na Comunidade, das 8h às 15h

Barra/Corante – ONG Charles, das 8h20 às 15h

Barra/Cominho – Associação de Moradores, próximo à passarela, das 8h30 às 15h.

11/8 (Quinta-feira)

São José – das 8h30 às 15h

Novo Ilhéus, das 8h às 15h

12/8 (Sexta-feira)

Jardim Savoia – Pet Shop North Vet, das 8h às 15h

VARREDURA – Vila Lídia, Avenida Itacanoeira e Avenida Ferroviária, das 8h às 15h

– Zona Rural

8/8 (Segunda-feira)

Banco Central – Quadra Poliesportiva, das 9h às 14h

9/8 (Terça-feira)

Inema – Praça próximo ao prédio de Zé Branco, das 9h30 às 15h

Pimenteira – vacinação volante, das 10h às 15h30

10/8 (Quarta-feira)

Castelo Novo – Praça próximo à Igreja Assembleia, das 8h30 às 14h

11/8 (Quinta-feira)

Tibina – Próximo à Bilora, das 9h30 às 14h30

Aderno – Bar de Irene de Deli, das 8h30 às 14h

Retiro- Casa da agente comunitária de saúde (Cenira), das 10h às 13h30

12/8 (Sexta-feira)

Juerana – Área externa do Posto de Saúde, das 8h30 às 14h

Joia 1 e 2 – Cabana Virou Mania, das 9h às 14h

Tulha – Área externa do Posto de Saúde, das 9h30 às 14h

Mamoã – Próximo à Escola Brígido Portela, das 10h às 14h

Leia mais...

ITABUNA: DIVULGADO CALENDÁRIO DE VACINAÇÃO NA SEMANA DO ANIVERSÁRIO DO MUNICÍPIO

A Secretaria Municipal de Saúde, por meio da Rede de Frio do Departamento de Vigilância em Saúde, divulga o calendário de vacinação na semana do aniversário de Itabuna, que completa 112 anos no próximo dia 28.

Para a vacinação contra o Covid-19 nas Unidades Básicas e de Saúde da Família, a vacinação da primeira, segunda e terceira dose acontecerá desta segunda até quarta-feira, dia 27, das 8 as 11 e das 13 às 16 hors. Vale destacar que as ampolas são abertas até às 15h a fim de evitar desperdício de doses.

(mais…) Leia mais...

FALTA DE VACINAS DIFICULTA AÇÕES CONTRA COVID-19 EM ITABUNA

A falta de vacinas contra a COVID-19 está dificultando o trabalho de prevenção e imunização em Itabuna desde essa segunda-feira, 04/06.

Na Unidade Básica de Saúde (UBS) José Edites, no bairro São Caetano, vários cidadãos que se dirigiram ao local em busca da quarta dose nesta terça (05/07) foram informados que a vacina estaria em falta, mas que poderia chegar a qualquer momento.

Nesta UBS específica, a situação se torna ainda mais delicada uma vez que a Unidade de Saúde da Família (USF) Dr. Antônio Menezes, do bairro Vila Anália, foi fechado e os atendimentos no José Edites, além de cobrir o contingente populacional do São Caetano, passou a receber também a população dos bairros Vila Anália e Sarinha Alcântara.

Pedro da Silva Menezes, aposentado, 75 anos, morador do Vila Anália, foi um dos que estiveram na UBS José Edites no início da manhã e aguardou a chegada das vacinas até às 9h30min. Desistiu de esperar.

A dona de casa Clotildes Meira Gomes, também aposentada, moradora do Sarinha, chegou no local um pouco mais tarde, perto das 11h e não foi imunizada porque as vacinas ainda não estavam disponíveis.

Até o fechamento desta matéria, o site iPolitica tentou contato com a supervisora da Rede de Frios, senhora Camila Brito, para buscar as informações da Secretaria Municipal de Saúde sobre a falta das vacinas na UBS José Edites, sem sucesso.

O site reserva o espaço necessário para que a Prefeitura de Itabuna possa se manifestar sobre o assunto.

Leia mais...

ITABUNA: SECRETARIA DE SAÚDE DIVULGA CALENDÁRIO DE VACINAÇÃO DESTA SEMANA

A Secretaria Municipal de Saúde divulgou calendário de vacinação nesta semana em Itabuna.

