Sicoob
Plansul
CVR
Buerarema
COLÉGIO JORGE AMADO
Pref ilheus junho
Ieprol
Navegação na tag

Chuvas

ILHÉUS: DEFESA CIVIL EMITE ALERTA DE CHUVAS ATÉ SÁBADO; PREVISÃO APONTA 56 MILÍMETROS

A Defesa Civil de Ilhéus emitiu novo alerta de chuvas na cidade. Conforme comunicado emitido pelo Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden), o acumulado de precipitações pode atingir 56 milímetros até o próximo sábado (27).

A Prefeitura orienta que os moradores fiquem atentos aos riscos geológicos, observando indícios como desagregação de solos em encostas, sinais sonoros, fissuras e rachaduras em imóveis.

Em caso de emergência, a população pode acionar a Defesa Civil, através do número: (73) 97400-7521 ou ligar para o Corpo de Bombeiros pela Central 193.

Leia mais...

ILHÉUS: DEFESA CIVIL EMITE ALERTA DE CHUVAS ATÉ O DIA 28 COM PREVISÃO DE 84 MILÍMETROS

A Defesa Civil de Ilhéus emitiu alerta de chuvas na cidade. Conforme comunicado emitido pelo Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden), o acumulado de precipitações pode atingir 84 milímetros até a próxima terça-feira (28).

A Prefeitura orienta os moradores que se mantenham atentos, em suas residências, observando indícios como desagregação de solos em encostas, sinais sonoros, fissuras e rachaduras em imóveis.

Em caso de emergência, a população deve entrar em contato através do número: (73) 97400-3521 – Defesa Civil.

Leia mais...

ÁGUA POTÁVEL E ENERGIA ELÉTRICA SÃO PRIORIDADES DO GOVERNO DO ESTADO PARA SOCORRER MUNICÍPIOS INUNDADOS

O governador em exercício, Adolfo Menezes, o governador eleito, Jerônimo Rodrigues, e o vice-governador eleito, Geraldo Júnior, se reuniram na manhã desta segunda-feira feira (26), virtualmente, com os prefeitos dos municípios localizados nas regiões afetadas pelas chuvas.

Entre as prioridades estão levar água potável e comida, além de restabelecer o fornecimento de energia elétrica para os moradores das áreas isoladas. Para Adolfo Menezes, a hora é de muito trabalho e solidariedade: “nosso objetivo é dar as mãos e salvar vidas. Em seguida, vamos iniciar o trabalho de recuperação da infraestrutura”.

Jerônimo Rodrigues reforçou o apoio aos prefeitos e à população. “Nesse momento, o Corpo de Bombeiros, a Polícia Militar, as escolas, a Defesa Civil, tanto do Estado quanto dos municípios, estamos todos de mãos dadas para que a gente possa sair dessa situação. Vamos sentar com os prefeitos e, de perto, ver o que podemos fazer”, enfatizou.

Ficou definido, ainda, que dois decretos serão publicados hoje (26), no Diário Oficial do Estado, com outras medidas para mitigar os efeitos dos alagamentos. Um dos decretos estabelece, de forma unilateral, situação de emergência nos municípios afetados, o que facilita o acesso a recursos e a outros tipos de apoio à população. O segundo decreto reativa o Comitê Multidisciplinar, que trabalhará junto aos municípios para sistematizar, a médio prazo, o suporte às cidades atingidas pela água.

Sobrevoo

No início da tarde, governadores em exercício e eleito farão um sobrevoo de helicóptero para avaliar os estragos provocados pelos temporais.

Leia mais...

PREFEITURA DE JEQUIÉ DISPONIBILIZA PONTO DE APOIO PARA RECEBIMENTO DE DOAÇÕES AOS DESABRIGADOS

Com objetivo de atender de forma emergencial as famílias afetadas pelas fortes chuvas, a Prefeitura de Jequié disponibiliza, a partir desta segunda-feira, 26, um ponto para recebimento de doações para as famílias desabrigadas.

As pessoas interessadas em doar, devem se dirigir até a antiga Biblioteca Central, na Avenida Rio Branco, Centro. Neste local, uma equipe estará responsável pelo recebimento dos itens: Roupas, além de materiais de cama, banho, higiene pessoal e alimentos não perecíveis.

Qualquer situação decorrente das chuvas que atingem o município, a população pode manter contato com a Defesa Civil, por ligação ou WhatsApp (73) 93505-0750.

Leia mais...

GOVERNO DO ESTADO ATUALIZA DADOS EM MUNICÍPIOS AFETADOS PELAS CHUVAS

A Superintendência de Proteção e Defesa Civil da Bahia (Sudec) atualizou, na tarde deste domingo (25), os números referentes à população atingida pelas enchentes que ocorrem em regiões do estado. Até a situação atual, são 1.740 desabrigados, 20.262 desalojados e 166.094 outros afetados em decorrência dos efeitos diretos do desastre. Também foram registrados sete feridos e um óbito. O número total de atingidos chega a 188.104 pessoas.

