Plansul
COLÉGIO JORGE AMADO
Buerarema
Pref ilheus junho
Ieprol
Navegação na tag

Censo Demográfico

ITABUNA: PREFEITURA E IBGE DISCUTEM PARCERIA PARA O CENSO DEMOGRÁFICO 2022

Foi realizada na manhã desta quinta-feira, dia 28, no Centro Administrativo Firmino Alves, a 1ª Reunião de Planejamento e Acompanhamento do Censo 2022 do município de Itabuna. O encontro contou com a participação de representantes da Prefeitura de Itabuna e do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

O Censo Demográfico 2022, será iniciado a partir do dia 1º. de junho. Ao ressaltar a sua importância na coleta de informações fundamentais à Administração pública, o secretário municipal de Governo, Josué Brandão Júnior, lembrou que o Censo servirá de parâmetro para futuros investimentos não só pelo poder público como também pela iniciativa privada.

“Daí o apoio da Prefeitura é importante em áreas como infraestrutura e na disponibilização de profissionais para acompanhar todas as etapas do processo de coleta de informações para que a pesquisa seja realizada da melhor forma possível”, frisou o secretário. (mais…)

Leia mais...

STF DETERMINA QUE GOVERNO REALIZE CENSO DEMOGRÁFICO EM 2022

O Supremo Tribunal Federal (STF) determinou que a União adote as medidas administrativas e legislativas necessárias para a realização do censo demográfico da Fundação Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) em 2022. Na sessão virtual encerrada em 14/5, a maioria dos ministros votou pela confirmação parcial da liminar concedida, em abril, pelo relator da Ação Cível Originária (ACO) 3508, ministro Marco Aurélio, que havia determinado a realização do censo em 2021.

Na ação, o Estado do Maranhão requeria que o mapeamento fosse realizado em 2021, com o argumento, entre outros, de que a falta de dados sobre a população causaria dificuldade para a formulação e a execução de políticas públicas.

A Advocacia-Geral da União (AGU), por sua vez, apontou os desequilíbrios fiscais causados pela pandemia como causa para a não realização do mapeamento. Segundo a AGU, os cortes promovidos pelos Poderes Executivo e Legislativo no orçamento de 2021 são mecanismos legítimos de seleção dos interesses da comunidade que, diante da escassez de verbas públicas, serão efetivamente promovidos pelo governo federal.

(mais…) Leia mais...