Para a vacinação contra a Covid-19, no período matutino e vespertino nas Unidades Básicas e de Saúde da Família a vacinação da primeira, segunda, terceira dose e dose de reforço serão aplicadas desta segunda a quinta-feira, 26, das 8 as 11 e das 13 às 16 horas.

Vale destacar que as unidades funcionam até às 16h mas ampolas são abertas até às 15h a fim de evitar desperdício de doses.

PRIMEIRA DOSE

Para a primeira dose o público maiores de 12 anos. A documentação é o RG, CPF ou cartão do SUS e comprovante de residência.

SEGUNDA DOSE

Para a segunda dose, as pessoas que estão com data de retorno até o dia 27/05 para uso das vacinas CORONAVAC, OXFORD e PFIZER.

Vale destacar que está liberado para todos os serviços a antecipação da 2ª dose Pfizer para 60 dias. A documentação é o RG, CPF ou cartão do SUS, comprovante de residência e cartão com registro da primeira dose.

TERCEIRA DOSE

Para a terceira dose nas Unidades Básicas de Saúde, serão imunizadas pessoas maiores de 18 anos com conclusão do esquema vacinal há mais de 4 meses (a partir da data da segunda dose).

Inscreva-se no Canal!
DOSE DE REFORÇO JANSSEN

Nas UBS, pessoas maiores de 18 anos, que tenham um intervalo entre 2 e 6 meses após a primeira aplicação já podem receber sua dose de reforço da vacina Janssen.

A documentação necessária é o RG, CPF ou Cartão do SUS, Comprovante de Residência e cartão de vacina com registro das doses anteriores.

VACINAÇÃO INFANTIL

Esta semana, a vacinação infantil acontece na sexta-feira, dia 27, nas Unidades Básicas e de Saúde da Família das 08h às 11h e das 13h às 16h. Vale destacar que as unidades funcionam até às 16h, mas as ampolas são abertas até às 15h afim de evitar desperdício de doses.

São imunizadas crianças com comorbidade/deficiência permanente de 5 a 11 anos com a Pfizer Pediátrica. Já as crianças sem comorbidade serão vacinadas aquelas de 5 a 11 anos com a vacina da Pfizer Pediátrica e de 06 a 11 anos com a vacina da Coronavac ou Pfizer Pediátrica.

SEGUNDA DOSE CRIANÇAS

Crianças de 6 a 11 anos sem comorbidade que foram imunizadas com a Coronavac e completaram os 28 dias da primeira dose, já poderão receber a segunda aplicação. E também, crianças de 05 a 11 anos que receberam a vacina Pfizer também já podem receber sua segunda dose após completar o prazo de 60 dias.

Algumas ressalvas precisam ser seguidas na imunização deste grupo infantil como a apresentação de um documento da criança e do cartão de vacina infantil. Para crianças com comorbidade, deverá ser apresentado também o relatório médico que ficará retido. Ademais, a criança deverá ser acompanhada pelos pais ou responsáveis (no caso de não ser os pais, o responsável deverá levar uma cópia do documento do pai ou da mãe e autorização por escrito assinada). Os pais ou responsáveis deverão apresentar documento pessoal com     foto.

Outro ponto é que a criança não pode ter sido imunizada com qualquer outra vacina nos 15 dias anteriores. Os pais poderão optar qual a vacina para as crianças sem comorbidade de 06 a 11 anos (Coronavac ou Pfizer Pediátrica). Já para àquelas com 05 anos e àquelas com comorbidade, a orientação é a Pfizer Pediátrica.

As doenças que são consideradas comorbidades são Diabetes mellitus; Pneumopatias crônicas graves; Doenças Cardiovasculares; Doenças cerebrovasculares; Doença renal crônica; Imunossuprimidos; Hemoglobinopatias; Obesidade mórbida; Síndrome de Down e Cirrose hepática. Já as deficiências permanentes consideradas prioridades são a Auditiva, visual, física e intelectual (crianças autistas estão inclusas nesta última categoria).

AÇÃO DA REDE DE FRIO – VACINAÇÃO INFANTIL

Na sexta-feira, dia 27, haverá também, ação executada pela Rede de Frio para vacinação infantil. Das 10 às 14h na UBS José Maria de Magalhães Neto (antigo SESP) serão imunização crianças contra o covid-19, influenza e sarampo (tríplice viral).

Crianças de 5 a 11 anos serão imunizadas com a primeira e segunda dose contra o covid-19 da Coronavac e Pfizer. Já as crianças de 06 meses a menores de 05 anos serão imunizadas com a dose única do sarampo ou com a dose única/primeira dose da influenza.