Os números correspondem às ocorrências registradas em 92 municípios afetados. É importante destacar que, desse total, 69 estão com decreto de Situação de Emergência (SE), são eles: Aiquara, Alagoinhas, Alcobaça, Arataca, Baixa Grande, Barra do Choça, Barro Preto, Belo Campo, Boa Nova, Brejões, Buerarema, Cachoeira, Canavieiras, Caravelas, Cardeal da Silva, Cícero Dantas, Coaraci, Dário Meira, Euclides da Cunha, Eunápolis, Fátima, Firmino Alves, Ibicaraí, Ibicuí, Ibipeba, Ibirapuã, Iguaí, Ilhéus, Inhambupe, Ipiaú, Itabuna, Itaju do Colônia, Itajuipe, Itambé, Itanhém, Itapé, Itapebi, Itapicuru, Itaquara, Itarantim, Itororó , Jiquiriça, Jucuruçu, Jussari, Lafaiete Coutinho, Maiquinique, Medeiros Neto, Mirante, Mutuípe, Nova Itarana, Nova Soure, Nova Viçosa, Olindina, Pau Brasil, Piripá, Planalto, Porto Seguro, Prado, Ribeira do Pombal, Ribeirão do Largo, Santa Cruz Cabrália, Santa Cruz da Vitória, Santa Luzia, São Félix, Teodoro Sampaio, Ubaitaba, Vereda, Vitória da Conquista e Wenceslau Guimarães.

Municípios afetados:

Aiquara, Alagoinhas, Alcobaça, Arataca, Baixa Grande, Barra do Choça, Barro Preto, Belo Campo, Boa Nova, Brejões, Buerarema, Cachoeira, Canavieiras, Caravelas, Cardeal da Silva, Cícero Dantas, Coaraci, Dário Meira, Euclides da Cunha, Eunápolis, Fátima, Firmino Alves, Ibicaraí, Ibicuí, Ibipeba, Ibirapuã, Iguaí, Ilhéus, Inhambupe, Ipiaú, Itabuna, Itaju do Colônia, Itajuipe, Itambé, Itanhém, Itapé, Itapebi, Itapicuru, Itaquara, Itarantim, Itororó, Ituaçu, Jiquiriça, Jucuruçu, Jussari, Lafaiete Coutinho, Maiquinique, Medeiros Neto, Mirante, Mutuípe, Nova Itarana, Nova Soure, Nova Viçosa, Olindina, Pau Brasil, Piripá, Planalto, Porto Seguro, Prado, Ribeira do Pombal, Ribeirão do Largo, Santa Cruz Cabrália, Santa Cruz da Vitória, Santa Luzia, São Félix, Teodoro Sampaio, Ubaitaba, Vereda, Vitória da Conquista, Wenceslau Guimarães, Almadina, Aurelino Leal, Barra da Estiva, Catu, Cipó, Floresta Azul, Gandú, Guanambi, Guaratinga, Ibotirama, Itamaraju, Itapetinga, Jitaúna, Juazeiro, Manoel Vitorino, Maragojipe, Marcionílio Souza, Mascote, Santo Antônio de Jesus, Sátiro Dias, Tanhaçu e Teixeira de Freitas.

Rodovias afetadas pelas chuvas

A Secretaria de Infraestrutura da Bahia (Seinfra) informa o registro de 40 ocorrências em rodovias baianas em decorrência das chuvas desde o mês de novembro. Deste total, 33 pontos já estão com o tráfego restabelecido, quatro trechos estão com tráfego interrompido e três com o trânsito liberado em meia pista.

As intervenções também contam com o apoio dos Consórcios Intermunicipais de Infraestrutura. Segue relação dos trechos de rodovias baianas e pontes que estão com tráfego interrompido e/ou em meia pista.

Trechos com tráfego interrompido:

Médio Sudoeste da Bahia

BA-130: Maiquinique – Divisa BA/MG

1 – Um pontilhão no KM 730 na BA-130, que liga Maiquinique a divisa entre Bahia e Minas Gerais, cedeu por conta das fortes chuvas da última sexta-feira (23/12) na região do Médio Sudoeste baiano. A equipe técnica da Seinfra está no local aguardando a melhoria das condições climáticas para iniciar os serviços emergenciais. O tráfego ainda está interrompido.

Extremo Sul

BA-284: Itamaraju – Nova Alegria – Alho – Jucuruçu

2 – O desvio provisório construído na BA-284, entre Itamaraju e Jucuruçu, na região do distrito de Nova Alegria, cedeu após as chuvas na madrugada da última sexta-feira (23/12). A equipe técnica da Seinfra já está no local aguardando a redução do nível de água para iniciar os serviços emergenciais a fim de recompor o desvio provisório. O tráfego de veículos na rodovia está interrompido.

BA-001: Prado – Cumuruxatiba

3 – Um rompimento foi registrado no KM 5 da BA-001, saindo de Prado em direção à Cumuruxatiba, após as fortes chuvas da madrugada da última sexta-feira (23/12). Para verificar mais detalhes, a equipe técnica da Seinfra está em deslocamento até o ponto afetado da rodovia. As ações emergenciais começarão assim que melhorar as condições climáticas na região. O trânsito de veículos neste trecho da BA-001 está interrompido.

Litoral Sul

BA-671: Itaju do Colônia – Palmira

4 – O desvio provisório da ponte sobre o Rio Nova Alegria, entre Itaju do Colônia e Palmira, na BA-671, cedeu durante as chuvas da última sexta-feira (23/12). A empresa responsável pela manutenção da rodovia irá iniciar os serviços de recomposição do desvio assim que melhorar as condições climáticas. O local está sinalizado e o tráfego de veículos no trecho permanece interrompido.

Trechos com tráfego interrompido em meia pista:

Extremo Sul

BR-489: Itamaraju – Prado

1 – Uma das cabeceiras da ponte localizada na área urbana de Itamaraju, no trecho para quem segue em direção à Prado, na BR-489, foi afetada por conta das chuvas na última sexta-feira (23/12). Uma inspeção no local foi realizada pela equipe técnica da Defesa Civil para verificar a situação e tomar as providências necessárias. A Polícia Rodoviária Estadual (PRE) está no trecho a fim de controlar o tráfego de veículos, que está em ritmo lento.

BA-001: Prado – Alcobaça

2 – Um buraco na pista na BA-001, entre Prado e Alcobaça, na região do Condomínio Guaratiba, surgiu por conta das fortes chuvas do último sábado (24/12). O Consórcio Construir, responsável pela manutenção da rodovia, já está no local com os equipamentos realizando os serviços de reparo. Na sexta-feira (23/12), as águas da chuva haviam levado materiais para a via. O tráfego de veículos no trecho está em meia pista e tem a previsão de ser totalmente liberado até o final deste domingo (25/12).

Médio Sudoeste da Bahia

BA-670: Potiraguá – Itororó

3 – Um dos encontros da ponte no km 25 da BA-670, entre Potiraguá e Itororó, cedeu por conta das chuvas na noite da última sexta-feira (23/12). Uma inspeção no local foi realizada pela equipe técnica da Seinfra neste sábado (24/12). Na visita foi detectado que houve o surgimento de um buraco, que causou a interrupção parcial da via. O local já foi sinalizado pela Polícia Rodoviária Estadual (PRE). O tráfego está em meia pista.

Leia mais...

ITABUNA: DIRETOR DA DEFESA CIVIL EXPLICA MOTIVO DAS INTENSAS CHUVAS E ALAGAMENTOS NO MUNICÍPIO

Nesta quarta-feira, 14, o Diretor da Defesa Civil de Itabuna, Kaique Brito, conversou em live com o iPolítica sobre a situação das chuvas no munícipio. Devido as fortes chuvas que aconteceram há algumas semana atrás, o rio Cachoeira transbordou e novamente muitas famílias tiveram suas casas atingidas pela água.

Segundo o diretor, o contexto socioambiental e socioeconômico da cidade de Itabuna é a principal causa dos acontecimentos. “Quando parte para a análise do munícipio de Itabuna e da área urbana em si fica complexo porque envolve não só a atividade da prefeitura em relação a limpeza do canal mas também de como a população lida com as questões ambientais”.

De forma técnica, Kaique explica sobre as especificidades do Rio Cachoeira, ponto que também influencia nas questões que envolvem a maior facilidade de cheias. “O Rio Cachoeira é um rio novo, cheio de energia […] ele tem energia demais desde sua nascente até sua foz, ainda não criou meandros, não criou curvas, é muito retílinio. E diante desse cenário colocaram uma cidade no meio [….] Itabuna nasceu nesse contexto justamente de uma cidade a margem do rio”.

O diretor pontua que, além das característica específicas do Rio Cachoeira que facilitam as cheias muito rapidamente, o desmatamento ambiental em toda sua bacia acentua esse efeito. “Quando você retira a floresta de um cenário é a mesma coisa que você pegar a cabeça de um careca e jogar um copo d’agua essa água escorre rápido. Mas se você pega uma cabeça de um cabeludo essa água demora. Quando você retira a floresta você faz o mesmo efeito”, disse.

  Assista a entrevista na íntegra.        Leia mais...

ITABUNA: DEFESA CIVIL EMITE ALERTA DE CHUVAS INTENSAS PARA ESTA SEMANA

Com base em dados do Instituto Nacional de Meteorologia (INMET), a Defesa Civil de Itabuna emitiu Boletim Municipal de Previsão do Tempo com alerta para chuvas intensas previstas para a região Sul da Bahia. Os índices pluviométricos oscilam entre 30 e 60 mm/h ou 50 e 100 mm/dia.