A documentação necessária é o RG, CPF, ou cartão do SUS e cartão de vacina com registros anteriores.

CAMPANHA DE VACINAÇÃO DA INFLUENZA E TRÍPLICE VIRAL

A campanha de vacinação da Influenza (gripe) e Tríplice Viral (Sarampo, Caxumba e Rubéola acontece nas Unidades Básicas de Saúde e as vacinações ocorrem concomitantemente à vacinação da covid-19.

Nesta semana, a vacinação acontece de segunda a quinta-feira, 26, das 8 às 11 e das 13 às 16h nas UBS e USf . Nesta segunda fase, para vacinação da Influenza que ocorre de forma escalonada, o público alvo são idosos maiores de 60 anos, trabalhadores da Saúde, professores, gestantes e puérperas, crianças de 6 meses a menores de 5 anos.

Além disso, portadores de comorbidades ou deficiência permanente, profissionais das forças de segurança ou salvamento, trabalhadores do transporte coletivo e rodoviário, caminhoneiros , população privada de liberdade e profissionais do sistema de privação de liberdade, pessoas de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas.

Já para a vacinação da Tríplice Viral, nesta segunda fase o grupo são os trabalhadores de Saúde (inclusive estagiários de saúde que atuem em serviços de saúde) e crianças de 6 meses a menores de 5 anos. A documentação necessária para vacinação da Influenza e Tríplice Viral é o RG, CPF ou Cartão do SUS, cartão de vacina com registros anteriores.

Além disso, são ressaltadas algumas informações importantes a exemplo da apresentação de documento de comprovação de vinculo ativo, tais como: contra cheque atual e documento oficial com foto; carteira de trabalho, carteira do conselho, etc.

AÇÃO DE INTENSIFICAÇÃO VACINAL MENINGOCÓCICA

Nesta semana, a Rede de Frio realizará ação de intensificação  vacinal com a vacina Meningocócica C (Conjugada). A vacinação ocorre de segunda a quinta-feira, dia 27,  nas Unidades Básicas e de Saúde da Família.

O público alvo são pessoas a partir de 1 ano de idade até 19 anos, 11 meses e 29 dias que não tenham tomado a vacina meningo C ou ACWY.

A documentação necessária é o RG, CPF ou Cartão SUS e cartão de vacina com o registro vacinal.

Leia mais...

ITABUNA: SECRETARIA DE SAÚDE DIVULGA CALENDÁRIO DA VACINAÇÃO NESTA SEMANA

A Secretaria Municipal de Saúde, por meio da Rede de Frio do Departamento de Vigilância em Saúde divulga calendário de vacinação desta semana em Itabuna. Para a vacinação contra o Covid-19 nas Unidades Básicas e de Saúde da Família, a vacinação da primeira, segunda e terceira dose será aplicada desta segunda a quinta-feira, dia 5, das 8 as 11 e das 13 às 16 horas.

Para a primeira dose, o público são os maiores de 12 anos. A documentação é o RG, CPF ou cartão do SUS e comprovante de residência. Para a segunda dose pessoas que estão com data de retorno até o dia 6/05 para uso das vacinas Coronavac, Oxford E Pfizer.

Vale destacar que está liberado para todos a antecipação da 2ª dose Pfizer para 60 dias. A documentação é o RG, CPF ou cartão do SUS, comprovante de residência e cartão com registro da primeira dose.

TERCEIRA DOSE

Para a terceira dose, serão imunizadas pessoas maiores de 18 anos com conclusão do esquema vacinal há mais de 4 meses (a partir da data da segunda dose).

DOSE DE REFORÇO JANSSEN

Nas UBS e USF, pessoas maiores de 18 anos que tenham um intervalo entre 2 e 6 meses após a primeira aplicação já podem receber sua dose de reforço da vacina Janssem.

A documentação necessária é o RG, CPF ou Cartão do SUS, Comprovante de Residência e cartão de vacina com registro das doses anteriores.