Além disso, há previsão de ventos intensos entre 60-100 km/h, com risco de corte de energia elétrica, queda de galhos de árvores, alagamentos e descargas elétricas.

Segundo o coordenador da Defesa Civil Municipal, Kaique Brito, as equipes seguem monitorando os volumes de chuvas e emitindo boletins diários pelos meios de comunicação oficiais da Prefeitura.

“Tem chuvas por vir ainda nesta semana para nossa região em cidades como Teixeira de Freitas e Itapetinga, onde foram registrados grandes volumes de chuva. Mas, estamos monitorando e passando as informações para a população”, informou Kaique Brito.

Leia mais...

ÓRGÃOS ESTADUAIS SEGUEM COM AÇÕES E MONITORAMENTO EM MUNICÍPIOS AFETADOS PELAS CHUVAS NA BAHIA

Com base em informações recebidas das prefeituras, a Superintendência de Proteção e Defesa Civil da Bahia (Sudec) divulgou, no final da tarde deste domingo (4), os números referentes à população atingida pelas enchentes que ocorrem em algumas regiões do estado. Até então, são 495 desabrigados e 8.803 desalojados. O número total de atingidos chega a 65.521 pessoas. Não há registro de desaparecidos ou de óbitos.

Os números correspondem às ocorrências registradas em 51 municípios afetados. Desse total, 16 estão com decreto de Situação de Emergência, são eles: Prado, Baixa Grande, Itabuna, Santa Cruz Cabrália, Cícero Dantas, Ibicuí, Itambé, Nova Viçosa, Vereda, Olindina, Cachoeira, Eunápolis, Cardeal da Silva, Itapé, Ribeira do Pombal e Teodoro Sampaio.

Na lista dos municípios afetados estão: Baixa Grande, Cachoeira, Cardeal da Silva, Cícero Dantas, Eunápolis, Ibicuí, Itabuna, Itambé, Itapé, Nova Viçosa, Olindina, Prado, Ribeira do Pombal, Santa Cruz Cabrália, Teodoro Sampaio, Vereda, Aiquara, Caravelas, Floresta Azul, Ibotirama, Itamaraju, Marcionílio Souza, Medeiros Neto, Wenceslau Guimarães, Catu, Ibicaraí, Itanhém, Itapicuru, Alcobaça, Aurelino Leal, Belo Campo, Cipó, Dário Meira, Gandú, Guaratinga, Inhambupe, Ipiaú, Itapetinga, Itarantim, Itororó, Jitaúna, Juazeiro, Maragojipe, Pau Brasil, Santo Antônio de Jesus, São Félix, Sátiro Dias, Itajuipe, Ilhéus e Teixeira de Freitas e Jucuruçu.

Corpo de Bombeiros

Também neste domingo o Corpo de Bombeiros Militar da Bahia (CBMBA) distribuiu 80 cestas básicas e 70 pacotes de água e remédios. Os donativos foram entregues nos distritos de Japu, Apout, Vilela, Maria Jape, Campinho, Sambaituba e São Bento, pertencentes a zona rural de Ilhéus.

Em Itajuípe, também no sul da Bahia, os bombeiros resgataram, utilizando embarcação, pessoas que ficaram ilhadas em uma fazenda na zona rural do município. O CBMBA também permanece realizando o monitoramento e prevenção das áreas atingidas pelo alto índice pluviométrico que atinge a Bahia.

Serviços em rodovias

A Secretaria de Infraestrutura da Bahia (Seinfra) está com a equipe técnica do órgão nas rodovias estaduais afetadas pelas chuvas desde a última semana realizando ações emergenciais a fim de permitir a trafegabilidade de veículos. A execução dos serviços também conta com o apoio dos Consórcios Intermunicipais de Infraestrutura. Segue relação com os trechos de rodovias baianas e quatro pontes que foram atingidas durante o período chuvoso.

BA-463: São Desidério – Roda Velha

A água invadiu a pista na BA-463, entre São Desidério e Roda Velha, por causa do aumento do nível do rio Santo Antônio devido às fortes chuvas na região na última quinta-feira (1º). A equipe técnica da empresa responsável pela restauração e manutenção da rodovia está no local recuperando a erosão provocada pelas cheias do rio. O tráfego no trecho já está normalizado.

Ponte sobre o Rio Santo Antônio, na BA-142: BR-242 – Andaraí

Uma das cabeceiras da ponte sobre o Rio Santo Antônio, que fica localizada na BA-142, nas proximidades da sede municipal de Andaraí e na ligação com a BR-242, cedeu com as chuvas da última sexta-feira (2). A Seinfra acionou a empresa responsável pela manutenção da rodovia e os serviços emergenciais já foram concluídos. O local está sinalizado e o tráfego liberado para veículos.

BA-220: Euclides da Cunha – Monte Santo

A água invadiu a pista na BA-220, entre Monte Santo e Euclides da Cunha, após transbordamento de açude devido às fortes chuvas na região na última quinta-feira (1º). A equipe técnica da Seinfra está no local nas proximidades do município de Monte Santo monitorando a situação e avaliando a possibilidade de implantação de um novo bueiro para aumentar a vazão da água. A trafegabilidade na rodovia está normal.

BA-130: Ibicuí – Ibitupã

O desvio criado na ponte sobre o Riacho Doce, que havia se rompido devido à enchente do ano passado, cedeu no sábado (26/11). O mesmo desvio na BA-130, entre Ibicuí e Ibitupã, cedeu novamente na tarde da última terça-feira (29/11). A Seinfra recompôs o aterro a fim de normalizar o tráfego. O fluxo foi totalmente liberado e o órgão está com equipe no local para eventuais intervenções em decorrência da chuva.

BA-262: Poções – Nova Canaã

Um deslizamento de terra na pista na BA-262, entre Poções e Nova Canaã, aconteceu na noite da última quarta-feira (30/11). A Seinfra realizou os serviços de limpeza da pista para dar condições de trafegabilidade. O tráfego no local já foi liberado na última quinta-feira (1º).

Semianel Viário de Itabuna: Liga as BR’s 101 e 415

Um deslizamento de terra no Semianel Viário de Itabuna, que liga a BR-101 com a BR-415, foi registrado no último sábado (3). A equipe técnica da Seinfra iniciou os serviços ontem à noite e concluiu os serviços de limpeza da pista na tarde deste domingo. O tráfego já está liberado.

BA-651: Itapitanga – Coaraci

O desvio criado para a construção da nova ponte sobre o Rio Três Braços, entre Coaraci e Itapitanga, que caiu devido às chuvas do ano passado, cedeu em 26 de novembro. As ações para recomposição do desvio foram concluídas pela Seinfra na última quinta-feira (1º). O tráfego de veículos está normal no trecho.

BA-502: São Félix – Muritiba

Um deslizamento de terra na BA-502, entre São Félix e Muritiba, ocorreu na última sexta-feira (2). Os serviços de limpeza da pista foram realizados pela Seinfra. O fluxo de veículos na rodovia já está normalizado.

BA-084: Santo Amaro – Oliveira dos Campinhos

Um deslizamento de terra na BA-084, entre Santo Amaro e Oliveira dos Campinhos, nas proximidades do povoado de Nova Conquista, foi registrado na noite da última terça-feira (29/11). A empresa responsável pela manutenção na rodovia concluiu os serviços para desobstrução da rodovia na última quarta-feira (30/11). O trânsito já está liberado.

Ponte no município de Teodoro Sampaio, que liga a BA-515 à BR-101

A ponte em Teodoro Sampaio, que liga a BA-515 à BR-101, está com a situação comprometida. A inspeção no equipamento foi realizada pela equipe técnica da Seinfra e as providências necessárias já estão sendo tomadas para recuperação estrutural da ponte. O órgão acompanha a situação do equipamento e o tráfego está normal.

BA-233: Sátiro Dias – Inhambupe

As fortes chuvas na região do Litoral Norte e Agreste baiano causaram erosões no aterro da BA-233, entre Sátiro Dias e Inhambupe, na última quinta-feira (1º). A empresa responsável pela manutenção da rodovia está realizando os serviços emergenciais a fim de que a pista de rolamento não seja afetada. O tráfego de veículos no trecho está normal.

BA-284: Distrito de Nova Alegria (Itamaraju) – Jucuruçu

Um bueiro na BA-284, entre o distrito de Nova Alegria e Jucuruçu, rompeu no domingo (27/11) devido às fortes chuvas na região. A ação aconteceu no km 35 da rodovia no sentido saindo Jucuruçu em direção à BR-101. A equipe técnica da Seinfra já concluiu a recomposição do desvio na BA-284, entre o distrito de Nova Alegria e Itamaraju, que cedeu novamente na noite da última terça-feira (29/11). O tráfego de veículos na rodovia já está totalmente liberado desde a última quarta-feira (30/11) e requer atenção do usuário.

BA-001: Prado – Cumuruxatiba

Houve o rompimento total da pista na BA-001, que liga Prado ao distrito de Cumuruxatiba, no último domingo (27/11). A rodovia está passando por obras de pavimentação e a empresa responsável pela mesma está realizando a implantação do desvio. No trecho, o fluxo de veículos já foi normalizado na rodovia após a construção do aterro provisório.

BA-690: Vereda – BA-284 (Próx. Itamaraju)

Os aterros da cabeceira da ponte cederam e dois bueiros romperam na BA-690, em Itamaraju, que liga o distrito de Pirajá à sede municipal, por conta das fortes chuvas na região na última quinta-feira (01º). A equipe responsável pela manutenção na rodovia está no local dos pontos afetados a fim de iniciar os serviços emergenciais e liberar o tráfego de veículos nas próximas horas. O fluxo ainda permanece interrompido.