QUARTA DOSE

Também será aplicada a quarta dose contra o Covid-19 nas Unidades Básicas e de Saúde da Família. O público-alvo para a quarta aplicação são pessoas vivendo com HIV, pessoas em tratamento oncológico, pacientes transplantados (medula ou órgãos sólidos)

Além destes, pessoas em tratamento imunossupressor (autoimunes como Lupus, artrite reumatóide Doença de Crohn, anemia hemolítica, espondiloartrites, artrite psoriásica, esclerose sistêmica (esclerodermia), síndrome de Sjögren, miopatias inflamatóriase as vasculites) e idosos maiores de 70 anos. A documentação é o RG, CPF ou Cartão do SUS, cartão de vacina com registros anteriores.

VACINAÇÃO INFANTIL

Nesta semana, a vacinação infantil acontece na sexta-feira, dia 6, nas Unidades Básicas e de Saúde da Família das 8 às 11 e das 13 às 16 horas.

Serão imunizadas crianças com comorbidade/deficiência permanente de 5 a 11 anos com a Pfizer Pediátrica. Já as crianças sem comorbidade serão vacinadas aquelas de 5 a 11 anos com a vacina da Pfizer Pediátrica e de 6 a 11 anos com a vacina da Coronavac ou Pfizer Pediátrica.

SEGUNDA DOSE CRIANÇAS

Crianças de 6 a 11 anos sem comorbidade que foram imunizadas com a Coronavac e completaram os 28 dias da primeira dose, já poderão receber a segunda aplicação. E também, crianças de 5 a 11 anos que receberam a vacina Pfizer também já podem receber sua segunda dose após completar o prazo de 60 dias.

Algumas ressalvas precisam ser seguidas na imunização deste grupo infantil como a apresentação de um documento da criança e do cartão de vacina infantil. Para crianças com comorbidade, deverá ser apresentado também o relatório médico que ficará retido. Ademais, a criança deverá ser acompanhada pelos pais ou responsáveis (no caso de não ser os pais, o responsável deverá levar uma cópia do documento do pai ou da mãe e autorização por escrito assinada). Os pais ou responsáveis deverão apresentar documento pessoal com foto.

Outro ponto é que a criança não pode ter sido imunizada com qualquer outra vacina nos 15 dias anteriores. Os pais poderão optar qual a vacina para as crianças sem comorbidade de 06 a 11 anos (Coronavac ou Pfizer Pediátrica). Já para àquelas com 05 anos e àquelas com comorbidade, a orientação é a Pfizer Pediátrica.

As doenças que são consideradas comorbidades são Diabetes mellitus; Pneumopatias crônicas graves; Doenças Cardiovasculares; Doenças cerebrovasculares; Doença renal crônica; Imunossuprimidos; Hemoglobinopatias; Obesidade mórbida; Síndrome de Down e Cirrose hepática. Já as deficiências permanentes consideradas prioridades são a Auditiva, visual, física e intelectual (crianças autistas estão inclusas nesta última categoria).

CAMPANHA DE VACINAÇÃO DA INFLUENZA E TRÍPLICE VIRAL

A campanha de vacinação da Influenza (gripe) e tríplice viral (Sarampo, Caxumba e Rubéola acontece nas Unidades Básicas de Saúde e as vacinações ocorrem concomitantemente à vacinação contra a Covid-19.

Nesta semana, a vacinação acontece até quinta-feira, dia 5, das 8 às 11 e das 13 às 16 horas nas UBS e USF. Nesta segunda fase, para vacinação da Influenza que ocorre de forma escalonada, o público-alvo são idosos maiores de 60 anos, trabalhadores da Saúde, professores, gestantes e puérperas, crianças de 6 meses a menores de 5 anos.

Além disso, portadores de comorbidades ou deficiência permanente, profissionais das forças de segurança ou salvamento, trabalhadores do transporte coletivo e rodoviário, caminhoneiros , população privada de liberdade e profissionais do sistema de privação de liberdade, pessoas de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas.

Já para a vacinação da tríplice viral nesta segunda fase o grupo são os profissionais de Saúde e crianças de 6 meses a menores de 5 anos. A documentação necessária para vacinação da Influenza e Tríplice Viral é o RG, CPF ou Cartão do SUS, cartão de vacina com registros anteriores.

Além disso, são ressaltadas algumas informações importantes a exemplo da apresentação de documento de comprovação de vínculo ativo, tais como: contra cheque atual e documento oficial com foto; carteira de trabalho, carteira do conselho, etc.

AÇÃO DE VACINAÇÃO REDE DE FRIO

Nesta semana, a Rede de Frio realizará ação para vacinação da Influenza e tríplice viral.