A ponte sobre o Rio do Sul, na BA-690, que liga Vereda à Itamaraju, cedeu na última quinta-feira (1º). O Consórcio Construir está monitorando a situação e irá esperar diminuir o nível da água para avaliar quais intervenções serão necessárias. O tráfego está interrompido.

BA-290: Teixeira de Freitas – Alcobaça

Na BA-290, houve o registro de queda de árvore e deslizamento de terra no trecho entre Teixeira de Freitas e Alcobaça na última quinta-feira (1º). O Consórcio Construir realizou as ações de poda de árvore e a limpeza para desobstrução da pista. O fluxo de veículos já foi liberado na rodovia.

BA-699: Jucuruçu – Itanhém

A pista rompeu em dois pontos da BA-699, entre Jucuruçu e Itanhém, por conta das chuvas do último final de semana. Os serviços para a desobstrução da rodovia com a recomposição de desvio estão sendo realizados pelo Consórcio Construir, responsável pelo trecho. O fluxo de veículos na rodovia já foi liberado.

Uma ponte rompeu a 500 metros do distrito de Frango na BA-699, entre Itanhém e Jucuruçu. O tráfego já foi liberado pelo Consórcio Construir.

BA-290: Itanhém – Divisa BA/MG

Um ponto da pista na BA-290, que liga Itanhém e a divisa entre Bahia e Minas Gerais, cedeu com as chuvas do último final de semana. As intervenções necessárias foram feitas na rodovia. O fluxo de veículos no trecho já está normalizado.

BA-126: Vereda – ItaBrasil – Bisogue – Buqueirão – Nova Alegria

Na BA-126, quatro pontilhões romperam no trecho entre Vereda e o distrito de Nova Alegria, em Itamaraju, por causa das chuvas no último fim de semana. A equipe técnica do Consórcio Construir, responsável pelo trecho, está realizando ações emergenciais para retomar o tráfego de veículos no local. O acesso ao povoado de ItaBrasil já foi liberado. Os operários do Consórcio Construir estão trabalhando intensamente para recuperar os acessos às localidades de Bisogue e Buqueirão até esta segunda-feira (5).

BA-690: Medeiros Neto – Vereda

Na BA-690, houveram registros de queda de árvore e erosões na pista na ligação de Medeiros Neto com Vereda na última quinta-feira (1º). Um desvio na rodovia foi implantado pelo Consórcio Construir. As ações de recomposição na pista serão iniciadas assim que melhorarem as condições climáticas na região. O tráfego de veículos na rodovia está normal.

Leia mais...

ITABUNA: PREFEITURA INTERDITA PONTE DO MARABÁ

A Prefeitura de Itabuna, por meio das secretarias de Infraestrutura e Urbanismo (SIURB) e de Transportes e Trânsito (SETTRAN), interditou o fluxo de veículos leves e pesados sobre a Ponte Miguel Calmon (Marabá), preventivamente, desde as 8 horas desta sexta-feira, dia 2, diante da elevação do volume de água no Rio Cachoeira que subiu 5,5 metros. O trânsito do centro da cidade em direção aos bairros Jardim Vitória, São Caetano e Conceição e vice-versa está desviado para as pontes Calixto Midlej Filho, no Vila Zara, e Lacerda. Agentes de trânsito orientam os condutores.

Leia mais...

VITÓRIA DA CONQUISTA: PREFEITA NOMEIA COMITÊ PARA ENFRENTAMENTO DOS EFEITOS DAS CHUVAS NO MUNICÍPIO

Decreto da prefeita Sheila Lemos publicado nesta segunda-feira (28) cria o Comitê de Gerenciamento de Crise para o enfrentamento dos efeitos das chuvas no município e para gerenciamento das ações da Prefeitura diante da emergência.

Pelo decreto 22.270 as atribuições do comitê serão a tomada de decisões necessárias ao enfrentamento de danos potenciais decorrentes de chuvas excessivas e a adoção de ações diante de situações que comprometam a segurança das pessoas, dos serviços, das obras, dos equipamentos e dos bens públicos ou particulares.

Também é de responsabilidade do comitê, propor, caso seja necessário, decreto e revogação de Estado de Emergência ou de Calamidade Pública. O comitê é composto por representantes das diversas secretarias e setores responsáveis pela prestação de serviço direta à população e por equipamentos públicos, além da Defesa Civil e da Guarda Municipal.

Comitê teve primeira reunião na manhã desta segunda-feira. A coordenação do Comitê de Gerenciamento de Crise ficou a cargo do secretário de Serviços Públicos, Kairan Rocha. Veja a composição por ordem alfabética:

Cristóvão João Vieira Lemos, representando a Guarda Civil Municipal

Edgard Larry Andrade Soares, representando a Secretaria Municipal de Educação (Smed)

Jackson Apolinário Yoshiura, representando a Secretaria Municipal de Infraestrutura Urbana (Seinfra)

Kairan Rocha Figueiredo, representando a Secretaria Municipal de Serviços Públicos (Sesep)

Lucas de Jesus Batista, representando a Coordenação da Central de Equipamentos (Deserg)

Lucas Moreira Martins Dias, representando o Gabinete Civil (GAC_ e a Secretaria Municipal de Mobilidade

Urbana (Semob)

Luís Paulo Sousa Santos, representando a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Rural -(SMDR)

Michael Farias Alencar Lima, representando a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social (Semdes)

Ramona Cerqueira Pereira, representando a Secretaria Municipal de Saúde (SMS)

Rosangela Freitas de Jesus, representando a Coordenação da Defesa Civil Municipal

Leia mais...

PAU BRASIL: RIO ÁGUA PRETA ENCHE E DEIXA FAMÍLIAS SEM DORMIR POR CAUSA DAS CHUVAS

Em Pau Brasil o mês de novembro tem sido aterrorizante para os moradores da parte baixa da cidade por conta das fortes chuvas e nas primeiras horas deste domingo (27/11) não foi diferente.

A baixada que envolve as localidades da Rua da Jega, Praça do Nogueirão, Beira Rio, nas Baias e a Leocádio Santana alagou, fez com que famílias deixassem suas residências, casas de materiais de construção, produtos agropecuários, mercearias colocassem mercadorias e equipamentos nas partes altas da cidade e o clima foi de tensão e medo.

Segundo apurou o iPolítica, a população está revoltada pois não há por parte das autoridades nenhum indício de mudança da situação: “não dou mais documento a ninguém, a Prefeitura vem aqui, pega documento, promete um monte de coisa, enche a gente de esperança e some. Em dezembro nós demos documento, o povo do CRAS não saiu daqui com as pranchetas, perdi minhas coisas, já vem mais chuva e nada acontece nessa cidade, tomamos muito prejuízo”, relatou uma moradora.

O iPolitica conversou com o vereador Nego Elder (PT), que relatou que é necessário tomar providências urgentes: “A sociedade precisa de uma resposta inclusive da câmara, dezembro passado foi um pesadelo que estamos vendo a possibilidade de se repetir”, disse.

Pau Brasil fica a 500 km da capital do Estado e tem 10.600 habitantes segundo o último censo.

Leia mais...

EUNÁPOLIS: PREFEITURA INTENSIFICA TRABALHOS PARA MINIMIZAR IMPACTOS DO TEMPORAL

Dando continuidade à Operação Chuvas, a Prefeitura de Eunápolis, por meio da integração de diversas secretarias e da Defesa Civil, está executando ações emergenciais para minimizar os danos causados pelas chuvas que atingem o município, reduzindo os transtornos causados à população.

Principalmente nas áreas mais críticas, como a Feira do Bueiro, no centro da cidade, e ladeira que dá acesso ao bairro Alecrim, as equipes de limpeza, com o auxílio de retroescavadeiras, atuam em serviços como desobstrução de bueiros, retiradas de terras provenientes de deslizamento de encostas e desentupimento de córregos.

“Estamos atuando com equipes em diversos pontos da cidade, principalmente nos mais críticos, para minimizarmos os impactos das chuvas para o município e para os cidadãos. Não medimos esforços para solucionar os problemas ocasionados por esse fenômeno climático para que a situação do ano passado não se repita”, frisou o coordenador da Defesa Civil, Weverton Marcone. Em eventuais situações de risco, a população pode acionar: Defesa Civil Municipal – (73) 9.8171-5118; Corpo de Bombeiros – 193; SAMU – 192; e Coelba – 116.

Leia mais...

ITABUNA: PREFEITO AUGUSTO CASTRO DECRETA SITUAÇÃO DE EMERGÊNCIA POR CAUSA DAS CHUVAS

Diante da intensidade das chuvas dos últimos dias em Itabuna, o prefeito Augusto Castro (PSD) decretou Situação de Emergências nas áreas do Município afetadas por enxurradas com base na Instrução Normativa nº 02/2016. Desde o dia 15, os valores pluviométricos em menos de 24 horas registrados foram de 42 milímetros passando de 95 mm em dois dias, com acumulado de lâmina d’água de 158 mm  dentro dos limites da área urbana.

 O Decreto nº 15.189, destaca que a ocorrência das chuvas causou a destruição de pavimentos, calçamentos, quedas de muros, telhados e de árvores, entupimento de canais de drenagem, alagamento de ruas, escolas e postos de saúde, rompimento de redes de esgoto, deslizamento de encostas, destruição de casas, com diversas famílias desalojadas. Além disso, o nível de água elevado nos canais de drenagem provocou a perda de móveis, eletrodomésticos e utensílios domésticos às famílias atingidas.

Cita Parecer da Coordenadoria Municipal de Proteção e Defesa Civil favorável à declaração de “Situação de Emergência” nas áreas do município, contidas no Formulário de Informações do Desastre – FIDE, em virtude do desastre classificado e codificado como Enxurradas – 1.2.2.0.0, conforme IN/MI Nº02/2016.