Na terça-feira, dia 3, às 9 horas no pátio do SETTRAN, no Bairro Lomanto, serão imunizados profissionais da Secretaria de Transportes e Trânsito e profissionais da segurança pública (guarda civil municipal).

Na quarta-feira, dia 4, às 9 horas no pátio do 4º Grupamento de Bombeiros Militares serão imunizados profissionais do Corpo de Bombeiros, Polícia Civil, Polícia Rodoviária Estadual e Polícia Rodoviária Federal.

Na quinta-feira, dia 5, às 9 horas no pátio do 15º Batalhão da Polícia Militar serão imunizados profissionais da Polícia Militar.

A documentação necessária é o RG, CPF ou Cartão SUS e cartão de vacina com o registro vacinal. É recomendado também, apresentar documento de comprovação de vinculo ativo, tais como: contracheque atual e documento oficial com foto; carteira de trabalho, carteira do conselho etc.

Leia mais...

ITABUNA: SECRETARIA DE SAÚDE DIVULGA CALENDÁRIO VACINAL DA ÚLTIMA SEMANA DE ABRIL

A Secretaria Municipal de Saúde, por meio da Rede de Frio do Departamento de Vigilância em Saúde divulga calendário de vacinação que contempla a última semana de abril em Itabuna.

Para a vacinação contra o Covid-19 nas Unidades Básicas e  de Saúde da Família a primeira, segunda e terceira dose contra  será aplicada desta segunda a quinta-feira, das 8 às 11 e das 13 às 16 horas.

(mais…) Leia mais...

ITABUNA: CONFIRA CALENDÁRIO DE VACINAÇÃO DESTA SEMANA

A Secretaria de Saúde de Itabuna divulga calendário de vacinações nesta semana no Município. Além da imunização contra Covid-19 há também contra Influenza e Tríplice Viral.

Para a vacinação contra o Covid-19,  no período matutino e vespertino nas Unidades Básicas e de Saúde da Família, a primeira, segunda e terceira dose será aplicada na segunda e quarta-feira, das 8 às 11 e das 13 às 16 horas.

PRIMEIRA DOSE

Para a primeira dose, o público será maiores de 12 anos. A documentação é o RG, CPF ou cartão do SUS e comprovante de residência.

SEGUNDA DOSE

Para a segunda dose, as pessoas que estão com data de retorno até o dia 21/04 para uso das vacinas Corona, Oxford e Pfizer.

Vale destacar que está liberado para todos, a antecipação da 2ª dose Pfizer para 60 dias. A documentação é o RG, CPF ou cartão do SUS, comprovante de residência e cartão com registro da primeira dose.

TERCEIRA DOSE

Para a terceira dose, serão imunizadas pessoas maiores de 18 anos com conclusão do esquema vacinal há mais de 4 meses (a partir da data da segunda dose).

DOSE DE REFORÇO JANSSEN

Nas UBS e USF, pessoas maiores de 18 anos, que tenham um intervalo entre 2 e 6 meses após a primeira aplicação já podem receber sua dose de reforço da vacina Janssen.

A documentação necessária é o RG, CPF ou Cartão do SUS, Comprovante de Residência e cartão de vacina com registro das doses anteriores.

QUARTA DOSE

Desta segunda a quarta-feira, 20, também será aplicada a quarta dose do Covid-19 nas Unidades Básicas e de Saúde da Família.

O público-alvo alvo para esta aplicação são pessoas vivendo com HIV, pessoas em tratamento oncológico, pacientes transplantados (medula ou órgãos sólidos)

Além destes, pessoas em tratamento imunossupressor (autoimunes como Lúpus, artrite reumatoide Doença de Crohn, anemia hemolítica, espondiloartrites, artrite psoriásica, esclerose sistêmica (esclerodermia), síndrome de Sjögren, miopatias inflamatórias e as vasculites) e idosos maiores de 80 anos.

A documentação é o RG, CPF ou Cartão do SUS, cartão de vacina com registros anteriores.

VACINAÇÃO INFANTIL

Nesta semana, a vacinação infantil acontece na quarta-feira, dia, na Rede de Frio, anexa à UBS José Maria de Magalhães Neto, Centro (antigo SESP) das 8 às 11 e das 13 às 15h30min.

Serão imunizadas crianças com comorbidade/deficiência permanente de 5 a 11 anos com a Pfizer Pediátrica. Já as crianças sem comorbidade serão vacinadas aquelas de 5 a 11 anos com a vacina da Pfizer Pediátrica e de 6 a 11 anos com a vacina da Coronavac ou Pfizer Pediátrica.