Pelo Decreto “autoriza-se a mobilização de todos os órgãos municipais para atuarem sob a direção da Coordenadoria Municipal de Proteção e Defesa Civil, nas ações de resposta ao desastre e reabilitação do cenário e reconstrução/desobstrução; a convocação de voluntários para reforçar as ações de resposta ao desastre e realização de campanhas de arrecadação de recursos junto à comunidade, com o objetivo de facilitar as ações de assistência à população afetada pela enxurrada

“De acordo com o estabelecido nos incisos XI e XXV do art. 5º da Constituição Federal, ficam autorizados às autoridades administrativas e os agentes de defesa civil, diretamente responsáveis pelas ações de resposta aos desastres, em caso de risco iminente, a: adentrar nas casas, para prestar socorro ou para determinar a pronta evacuação”, diz o documento.

Também autoriza a utilização de propriedades particulares, no caso de iminente perigo público, assegurada ao proprietário indenização ulterior, se houver dano. Será responsabilizado o agente da defesa civil ou autoridade administrativa que se omitir de suas obrigações, relacionadas com a segurança global da população.

“Sem prejuízo das restrições da Lei de Responsabilidade Fiscal (LC 101/2000), ficam dispensados de licitação os contratos de aquisição de bens necessários às atividades de resposta ao desastre, de prestação de serviços e de obras relacionadas com a reabilitação dos cenários dos desastres, desde que possam ser concluídas no prazo máximo de 180 dias consecutivos e ininterruptos, contados a partir da caracterização do desastre, vedada a prorrogação dos contratos.

Leia mais...

EMASA REVISA PONTOS DE VISITA DEPOIS DAS CHUVAS INTENSAS EM ITABUNA

A Gerência de Saneamento da Empresa Municipal de Saneamento (Emasa) iniciou na manhã de hoje, dia 25, um trabalho de revisão nos pontos de visita (PV), conhecidos popularmente como bueiros, devido ao temporal que afetou a cidade ontem, dia 24.

Segundo o gerente de Saneamento da Emasa, Tauan Sampaio, esse serviço é necessário para evitar acidente com veículos e pedestres. “O grande volume de águas pluviais força algumas tampas de PVs que se elevam. Para evitar acidentes com os transeuntes, iniciamos uma vistoria para a correção de eventuais pontos que tenham sido afetados”, disse.

A Emasa também atuou em conjunto com a Superintendência de Serviços Públicos da Prefeitura de Itabuna na desobstrução das redes de drenagem para facilitar o escoamento naqueles pontos em que ocorreram alagamentos como nos bairros São Caetano, Banco Raso, Sarinha Alcântara, Califórnia, Monte Cristo, São Roque e no centro da cidade.

Leia mais...

ILHÉUS: DEFESA CIVIL REGISTRA 15 OCORRÊNCIAS DEVIDO ÀS CHUVAS NESTA SEGUNDA-FEIRA

A Defesa Civil recebeu 15 chamados em decorrência das fortes chuvas que atingiram Ilhéus nas últimas 12 horas. De acordo com o órgão, a maioria das solicitações está relacionada a alagamentos e obstrução de vias. O Município trabalha com duas frentes de patrulha mecanizada, em bairros da Zona Sul e no Teotônio Vilela, a fim de prestar assistência necessária às famílias e minimizar os danos causados pelo temporal.

Conforme o Instituto Nacional de Meteorologia (INMET), era esperado um volume de chuva de 25 milímetros nesta segunda-feira (24). No entanto, o índice pluviométrico chegou a 71 milímetros, o equivalente a quase três vezes do previsto. As ocorrências foram registradas nos bairros Nossa Senhora da Vitória, Hernani Sá, Banco da Vitória, Centro, Conquista, Tapera e Teotônio Vilela.

Na Zona Sul, a equipe realiza o serviço de desobstrução de canais, no Hernani Sá e na Faelba. No Teotônio Vilela, a desobstrução acontece nas ruas Padre João Borges, Belo Horizonte e nos loteamentos Del Rey e Badaró. Os chamados por risco de deslizamentos foram registrados na Avenida Belmonte, na Conquista, e na Rua Dois de Julho, no Banco da Vitória.

A Prefeitura informa que houve pontos de alagamento na região central da cidade no período da manhã, causando transtorno em todo o comércio. Todavia, as equipes já realizaram a desobstrução dos locais mais críticos.

Segundo dados do Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (CEMADEN), são esperados acumulados de chuva de 85 milímetros até quinta-feira (27). Os ventos fortes podem gerar rajadas de até 70 km/h. Atualmente, Ilhéus possui dois pluviômetros, um no bairro da Conquista e outro no Malhado.

Alerta continua

As atenções devem ser redobradas quanto a inundações, alagamentos, deslizamento e escoamento de terras, principalmente em morros e terrenos de encostas. Em caso de emergência, as pessoas devem ligar para o número: (73) 98178-2255.

Leia mais...