SEGUNDA DOSE CRIANÇAS

Crianças de 6 a 11 anos sem comorbidade que foram imunizadas com a Coronavac e completaram os 28 dias da primeira dose, já poderão receber a segunda aplicação. E também, crianças de 5 a 11 anos que receberam a vacina Pfizer também já podem receber sua segunda dose após completar o prazo de 60 dias.

Algumas ressalvas precisam ser seguidas na imunização deste grupo infantil como a apresentação de um documento da criança e do cartão de vacina infantil. Para crianças com comorbidade, deverá ser apresentado também o relatório médico que ficará retido.

Ademais, a criança deverá ser acompanhada pelos pais ou responsáveis (no caso de não ser os pais, o responsável deverá levar uma cópia do documento do pai ou da mãe e autorização por escrito assinada). Os pais ou responsáveis deverão apresentar documento pessoal com     foto.

Outro ponto é que a criança não pode ter sido imunizada com qualquer outra vacina nos 15 dias anteriores. Os pais poderão optar qual a vacina para as crianças sem comorbidade de 06 a 11 anos (Coronavac ou Pfizer Pediátrica). Já para aquelas com 5 anos e as com comorbidade, a orientação é a Pfizer Pediátrica.

As doenças que são consideradas comorbidades são Diabetes mellitus; Pneumopatias crônicas graves; Doenças Cardiovasculares; Doenças cerebrovasculares; Doença renal crônica; Imunossuprimidos; Hemoglobinopatias; Obesidade mórbida; Síndrome de Down e Cirrose hepática. Já as deficiências permanentes consideradas prioridades são a Auditiva, visual, física e intelectual (crianças autistas estão inclusas nesta última categoria).

CAMPANHA DE VACINAÇÃO DA INFLUENZA E TRÍPLICE VIRAL

A Campanha de Vacinação da Influenza (gripe) e Tríplice Viral (Sarampo, Caxumba e Rubéola) acontece nas Unidades Básicas e de Saúde da Família simultâneas com  a vacinação contra a Covid-19.

Nesta semana, a vacinação acontece de segunda a quarta-feira, das 8 às 11 e das 13  às 16 horas. Neste primeiro momento, para a vacinação da Influenza que ocorre de forma escalonada, o público-alvo são idosos maiores de 60 anos e trabalhadores da Saúde.

Já para a vacinação da Tríplice Viral, nesta primeira fase, os profissionais de Saúde. A documentação necessária para vacinação da Influenza e Tríplice Viral é o RG, CPF ou Cartão do SUS, cartão de vacina com registros anteriores.

Além disso, algumas informações importantes são ressaltadas, a exemplo da apresentação de documento de comprovação de vínculo ativo, tais como: contracheque atual e documento oficial com foto; carteira de trabalho, carteira do conselho, etc.

Trabalhadores de saúde: veterinários, odontólogos, auxiliar de saúde bucal, farmacêuticos, atendentes de farmácia, psicólogos, fonoaudiólogos, nutricionistas, educador físico, assistente social, estudantes de saúde que estejam estagiando em serviços de saúde.

AÇÃO DE VACINAÇÃO REDE DE FRIO

Nesta semana, a Rede de Frio realizará cronograma para vacinação da Influenza e Tríplice Viral. Seguem datas, horários e público alvo a serem contemplados. A vacinação ocorre  nos próprios estabelecimentos onde estão lotados os profissionais.

6Na segunda-feira, dia 18, das 10 às 14 horas, a Rede de Frio realiza imunização da Influenza e Tríplice Viral aos trabalhadores de Saúde no Hospital Manoel Novaes e na Maternidade Otaciana Pinto, e das 16 às 20 horas, no Hospital Calixto Midlej Filho.

Na terça-feira, dia 19, a ação ocorrerá às 9h no Abrigo São Francisco e das 16 às 20 horas para profissionais de saúde no Hospital Manoel Novaes e na Maternidade Otaciana Pinto.

Na quarta-feira, 20, profissionais de saúde que atuam no CEMEPI serão imunizados.

A documentação necessária é o RG, CPF ou Cartão SUS e cartão de vacina com o registro vacinal. É necessário também apresentar documento de comprovação de vínculo ativo,  tais como: contracheque atual e documento oficial com foto; carteira de trabalho, carteira do conselho,  etc.

Leia mais...